sábado, 27 de fevereiro de 2010


" O Filho do homem veio buscar e salvar o que esta perdido.

Lucas 19:10"




"ORAÇÃO AO ANJO DA GUARDA



Santo anjo do Senhor, meu zeloso guardador Se a ti me confiou a piedade divina Sempre me rege, Sempre me guarda, Sempre me governa. Me ilumina sempre. Amém"




"Todas as disciplinas referentes ao aprimoramento do cérebro são facilmente encontradas nas universidades da Terra, mas a família é a escola do coração, erguendo entes amados à condição de professores do espírito. "

Emmanuel

"Estas coisas lhes tenho dito para que tenham paz em mim!...
No mundo passam por aflições; mas tenham bom ânimo, eu venci o mundo!"
- Jesus (João 16, v.33)

Lembra-te de que um sorriso de confiança, uma prece de ternura, uma frase de bom ânimo, um gesto de solidariedade e um minuto de paz não têm preço na Terra.
Emmanuel




O que existe no mundo basta para satisfazer às necessidades de todos,
porém, não à cobiça de alguns.




(Gandhi)
Hemodiálise e Plano de Saúde


Larissa Mallmann Brandão


PLANOS DE SAÚDE E COBERTURA AO TRATAMENTO DE HEMODIÁLISE

Contratos de seguro de saúde que não oferecem cobertura ao tratamento de hemodiálise podem ser considerados abusivos

Muitos são os brasileiros diagnosticados com nefropatia grave, crônica, incapacitante e irreversível (CID: N18.0), o que, em outras palavras, significa que os mesmos sofrem de "insuficiência renal crônica". Referida moléstia consiste numa diminuição lenta, progressiva e irreversível da função renal de depuração, acarretando o acúmulo de produtos da degradação metabólica no sangue (azotemia ), sendo qualificada em moderada, grave ou terminal.

"A insuficiência renal crônica consiste na perda progressiva e irreversível da função renal (glomerular, tubular e endócrina), de tal forma que, em suas fases mais avançadas, os rins não conseguem mais manter a normalidade do meio interno do paciente. Dentre as funções do rim, cinco se destacam por suas importâncias quando da insuficiência renal: 1. Manutenção do equilíbrio hídrico; (...) 2. Manutenção do equilíbrio eletrolítico; (...) 3. Manutenção do equilíbrio acidobásico; (...) 4. Excreção de catabólitos; (...) 5. Função reguladora hormonal".(CRUZ, Jenner; PRAXEDES, José Nery; CRUZ, Helga Maria Mazzarolo. Nefrologia. São Paulo: Sarvier Editora de Livros Médicos Ltda., p. 187).

A insuficiência renal crônica, se não combatida com eficácia, pode causar, dentre outras complicações, encefalopatia urêmica (disfunção cerebral), pericardite (inflamação do pericárdio), acidose (acidez elevada do sangue), hipercalemia (concentração muito elevada de potássio no sangue) e insuficiência cardíaca. Não obstante, para surpresa e desespero de muitos desses pacientes, quando o profissional médico solicita ao plano de saúde a autorização para o tratamento de hemodiálise, em muitos casos, o procedimento não é liberado. Usualmente, quando solicitada explicação para a negativa da autorização para o procedimento, as empresas informam que o plano de saúde contratado não oferece cobertura para o tratamento. Note-se que essa justificativa pode ocorrer inclusive nos contratos os quais prevêem expressamente a hemodiálise como "procedimento especial". Porém, há que se ter em consideração que, conforme explicitado, a insuficiência renal é uma patologia que se desenvolve progressivamente ao longo do tempo e, portanto, deve ser tratada continuamente para que se impeça, em maior ou menor grau, a sua evolução até a completa falência renal - para a qual não existe cura. Tendo em vista tais fatos, cumpre destacar que a saúde se encontra entre os bens intangíveis mais preciosos do ser humano, digna de receber a tutela protetiva jurisdicional, porque se consubstancia em característica indissociável do direito à vida. Está disposto no artigo 3º da Declaração Universal dos Direitos Humanos que "Todo o indivíduo tem direito à vida, à liberdade e à segurança pessoal". A Constituição Federal, por sua vez, consagra em seu artigo 1º, inciso III, a dignidade da pessoa humana como um dos fundamentos da República. Mais ainda, o artigo 5º, caput, garante a todos o direito à vida. Logo, o direito à saúde, além de qualificar-se como direito fundamental que assiste a todas as pessoas, representa conseqüência constitucional indissociável do direito à vida e, mais além, à uma vida digna. Procedendo-se a uma interpretação harmônica dos preceitos constitucionais, chega-se à ilação de que o intuito maior da Constituição Federal foi o de assegurar a todo cidadão, independentemente de sua condição econômica e social, o direito à saúde, impondo ao Estado o dever constitucional de garantir, por meio de políticas sociais e econômicas, inumeráveis ações que possam permitir a todos o acesso à assistência médica. Deve-se ressaltar, entrementes, que o legislador, antevendo a impossibilidade de o Estado desempenhar referido dever constitucional de forma solitária, permitiu que a assistência à saúde também fosse prestada através da livre iniciativa; porém, ressalvando, com o objetivo de evitar os abusos do setor privado, que tais serviços assumam o status de relevância para o poder público. Desse modo, à luz do texto constitucional, a saúde não traduz um monopólio, embora constitua dever primordial do Estado. Trata-se de uma atividade aberta à iniciativa privada que, porém, não adquire, em hipótese alguma, o caráter de mercadoria; e, portanto, não pode ser confundida com outras atividades econômicas, à vista de se configurar um meio fundamental de se garantir o direito impostergável à vida e à dignidade humana. Conferindo efetividade máxima à Constituição da República, o Pretório Excelso, no Agravo Regimental em Recurso Extraordinário nº. 273834, de relatoria do Ministro Celso de Mello, reconheceu o direito à saúde, conforme ementa a seguir transcrita:

"STF - Recurso Extraordinário nº. 273834 / RS. Órgão Julgador: Segunda Turma. Relator: Ministro Celso de Mello. Data do Julgamento: 12/09/2000. Publicação: DJ 24-11-2000 PP-00101."Ementa: (...) "O direito à saúde representa conseqüência constitucional indissociável do direito à vida".

SCHREIER, Robert. Manual de Nefrologia. São Paulo: Editora Médica e Científica Ltda., p. 215: "Azotemia significa literalmente um aumento na concentração dos compostos nitrogenados do sangue. Estes incluem proteínas, peptídeos, aminoácidos, creatinina, uréia, ácido úrico e amônia. Na linguagem conmum, contudo, o termo azotemia crônica implica retenção prolongada (meses a anos) SCHREIER, Robert. Manual de Nefrologia. São Paulo: Editora Médica e Científica Ltda., p. 215: "Azotemia significa literalmente um aumento na concentração dos compostos nitrogenados do sangue. Estes incluem proteínas, peptídeos, aminoácidos, creatinina, uréia, ácido úrico e amônia. Na linguagem conmum, contudo, o termo azotemia crônica implica retenção prolongada (meses a anos) SCHREIER, Robert. Manual de Nefrologia. São Paulo: Editora Médica e Científica Ltda., p. 215: "Azotemia significa literalmente um aumento na concentração dos compostos nitrogenados do sangue. Estes incluem proteínas, peptídeos, aminoácidos, creatinina, uréia, ácido úrico e amônia. Na linguagem conmum, contudo, o termo azotemia crônica implica retenção prolongada (meses a anos) de produtos desprezados pelo metabolismo de proteínas que normalmente seriam excretados na urina, em particular uréia e creatinina".

Desta feita, denota-se que a atuação jurídica sempre se fará necessária quando existir risco à vida ou à higidez física ou psíquica do paciente em virtude da não realização do tratamento médico necessário para a satisfação plena do seu direito à saúde. Convém destacar, ainda, que a relação jurídica entabulada entre o paciente e a empresa contratada, materializada pelo contrato de assistência celebrado, é regida pelas disposições contidas no Código de Defesa do Consumidor. Assim, a relação contratual básica do seguro-saúde é uma obrigação de resultado, um serviço que deve possuir a qualidade e a adequação imposta pela atual doutrina contratual. O Código de Defesa do Consumidor, em seu artigo 51, estabelece serem nulas de pleno direito, entre outras, as cláusulas contratuais relativas ao fornecimento de produtos e serviços que permitem ao fornecedor estabelecer obrigações consideradas iníquas, abusivas, que coloquem o consumidor em desvantagem exagerada, ou sejam incompatíveis com o princípio da boa-fé ou da eqüidade. Tem-se, portanto, que o contrato, ao excluir da cobertura do plano o procedimento de hemodiálise, estabelece evidente contradição relativamente à finalidade e natureza do instrumento de prestação de assistência médico-hospitalar, além de estabelecer desconformidade abusiva, por desvantagem exagerada no que concerne ao conveniado, de forma incompatível com os aludidos princípios da boa-fé e da eqüidade. Também deve-se frisar o entendimento de que o plano de saúde pode estabelecer quais doenças recebem cobertura, mas não quais tratamentos são alcançados para a respectiva cura. Neste ínterim, é de se observar que restringir a cobertura do procedimento de hemodiálise para portadores de insuficiência renal significa, a rigor, excluir da cobertura do plano a própria doença, o que pode induzir, conforme análise do caso concreto, à ineficácia e nulidade da cláusula contratual. Por fim, há que se deixar patente que a preservação da saúde é a finalidade última, maior e precípua do contrato de seguro-saúde. Interpretação contrária o frustra, de forma a restringir seus efeitos jurídicos e a atentar contra os princípios consagrados na legislação pátria. Portanto, a ausência de cobertura do tratamento de hemodiálise pode vir a esvaziar a finalidade do contrato, em prejuízo da saúde do paciente contratante, podendo ser pleiteada na Justiça a liberação e o custeio do procedimento.


Larissa Mallmann Brandão


Por que Recomeçar?






Recomeçar









Significado de Recomeçar









v.t. Começar de novo; refazer depois de interrupção: recomeçar um trabalho. Retornar a fazer qualquer coisa: recomeçar a chorar.V.i. Começar a ser, a produzir-se novamente: recomeça a chuva.



Definição de Recomeçar





Classe gramatical de recomeçar: Verbo transitivo e Verbo intransitivo Tipo de verbo: irregular Separação das sílabas de recomeçar: re-co-me-çar Possui 9 letras Possui as vogais: a e o Possui as consoantes: c m r Recomeçar escrita ao contrário: raçemocer







Sinônimo




Por que Recomeçar?

Segundo o dicionário da Língua Portuguesa Aurélio, recomeçar significa começar de novo.
Sinônimos de Recomeçar pode ser: reiniciar, reparar, restabelecer, retornar, reaver, recuperar, reconstruir e renovar.





Poderia ser recomeçando, mas, está no gerúndio é uma forma verbal que indica uma ação que está em andamento, algo que não está completo.



Mas, recomeçar esta no presente o significa para mim que todos os dias podemos mudar o que não foi favorável para nossa vida podemos apagar, virar a página e até mesmo rasgar-la. Foi por isto que escolhi colocar no presente para vivermos o aqui e agora.


O desenho foi colocado da esquerda para direita porque muitos falam que nos recebemos com a direita e doamos com a esquerda espero estar fazendo isto.



Citação com Recomeçar




O insucesso é apenas uma oportunidade para recomeçar de novo com mais inteligência.



Henry Ford



Carla
































Boa Semana

Carla

Leis e Direitos do Paciente


Como Direitos do Paciente







 Isenção de Imposto de Renda na Aposentadoria e Pensão;

 Retirada de FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço);

 Transporte;

Como Benefícios:
  • Auxílio Doença;


  • Aposentadoria por invalidez;


  • Inscrição na Fila de Transplante:

    Carla




Leis e Direitos do Paciente



Postado com autorização - Nefrocare




Auxilio Doença:




Como conseguir o Auxílio Doença da Previdência Social?



O paciente em programa de hemodiálise que é segurado do INSS, ou seja, contribuiu por mais de doze meses para a Previdência Social, necessita dar entrada no benefício Auxílio Doença.É preciso reunir alguns documentos como: laudo do médico nefrologista que o acompanha, a carteira de trabalho e previdência social ou carnê de recolhimento para o trabalhador autônomo, registro de identidade (RG), CPF, e requerimento em formulário do INSS. Visite o site da previdência social:






Onde a documentação deve ser entregue?



A documentação deve ser entregue no posto do INSS mais próximo da residência, pelo paciente ou seu procurador. Após a entrega o segurado recebe um protocolo com a data que será realizada a perícia médica. A concessão do benefício depende do resultado da perícia médica, que durante o gozo do benefício pode ocorrer a critério do INSS.


Para o segurado que não recebe auxílio-doença:


? Para o segurado empregado a partir do 16º dia de afastamento da atividade ou partir da data da entrada do requerimento, se entre o afastamento e a entrada do requerimento decorrerem mais de 30 dias.


? Para os demais segurados a partir da data do início da incapacidade ou; a partir da data da entrada do requerimento, quando requerido após o 30º dia do afastamento da atividade. Caso o INSS tenha ciência da internação hospitalar ou do tratamento ambulatorial, avaliado pela perícia médica, a aposentadoria começa ser paga no 16º do afastamento da atividade ou na data do início da incapacidade, independentemente da data do requerimento.



Quando esse benefício deixa de ser pago?


? Quando o segurado recupera a capacidade para o trabalho;

? Quando o segurado volta voluntariamente ao trabalho;



? Quando o segurado solicita e tem a concordância da perícia médica do INSS.




Qual a renda mensal do benefício?


O valor da aposentadoria por invalidez é 100% do salário de benefício, caso o segurado não estivesse recebendo auxílio-doença.



Qual o valor do salário-de-benefício?

? Para os inscritos até 28/11/99 - o salário de benefício corresponderá à média aritmética simples dos 80% maiores salários de contribuição, corrigidos monetariamente, a partir do mês 07/94.


? Para os inscritos a partir de 29/11/99 - o salário de benefício corresponderá à média aritmética simples dos maiores salários de contribuição correspondentes a 80% de todo o período contributivo.


? Para o segurado especial que não tenha optado por contribuir o valor será de um salário mínimo.Se o segurado necessitar de assistência permanente de outra pessoa, a critério da perícia médica, o valor da aposentadoria por invalidez será aumentado em 25% a partir da data de sua solicitação.

Aposentadoria por Invalidez



Quem tem direito a Aposentadoria por Invalidez da Previdência Social?


Segurados acometidos de síndrome da deficiência imunológica adquirida - AIDS , alienação mental, cardiopatia grave, cegueira, contaminação por radiação, estado avançado de doença de Paget (osteíte deformante), doença de Parkinson, esclerose múltipla, espondiloartrose anquilosante, fibrose cística, hanseníase, hepatopatia grave, NEFROPATIA GRAVE, neoplasia maligna, tuberculose ativa e paralisia irreversível e incapacitante ou, com base em conclusão da medicina especializada, terá direito ao benefício, independente do pagamento de 12 contribuições, desde que tenha a qualidade de segurado.A comprovação da doença é feita por meio de laudo pericial emitido por serviço médico da União, dos Estados, do Distrito Federal ou dos Municípios.



Como conseguir a Aposentadoria por Invalidez da Previdência Social?


Segue os mesmos critérios do benefício Auxílio Doença, e é concedida ao segurado que pode estar ou não em gozo do auxílio-doença, estando o paciente incapacitado de retornar as suas atividades remuneradas.Não é concedida aposentadoria por invalidez ao segurado que, se ao filiar-se ao Regime Geral de Previdência Social, já era portador da doença ou da lesão que geraria o benefício, salvo quando a incapacidade decorreu de progressão ou agravamento dessa doença ou lesão. O segurado que estiver recebendo aposentadoria por invalidez, independente da idade, está obrigado a se submeter à perícia médica do INSS de dois em dois anos.



Qual a carência exigida?


Em caso de aposentadoria por invalidez decorrente de acidente de trabalho ou de qualquer natureza, o INSS não exige carência; no caso de aposentadoria por invalidez decorrente de outras causas, a carência é de 12 contribuições mensais. Havendo perda da qualidade de segurado, as contribuições anteriores a essa data só serão computadas depois que, a partir da nova filiação à Previdência Social, o segurado comprovar, no mínimo 04 contribuições (1/3) que somadas as anteriores totalize 12 contribuições.




Quando a aposentadoria por invalidez começa a ser paga?



Se o segurado estiver recebendo auxílio-doença, a aposentadoria por invalidez começará a ser paga a contar do dia imediato ao da cessação do auxílio-doença




Isenção do Imposto de Renda




Quem tem direito a isenção do Imposto de Renda ?


Segurados acometidos de síndrome da deficiência imunológica adquirida - AIDS , alienação mental, cardiopatia grave, cegueira, contaminação por radiação, estado avançado de doença de Paget (osteíte deformante), doença de Parkinson, esclerose múltipla, espondiloartrose anquilosante, fibrose cística, hanseníase, hepatopatia grave, NEFROPATIA GRAVE, neoplasia maligna, tuberculose ativa e paralisia irreversível e incapacitante . A comprovação da doença é feita por meio de laudo pericial emitido por serviço médico da União, dos Estados, do Distrito Federal ou dos Municípios.




Como conseguir a isenção do Imposto de Renda ?


A isenção do Imposto de Renda para portadores de insuficiência renal é regulamentada pelo Art. 6o da Lei 7713 de 22.12.88, alterada pela Lei 8541 de 23.12.92 e instrução normativa no 49 de 10.05.99, publicada no DOU de 11.05.89 item 4.






Quem tem Direito ao FGTS?




Tem direito a este benefício todos os trabalhadores regidos pela CLT a partir de 05/10/88, também os trabalhadores rurais, os temporários, os avulsos, os safreiros e os atletas profissionais.



Quais são as possibilidades de saque do FGTS?



? Demissão sem justa causa;


? Aposentadoria;


? Término de contrato;


? Suspensão do trabalho avulso:


? Falecimento do trabalhador;


? Necessidade pessoal urgente e grave, decorrente de desastre natural causado por inundações, etc, atingindo a casa do trabalhador;


? Ter o titular da conta vinculada idade igual ou superior a 70 anos;

? Quando o trabalhador ou o seu dependente estiver em estágio terminal, em razão de doença grave e possuir conta cujo saldo seja decorrente do complemento dos planos econômicos, quando formalizada a adesão até 30/12/2003.


? Quando o trabalhador ou o seu dependente for portador do vírus HIV;

? Quando o trabalhador ou o seu dependente for acometido de neoplasia maligna (câncer).



Quais os documentos para o trabalhador com idade igual ou maior a 70 anos solicitar o saque?



Carteira de trabalho ou outro documento que identifique a conta vinculada; documento de identificação com foto, que comprove a idade mínima de 70 anos do titular da conta; comprovante de inscrição no PIS/PASEP.





Paz e Saúde! Carla

Hemodiálise - Introdução Para Pacientes e Seus Familiares





HEMODIÁLISE

UMA INTRODUÇÃO PARA PACIENTES E SEUS FAMILIARES








Marcia Regina V. Fermi
Coordenadora de Enfermagem do Grupo Nefrocare – COREN 34.500
Postado com autorização da Nefrocare


Muitas pessoas, ao redor do mundo, possuem uma doença crônica: a perda permanente das funções de seus rins. Para sobreviver, todas elas precisam de algum tipo de Terapia Renal Substitutiva. A falência renal pode afetar qualquer pessoa e pode ocorrer a qualquer momento da vida. A doença normalmente progride de forma gradual. Os sintomas nem sempre são percebidos, até que realmente necessite de tratamento.

O QUE OS RINS FAZEM NORMALMENTE?

A maioria das pessoas possui dois rins, que estão localizados nas costas, na altura da última costela. Suas funções principais incluem regular o conteúdo de água do corpo e filtrar os resíduos do sangue. Eles fazem isto, produzindo a urina. Os rins também servem para muitos outros propósitos úteis. Por exemplo, eles produzem uma grande variedade de hormônios que ajudam a:

• Fabricar as células vermelhas do sangue, de forma que o oxigênio possa ser transportado por todo o corpo.
• Produzir Vitamina D na sua forma ativa, o que assegura que os ossos sejam mantidos fortes e sadios.
• Manter a pressão sanguínea sob controle.
• Portanto você pode ver que, quando os rins param de funcionar, o corpo pode ser afetado de diversas formas. A maioria das pessoas com falência renal sente-se mal antes de iniciar o tratamento. Os sintomas variam, porém podem incluir náuseas e vômitos, perda de apetite, coceira na pele, cansaço, inchaço nas mãos e tornozelos e freqüentes distúrbios de sono.

O QUE É A HEMODIÁLISE?

A hemodiálise é um tipo de tratamento que substitui a função do rim através da filtração artificial do sangue. Através da hemodiálise são retiradas do sangue substancias que quando em excesso trazem prejuízos ao corpo, como a uréia, potássio, sódio e água.

COMO É FEITA A HEMODIÁLISE?

A hemodiálise é feita em hospitais ou clínicas por profissionais devidamente capacitados, sob coordenação do Nefrologista e Enfermeiro. Na hemodiálise a circulação é extracorpórea (fora do corpo). O sangue é retirado do paciente através de um acesso vascular com ajuda de uma bomba, passa por dentro de um filtro chamado dialisador capilar (membrana artificial), que em contato com a solução de diálise preparada na máquina, proverá a filtração do sangue. A remoção dassubstancias tóxicas e excessos de líquidos saem do sangue, atravessam o dialisadorcapilar e depois de purificados retornam limpo para o paciente através do acesso vascular.

Lembre-se: nunca falte a uma sessão de hemodiálise. Quando você deixa de fazer a diálise você pode estar arriscando sua vida. A máquina de diálise é sua aliada.
Pergunte ao seu médico ou para a enfermagem como funciona a máquina, pois quanto maior seu conhecimento, maior será sua confiança e melhores os resultados do seu tratamento.

QUANTO TEMPO DURA A HEMODIÁLISE?

Em geral, a hemodiálise é feita três vezes por semana, com duração de quatro horas. Podem existir variações neste tempo de acordo com o tamanho e a idade do paciente, assim como em mulher grávida. Adultos de grande porte podem necessitar de um tempo maior. É o médico quem determina a quantidade de hemodiálise que cada paciente precisa, de acordo com o estado de atividade do corpo, da alimentação e ingestão de líquidos.

Não perca tempo: aproveite o tempo da sessão de diálise para ler, escrever, assistir televisão ou simplesmente dormir um pouquinho.

PODEM SURGIR PROBLEMAS DURANTE A HEMODIÁLISE?

É bastante comum sentir cãibras musculares e queda rápida da pressão arterial (hipotensão) durante a sessão de hemodiálise. Esses problemas acontecem, principalmente, em conseqüência das mudanças rápidas no equilíbrio dos líquidos e do sódio. A hipotensão pode fazer com que você sinta fraqueza, tonturas, enjôos ou mesmo vômitos. Você poderá evitar muitas complicações se seguir à dieta recomendada, tomar poucos líquidos e tomar seus remédios nos horários corretos.

Durante a sessão de hemodiálise, o médico ou a equipe de enfermagem deve ser comunicado caso você não esteja se sentindo bem, para que receba o tratamento necessário rapidamente.

O QUE É PESO SECO?

O peso seco é o seu peso ideal, com o qual você deve estar sentindo-se bem, sem inchaços, com pressão arterial normal. Este peso deve ser atingido ao término de cada sessão de hemodiálise. Quando se ingere muita água ou outros líquidos entre as sessões de hemodiálise, o seu peso pode ficar muito acima do peso seco e, além do inchaço, você pode sofrer intensa falta de ar, antes de chegar o momento de uma nova diálise. Para perder todo o peso durante a sessão você estará sujeito a cãibras, queda acentuada da pressão arterial, náuseas, vômitos e mal estar.
Você se sentirá bem melhor se seguir à risca as determinações de seu médico quanto ao seu peso ideal.

A FÍSTULA ARTÉRIO- VENOSA

Para fazer hemodiálise é necessário um fácil acesso à sua corrente sanguínea para que o sangue possa circular até o dialisador capilar e retorne ao corpo. Este acesso é chamado de fístula artério-venosa (FAV). A fístula é uma ligação entre uma artéria com uma veia através de uma cirurgia. A dilatação da veia permite que agulhas de grande calibre possam ser inseridas, permitindo um fluxo de sangue adequado para a realização da diálise. Durante a sessão de hemodiálise duas agulhas são inseridas no paciente. Uma agulha que devidamente conectada a um equipo de sangue arterial permitirá a saída do sangue e entrada no dialisador capilar, retornando depois de filtrado pelo equipo de sangue
venoso, conectado a agulha venosa e esta, ao paciente.

O acesso vascular FAV da hemodiálise é a linha da vida do paciente, portanto, são necessários cuidados para sua preservação e manutenção. Uma fístula bem cuidada pode durar anos!!!

Siga os cuidados e orientações abaixo:

• Manter o local sempre limpo, lavando sempre com água e sabonete. Isto evita infecções que podem inutilizar a fístula. Qualquer sinal de inchaço e/ou vermelhidão deve ser comunicado imediatamente ao médico ou à equipe de enfermagem.
• Faça exercícios com a mão e o braço onde está localizada a fístula, isto faz com que os músculos do braço ajudem no amadurecimento da fístula.
• Evite carregar pesos ou dormir sobre o membro da FAV, pois a pressão sobre ela pode interromper seu fluxo.
• Não usar relógios e roupas apertadas que restrinjam o movimento e podem provocar traumas na FAV
• Não permita a retirada de sangue ou uso de medicamentos nas veias no braço da fístula, a não ser que seu médico autorize. As retiradas de sangue podem criar coágulos no interior do vaso e interromper seu fluxo e os medicamentos podem irritar as paredes das veias.
• Não permita as verificações de pressão no braço onde esta localizada a fístula, pois o fluxo de sangue pode ser interrompido.
• Caso aconteçam hematomas (manchas roxas) após uma punção, use compressas de gelo no dia, e água morna nos dias seguintes, conforme a recomendação médica ou da enfermagem.
• É sempre bom evitar as punções repetidas em um mesmo local da fístula, para que não se formem cicatrizes que dificultam as próximas punções.
• Tenha o hábito de palpar seu pulso na região da fístula para sentir o fluxo de sangue passando. Caso perceba que o fluxo está muito fraco, diferente do costumeiro ou que parou completamente, procure auxilio médico imediatamente, pois este é um sinal de mau funcionamento ou perda da fístula.

ACESSO TEMPORÁRIO – CATETER

O acesso temporário é utilizado em situações emergenciais ou durante o período de maturação da fístula artério-venosa.O acesso temporário pode ser instalado nas veias de grande calibre. O local onde o cateter foi instalado deve ser manter sempre limpo e seco. Somente a equipe de enfermagem pode fazer os curativos do cateter. O local do cateter se for molhado pode causar uma grande infecção. Portanto, se o curativo molhar o paciente deve procurar o serviço de hemodiálise imediatamente.
Por isso, é absolutamente imprescindível que cada paciente siga as instruções de seu médico.

O SUCESSO DA TERAPIA DEPENDE DE VOCÊ

Rins sadios trabalham 24 horas por dia, 7 dias por semana, para remover impureza do sangue. A hemodiálise não pode substituir completamente a função dos rins, portanto é vital que os pacientes sempre compareçam às sessões de Hemodiálise, mesmo que eles não se sintam dispostos para sair. A hemodiálise com o passar do tempo, se tornará rotina, no entanto é possível continuar trabalhando e manter uma vida familiar e social ativa. A falência renal pode muitas vezes causar dificuldades com as atividades sexuais e sociais. É importante buscar ajuda discutir o problema com seu parceiro, amigos e com a equipe da clínica.
Como em qualquer doença crônica, podem existir momentos que os pacientes achem difícil de suportar. Conviver com a Hemodiálise pode ser estressante e muitos pacientes podem ocasionalmente se sentir ressentidos com seu tratamento. O mais importante é lembrar que você não esta sozinho. Existem muitas pessoas prontas para dar suporte e orientações, tanto a você, bem como, para seus familiares.

CUMPRA TODAS AS SESSÕES DE HEMODIÁLISE

TOME SOMENTE A MEDICAÇÃO PRESCRITA, NA DOSE E NOS HORÁRIOS INDICADOS

ALIMENTE-SE BEM RESPEITANDO A DIETA INDICADA PELA
NUTRICIONISTA

TIRE SUAS DÚVIDAS COM A EQUIPE MÉDICA E DE ENFERMAGEM
CONTE SEUS PROBLEMAS PARA A PSICÓLOGA E ASSISTENTE SOCIAL

SE INFORME SOBRE O HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO DO SERVIÇO


DIREITOS DOS PACIENTES

Todo paciente tem direito:

• Horário garantido dentro do turno inscrito;
• Transporte coletivo público;
• Medicamento de alto custo, concedidos gratuitamente pelo SUS;
• Realizar exames laboratoriais mensais;
• Acompanhamento com médico nefrologista;
• Acompanhamento com equipe multidisciplinar: Enfermagem, Assistente Social, Nutricionista e Psicóloga;
• Inscrição ao transplante, desde que atenda as condições clínicas para entrar na fila única do transplante;
• Ser respeitado por todos os funcionários, médicos, outros pacientes e
· colaboradores da clínica;
• Lanche durante a sessão de hemodiálise (estabelecido pela nutricionista que sabe avaliar o que é melhor para os pacientes);
• Realizar hemodiálise trânsito (viajar para outras cidades), desde que avise com antecedência de 20 dias e que exista vaga no serviço da cidade destino de sua viagem;

DEVERES DOS PACIENTES

Todo paciente tem o dever:

• Respeitar os horários dos turnos e ser pontual;
• Avisar com antecedência de um dia em casa de falta, com motivos justificados;
• Cumprir os horários com transporte coletivo;
• Dialisar 4 horas em cada sessão (ou menos tempo de acordo com a prescrição médica);
• Respeitar os funcionários de todas as áreas;
• Não solicitar compra de quaisquer alimentos aos funcionários. Os mesmos não estão autorizados a saírem das dependências da clínica para atenderem solicitações de pacientes;
• Proibida a entrada de acompanhantes de pacientes na sala de diálise, sem autorização prévia;
• Usar o telefone da clínica para ligações particulares. Somente em caso de urgência e com autorização;
• Poltronas, máquinas de diálise, bancos, livros são de utilização de todos, portanto, cuidar bem. É seu patrimônio;
• Colaborar com a limpeza e ordem da clínica;
• Respeitar os colegas

Marcia Regina V. Fermi
Coordenadora de Enfermagem do Grupo Nefrocare – COREN 34.500




Paz e Alegria, Carla

domingo, 21 de fevereiro de 2010

Estatísticas no Brasil e no Mundo - Doença Renal







Conheça as estastísticas no Brasil e no Mundo segundo ISN e IFKF





BRASIL







* 2 milhões de brasileiros sofrem de doenças renais e cerca de 60% não sabem que têm o problema;






* Dos 120 mil brasileiros que precisam fazer hemodiálise, apenas 70 mil estão em tratamento;






* Em 2006, a hemodiálise consumiu R$ 1,33 bilhões da verba da Saúde;






* 47% dos pacientes em diálise estão na fila do transplante renal;






* 25% dos pacientes em diálise são diabéticos;






* O número de pacientes em diálise cresceu 9,9% em 2006, em relação a 2005;






* Em 2006, morreram 12 mil pacientes em diálise;






* Estima-se que em 2010 o número de pacientes em diálise no Brasil seja de 125 mil.






MUNDO







* 500 milhões de pessoas sofrem de problemas renais no mundo;






* 1,5 milhão de pessoas estão em diálise no mundo e este número deve dobrar nos próximos anos;






* 1 em cada 10 pessoas no mundo sofre de Doença Renal Crônica;






* Pacientes com DRC têm 10 vezes mais riscos de morte prematura por doenças cardiovasculares;






* 12 milhões de pessoas no mundo morrem por ano de doenças cardiovasculares relacionadas à Doença Renal Crônica;






* O custo cumulativo global para diálise e transplantes para a próxima década deve exceder US$1 trilhão;






*Mais de 80% dos pacientes que fazem diálise estão nos países desenvolvidos. Em países como Índia e Paquistão, menos de 10% dos pacientes que precisam recebem algum tipo de terapia e na África há acesso reduzido, ou não há acesso ao tratamento e as pessoas acabam indo a óbito;






* O impacto econômico da DRC nos países desenvolvidos é grave, porque normalmente a doença atinge pessoas em idade produtiva. Por exemplo, na Guatemala, 40% dos pacientes em diálise têm menos de 40 anos de idade;






* Na China, haverá uma perda de US$ 558 bilhões na próxima década pelos efeitos da morte e da invalidez atribuídas às doenças renais e cardiovasculares.




World Kidney Day is an initiative of the International Society of Nephrology and the International Federation of Kidney Foundations






fonte: postado com autorização da neforcare/ www.nefrocare.com.br




Que o senhor abenções hoje e sempre!




Carla




  • Não use o seu dia para reviver o dia de ontem. Diga: eu vou seguir hoje confiante em Jesus!





  • "Não somos seres humanos passando por uma experiência espiritual, somos seres espirituais passando por uma experiência humana." Serapis

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Meu Jardim

Vander Lee



Tô relendo minha lida, minha alma, meus amores

Tô revendo minha vida, minha luta, meus valores

Refazendo minhas forças, minhas fontes, meus favores

Tô regando minhas folhas, minhas faces, minhas flores

Tô limpando minha casa, minha cama, meu quartinho

Tô soprando minha brasa, minha brisa, meu anjinho

Tô bebendo minhas culpas, meu veneno, meu vinho

Escrevendo minhas cartas, meu começo, meu caminho

Estou podando meu jardim

Estou cuidando bem de mim.



Aproveite o começo do ano que é um período mais tranquilo para fazer uma limpeza e/ou faxina nas gavetas do seu interior recicle, aprimore, releia as atitudes,ajudar o próximo, perdoar sempre e amar todos os dias. Vamos ficar mais leve para a vida. bjs,

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Recomeçar

Este blog tem o intuito de ajudar e esclarecer dúvidas sobre Doença Renal,Insuficiência Renal Crônica - IRC e Hemodiálise partindo de uma experiência de quase 09 anos com meu pai ajudando principalmente os pacientes e acompanhantes tendo uma linguagem simples e compreensiva mas, tudo que for postado aqui for comente com sua equipe e siga as orientações dos médicos, nutricionistas, enfermeiros e todos por ventura que estejam envolvidos no processo e / ou tratamento.




Carla