quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

LIPÍDEOS


Lipídeos significa para gordura no sangue. As gorduras fazem parte de cada célula do organismo.


Incluem colesterol e triglicerídeos, substâncias produzidas pelo organismo ou absorvidas dos alimentos.


O organismo utiliza o colesterol para formar as paredes das células e produzir certas vitaminas e hormônios. Os triglicerídeos são utilizados em forma de gordura armazenada, que nos mantém aquecidos, protege os órgãos e fornece reservas de energia.


O colesterol e os triglicerídeos são transportados pelo sangue, mas só conseguem se locomover se forem carregados, e são as lipoproteínas (lipo significa gordura) que desempenham essa função, sendo essa razão para que sejam denominadas lipídeos.


Os tipos de Lipídeos são:


Lipoproteína de baixíssima intensidade (VLDL).O VLDL transporta triglicerídeos, colesterol e outras gorduras. Deposita os triglicerídeos e outras gorduras no tecido adiposo e depois transforma-se em LDL.


Lipoproteína de baixa intensidade (LDL). O LDL transporta o colesterol para as partes do organismo que necessitam dele. Ao longo do caminho, ele vai aderindo às paredes dos vasos sanguíneos, o que pode levar à aterosclerose ou endurecimento das artérias. Quanto menos LDL no sangue,melhor.


Lipoproteína de alta intensidade (HDL). O HDL leva o colesterol das paredes dos vasos para o fígado, que o quebra e o elimina do organismo.

Quanto mais HDL no sangue melhor.

As pessoas com diabetes geralmente têm altas taxas de lipídeos, o que aumenta o risco de doença cardíaca, infarto e derrame. Para reduzir o risco, é bom tentar saber como estão essas taxas.


As Taxas Mais Saudáveis de Lipídeos


•• Colesterol total inferior a 200mg/dl •• Colesterol LDL inferior a 100mg/dl •• Colesterol HDL superior a 40mg/dl para homens e superior a 50mg/dl para mulheres. •• Triglicerídeos inferiores a 150mg/dl Se suas taxas de lipídeos se comparam a essas, ótimo! Caso contrário, siga os seguintes passos: Como Melhorar as Taxas de Lipídeos
  • Primeiro, controle a diabetes. Isto significa manter a glicemia dentro dos limites indicadospelo médico. Com a diabetes descontrolada, fica mais difícil melhorar as taxas de lipídeos.
  • Emagreça, se precisar. O excesso de peso dificulta o controle glicêmico e pode elevar o colesterol total. Além disso, emagrecer eleva o bom colesterol HDL.
  • Comece a reduzir o consumo de gordura saturada. O fígado utiliza a gordura consumida para produzir VLDL. Quanto mais gordura for consumida, maior será a quantidade de VLDL produzida pelo fígado. Mais VLDL significa mais colesterol LDL prejudicial.
  • Substitua as gorduras saturadas (manteiga, banha) por gorduras monoinsaturadas (óleos de canola, oliva). As gorduras elevam o LDL e as taxas de colesterol total. As monoinsaturadas as baixam.
  • Consuma menos alimentos ricos em colesterol, que incluam miúdos, como fígado, e gema de ovo. Se você tiver hábito de comer ovos todos os dias, reduza para três ou quatro por semana. Outra possibilidade é utilizar apenas as claras.
  • Consuma alimentos ricos em fibras. A fibra solúvel remove o colesterol do organismo. Aveia, feijões, ervilhas, frutas frescas e arroz integral são ótimas escolhas.
  • Saia para uma caminhada acelerada, jogging, natação e esqui elevam o bom colesterol HDL. Descubra exercícios que goste de praticar.
  • Se você for fumante, reduza ou deixe o cigarro. O fumo diminui o HDL.
  • Tome a medicação receitada pelo médico.
Faça um exame de lipídeos pelo menos uma vez por ano ou com mais frequência se assim for recomendado pelo médico.

fonte:www.anad.org.br/revista- nº87- nov/dez/2011

Potência da Insulina


As insulinas são apresentadas na forma líquida.. É importante usar uma seringa compatível com a potência da insulina. Se por exemplo, a insulina tiver 100 unidades por ml, use uma seringa que comporte

100 unidades por ml.


Armazenamento da Insulina

Os fabricantes de insulina aconselham a guardar a insulina sob refrigeração antes da abertura do frasco.

Não se deve guardá-la no congelador nem deixá-la esquentar no sol, pois temperaturas extremas podem destruí-la. A opinião da maioria dos médicos é de que o frasco de insulina em uso pode ser deixado em temperatura ambiente por até um mês.


Insulina e Segurança


Verifique o prazo de validade antes de abrir o frasco de insulina. Se estiver expirado, não a utilize. Se a data estiver dentro do prazo, observe a insulina dentro do frasco. Se estiver observando insulina aspart, lipro, glargina ou regular, ela deve estar límpida,

sem partículas ou coloração. Se estiver observando insulina NPH, lenta ou ultra lenta a aparência deve ser turva, mas sem partículas ou cristais.

Se a insulina não tiver a aparência devida, devolva o frasco fechado no lugar de aquisição e peça uma troca ou reembolso.


Terapia Insulínica


Seu médico definirá os tipos de insulina a tomar, a quantidade e os horários. É importante que esse plano seja rigorosamente seguido. Você pode seguir

um plano padrão ou intensivo.

A terapia padrão consiste de uma ou duas injeções diárias de doses idênticas, aplicadas sempre na mesma hora. Geralmente, a aplicação ocorre pela manhã

e à noite.

A terapia padrão pode dar certo ou deixar a glicemia alta demais, mas não costuma provocar níveis glicêmicos gravemente elevados ou baixos.

A terapia insulínica intensiva consiste de três ou mais injeções diárias ou a utilização de uma bomba de insulina. A dose é modificada para se adequar aos resultados dos testes glicêmicos, à quantidade de alimentos que a pessoa pretende consumir ou aos exercícios ou atividades físicas que irá fazer.

A terapia intensiva tem por objetivo manter a taxa glicêmica bem próxima à normal. Como a glicemia fica mais baixa, as chances de ocorrer hipoglicemia grave são maiores. Existe também a possibilidade de

um certo ganho de peso.

Converse com sua equipe de apoio sobre a melhor escolha de terapia insulínica para o seu caso. A melhor terapia é a que o ajudar a satisfazer suas metas glicêmicas e de A1C.