sábado, 31 de dezembro de 2016

Válvulas Cardíacas implantadas sem intervenção cirúrgica

http://cdn.bancodasaude.com/press/
Quinta, 29 de Dezembro de 2016



Fonte de imagem: YouTube
O Centro de Referência Nacional para as Cardiopatias Congénitas do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) realizou com êxito mais duas implantações de válvulas cardíacas em posição pulmonar por via percutânea.
"Esta técnica permite, em casos bem selecionados e após apreciação em reunião médico-cirúrgica, com critérios muito rigorosos, colocar válvulas biológicas no coração de doentes, sem qualquer intervenção cirúrgica", explicou à agência Lusa o médico Eduardo Castela, diretor daquele centro e também do Serviço de Cardiologia Pediátrica.
Segundo o especialista, esta técnica é realizada através de punção com agulha de uma veia femoral, que permite a introdução de cateteres adequados ao procedimento, que acaba por ser muito mais rápido e menos dispendioso do que a tradicional cirurgia.
O cirurgião António Marinho da Silva, que chefiou a equipa responsável pela implantação das válvulas, referiu que os dois doentes, de 17 e 25 anos, já tinham sido operados em criança à artéria pulmonar, com a aplicação de uma prótese humana (enxerto de fragmentos de cadáver).
"O enxerto humano acaba por calcificar e obstruir a artéria que leva o sangue aos pulmões, tornando-a disfuncional. Esta técnica vem dispensar que sejam operados de novo", disse o médico.
António Marinho da Silva explicou ainda que se tratam de válvulas biológicas "que não causam rejeição e que se aguentam décadas", ultrapassando os 20 anos sem qualquer problemas.
Por outro lado, segundo o especialista, esta técnica evita a cirurgia, que é uma solução mais cara e que obriga o doente a, pelo menos, uma semana de internamento no hospital.
No caso da implantação das válvulas cardíacas em posição pulmonar por via percutânea, os pacientes têm alta dois dias depois após o procedimento médico, retomando a sua vida diária sem qualquer limitação.
Esta intervenção envolveu os Serviços de Cardiologia-Pediátrica, de Cardiologia A e de Anestesiologia do CHUC e foi realizado por uma equipa de médicos nacionais e internacionais, de enfermagem e técnicos hospitalares, chefiada por António Marinho da Silva.

obs. conteúdo meramente informativo procure seu médico
abs
Carla
http://www.bancodasaude.com/noticias/valvulas-cardiacas-implantadas-sem-intervencao-cirurgica/


sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

Atualidades Eles colocaram a creche dentro do asilo e isso mudou a vida de todos

http://www.revistapazes.com/content/uploads/2016/12/“Idosos são crianças grandes que não perdem a inocência e ainda ganham com a experiência”.

O que crianças podem oferecer aos idosos? Uma casa de repouso em Seattle, nos Estados Unidos, a Providence Mount St. Vincent, quis saber como seria a integração dos dois extremos da vida. E parece que o programa “The Intergenerational Learning Center” (ILC), Centro de Aprendizagem Intergeracional, em tradução livre, está dando muito certo.
A creche, que recebe crianças com idade entre seis semanas até a pré-escola com cinco anos, fica no mesmo prédio da casa de repouso que conta com 400 idosos. O convívio entre eles é de emocionar-se. As atividades dos pequenos são feitas em conjunto com os idosos supervisionados pelos professores.
O programa, além de ensinar as crianças sobre o envelhecimento, quer criar uma sensibilidade em como conviver com pessoas com deficiências ou movimentos limitados.
No outro lado da história estão os idosos que também saem ganhando com o convívio diário. De acordo com estudos realizados pelo ILC, 43% dos idosos têm uma experiência social de isolamento que pode levar a solidão, depressão, declínio mental e físico. E o que as crianças têm levado a eles é o oposto: diversão, alegria e um sentimento de que não foram esquecidos e que ainda têm muito para ensinar.
obs. conteúdo meramente informativo procure seu médico
abs
Carla
http://www.revistapazes.com/eles-colocaram-a-creche-dentro-do-asilo-e-isso-mudou-a-vida-de-todos/

Doença de Alzheimer: descoberta Potencialidade de uma Proteína

Segunda, 26 de Dezembro de 2016

http://cdn.bancodasaude.com/press/
Fonte de imagem: Trendymen
Uma equipa internacional de investigadores, que inclui o português Sandro Alves, descobriu as potencialidades de uma proteína no tratamento da doença de Alzheimer, dá conta um estudo publicado na revista “Brain”. 
A proteína em causa é a interleucina-2, que estimula os linfócitos T reguladores, um tipo de leucócitos responsáveis pela defesa do organismo contra agentes agressores, e "cuja função é controlar a inflamação, que contribui para a degenerescência", como a doença de Alzheimer, explicou à agência Lusa Sandro Alves.
Segundo o investigador, a interleucina-2, que "revelou uma eficiência terapêutica no cancro e nas doenças autoimunes, pode ter um potencial para tratar doenças degenerativas como a de Alzheimer".
Os cientistas induziram, em ratinhos geneticamente modificados, e com a doença, a expressão da proteína e verificaram que os roedores melhoraram a sua memória, de curto e longo prazo, após serem submetidos a testes comportamentais.
Posteriormente, foi detetado nos cérebros dos ratinhos, após a sua morte, "uma ligeira diminuição" do número de placas amiloide que são típicas da doença de Alzheimer. Simultaneamente verificou-se a ativação de uma população de células do cérebro, os astrócitos, que têm a capacidade de remover as placas amiloide.
O estudo apurou também que a administração da interleucina-2 conduziu à ativação da expressão dos linfócitos T reguladores no cérebro. 
Um outro sintoma da doença de Alzheimer é, segundo Sandro Alves, uma "certa deficiência" nas sinapses, ou seja, nas "conexões entre neurónios".
Num segundo grupo de ratinhos geneticamente modificados, os investigadores observaram, mediante testes de eletrofisiologia (análise das propriedades elétricas nas células), que, após a 'injeção' de interleucina-2, as sinapses dos animais melhoraram em termos da sua estrutura e função.
Por último, os cientistas também analisaram a expressão da proteína em tecidos cerebrais de pacientes que morreram com a doença de Alzheimer e de causas naturais, e constataram que a proteína se encontrava "diminuída em cerca de 50%" nos doentes de Alzheimer.
obs. conteúdo meramente informativo procure seu médico
abs
Carla
http://www.bancodasaude.com/noticias/doenca-de-alzheimer-descoberta-potencialidade-de-uma-proteina/

Depressão pode influenciar resultados de tratamento oncológico

http://cdn.bancodasaude.com/press/
Quarta, 28 de Dezembro de 2016 
Fonte de imagem: Depression
A resposta à quimioterapia pode ser influenciada pelos níveis de uma proteína associada à depressão, revela um estudo apresentado no congresso asiático da Sociedade Europeia de Oncologia Médica (ESMO), que se encontra a decorrer em Singapura entre 16 e 19 de dezembro.
Um estudo levado a cabo por cientistas chineses identificou níveis diminuídos do fator neurotrófico derivado do cérebro (BDNF, sigla em inglês) no sangue de pacientes oncológicos com depressão. Segundo a ESMO, em informação veiculada no seu sítio na Internet, a BDNF é fundamental para a saúde cerebral e níveis diminuídos desta proteína foram já associados a doença mental.
Sendo que muitos pacientes oncológicos apresentam um estado de humor deprimido, os cientistas que desenvolveram este estudo procuraram descobrir de que forma a depressão influencia os resultados clínicos de pacientes com cancro pulmonar avançado.
Para tal, foram recrutados 186 pacientes diagnosticados recentemente com cancro e que se encontravam a realizar quimioterapia. De forma a avaliar a saúde mental dos participantes, os cientistas analisaram os níveis de depressão dos pacientes no dia anterior ao início do tratamento. Além de informação sobre depressão, foi também recolhida informação sobre qualidade de vida, sobrevida em geral, entre outra. Desta forma, foi possível comparar esta informação com a pontuação obtida relativamente ao humor dos pacientes.
Os resultados demonstraram que os pacientes mais deprimidos eram aqueles cujo cancro se tinha disseminado para outros órgãos e que tal facto diminuída drasticamente a sua tolerância à quimioterapia. A depressão, nestes casos, foi associada a vómitos, diminuição de leucócitos e internamento mais prolongado. Os casos de depressão grave foram ainda associados a menor tempo de vida do paciente com a doença sem que esta piorasse.
De acordo com a informação da ESMO, o estudo revelou que a BDNF aumentava claramente o número de células tumorais destruídas pela quimioterapia e que pacientes com depressão grave apresentavam níveis mais baixos desta proteína, pelo que o seu organismo não se apresentava tão eficaz a combater o cancro, diminuindo as possibilidades de estes sobreviverem à doença.
Yufeng Wu, autor principal do estudo e investigador da Universidade de Zhengzhou, considera fundamental que os médicos “prestem mais atenção ao estado de humor e emocional dos pacientes”, uma vez que, adianta, “a depressão pode reduzir os efeitos da quimioterapia e a BDNF desempenha um papel importante neste processo”.
Ravinda Kanesvaran, da Escola de Medicina Duke-NUS, em Singapura, em comentário aos resultados desta investigação considera que estes “poderão possivelmente indicar novos caminhos para tratar a depressão nestes pacientes, o que, por sua vez, poderá prolongar as suas vidas”. Contudo, o cientista alerta para a necessidade de se realizarem mais estudos com o intuito de identificar o efeito de diferentes fármacos antidepressivos nos níveis de BDNF.
obs. conteúdo meramente informativo procure seu médico
abs
Carla
http://www.bancodasaude.com/noticias/depressao-pode-influenciar-resultados-de-tratamento-oncologico/

Novas luzes sobre perda de capacidade de regeneração pulmonar associada à DPOC

Quarta, 28 de Dezembro de 2016
http://cdn.bancodasaude.com/press/Fonte de imagem: TVSANTA
Cientistas alemães lançaram novas hipóteses relativamente aos mecanismos subjacentes à perda de capacidade de reabilitação pulmonar em pacientes com doença pulmonar obstrutiva crónica (DPOC), revela um estudo publicado no “Journal of Experimental Medicine”.
A DPOC começa normalmente por se manifestar através de tosse crónica e, devido ao estreitamento das vias aéreas, progride frequentemente para enfisema pulmonar. Esta condição conduz a uma expansão e danificação irreversível dos alvéolos pulmonares.
De acordo com a notícia divulgada na página da Internet do HelmholtzZentrum München, os cientistas deste centro de investigação alemão de Munique dedicado à saúde ambiental, em conjunto com o Centro Alemão para a Investigação Pulmonar (DZL, sigla alemã), acreditam que a produção excessiva da molécula Wnt5a é responsável pela interrupção da via sinalização Wnt/beta-catenina, que se encontra envolvida na reparação das células pulmonares.
“A nossa hipótese de partida era que a relação entre os diferentes mensageiros Wnt não se encontrava equilibrada na DPOC”, revela Hoeke Baarsma, primeiro autor do estudo. Como tal, os investigadores procuraram identificar possíveis sinais de interferência e descobriram que, tanto no modelo pré-clínico como no tecido dos pacientes, a molécula Wnt5a se encontrava aumentada e ocorria numa forma alterada. De acordo com os cientistas, os estímulos que normalmente provocam uma reação na DPOC, como o fumo de cigarro, conduzem também ao aumento da produção da Wnt5a e à consequente alteração no mecanismo de reparação pulmonar.
Seguidamente, os cientistas, liderados por Melanie Königshoff, identificaram a origem da alteração da sinalização: “Esta é produzida por determinadas células no tecido conjuntivo, os denominados fibroblastos”, revela Baarsma.
Quando as células epiteliais pulmonares foram tratadas com a Wnt5a derivada de fibroblastos, as células perderam a sua capacidade de regeneração. No entanto, quando os cientistas utilizaram anticorpos para atacar a Wnt5a em dois modelos experimentais, foram capazes de abrandar a destruição das células pulmonares e manter melhor a função pulmonar.
De acordo com Königshoff estes resultados demonstram que a sinalização Wnt/beta-catenina é interrompida pelo ligando Wnt5a. “Este é um mecanismo completamente novo em associação com a DPOC e poderá conduzir a novas abordagens terapêuticas, que são urgentemente necessárias para o tratamento”, explica a cientista.
obs. conteúdo meramente informativo procure seu médico
abs
Carla
http://www.bancodasaude.com/noticias/novas-luzes-sobre-perda-de-capacidade-de-regeneracao-pulmonar-associada-a-dpoc/

O PULMÃO DIABÉTICO

http://www.tiabeth.com/wp-content/uploads/2016/12/É bem sabido que a diabetes pode afetar o nosso coração e rim. No entanto, além deles, há outra parte do nosso corpo que também pode ser afetada negativamente pela diabetes, que são nossos pulmões. Comer alimentos gordurosos e viver um estilo de vida nada saudável pode afetar negativamente os pulmões, e se você é diabético esses efeitos são mais proeminentes. Além disso, as pessoas com diabetes são mais propensas a ter determinadas doenças pulmonares do que as pessoas sem diabetes. A diabetes também tem um impacto sobre a função pulmonar.
De acordo com um estudo publicado na revista Diabetes Care, os adultos, tanto com diabetes tipo 1 ou tipo 2, são 8% mais propensos a ter asma, 22% mais propensos a ter doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC), 54% mais propensos a ter fibrose pulmonar, e quase duas vezes mais probabilidade de ter sido hospitalizado por pneumonia.
diabetes quando descontrolado enfraquece sua imunidade, tornando-o mais suscetível a infecções como pneumonia. Além da diabetes não controlada, problemas renais, hepáticos ou cardíacos, assim como asma ou fibrose cística, todos podem aumentar o risco de contrair pneumonia. A DPOC é uma limitação de ar, devido ao inchaço, inflamação e subsequente formação de cicatrizes nos pulmões.
As pessoas com diabetes tipo 1, principalmente, devido ao sistema imunológico, se tornam mais suscetível ao resfriado, gripe ou outra doença transmissível. Elas ainda necessitam de mais tempo para se recuperar. Isso pode ter um efeito significativo sobre os níveis de açúcar no sangue e na gestão global do diabetes.
Se você tem diabetes tipo 2, você tende a ter de 3% a 10% menor volume pulmonar do que os adultos que não têm a doença. Uma função pulmonar reduzida geralmente não causa grande problema. No entanto, se você é obeso, fuma ou tem doença pulmonar, pode ser uma situação problemática. Especialistas sugerem que é a inflamação a culpada por tudo isso. Diabéticos podem ter elevado nível de compostos inflamatórios. Um estudo publicado na Diabetes Care descobriu que marcadores elevados de inflamação estavam ligados à baixa função pulmonar.
Se você é diabético e tem qualquer dificuldade para respirar livremente, você deve conversar com seu médico. Tente manter o nível do seu açúcar no sangue sob controle para ter uma boa função pulmonar.
Referência:
  1. https://www.diabetes.co.uk/diabetes-complications/lung-conditions.html
 obs. conteúdo meramente informativo procure seu médico
abs
Carla

quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Teste de £ 24 pode diagnosticar câncer e Parkinson com 86% de precisão

December 21, 2016 - Na Grécia Antiga, os médicos diagnosticaram pacientes ouvindo seus estômagos resmungarem, cheirando a respiração e até provando seu suor.

Agora os cientistas modernos descobriram que tinham a idéia certa, depois de detectar doenças como o câncer de ovário e Parkinson com 86% de precisão pela maneira como respira e cheira.
O princípio é baseado na maneira em que os cães podem farejar o câncer na respiração de seus donos.

Mas pesquisadores liderados pelo Instituto de Tecnologia de Israel usaram nanopartículas de ouro ao invés disso, que reagem a 13 produtos químicos diferentes que exalamos quando estamos doentes.

O teste de respiração, que custa tão pouco quanto £ 24, foi encontrado para funcionar, bem como o nariz de um cão quando tentou em mais de 1.400 pacientes.

Licenciado já e potencialmente disponível para os médicos a usar em cinco anos, também diagnosticou corretamente esclerose múltipla, pré-eclampsia em mulheres grávidas e oito tipos distintos de câncer.

O autor principal, o professor Hossam Haick, disse: "Descobrimos que, assim como cada um de nós tem uma única impressão digital, cada uma das doenças que estudamos tem uma impressão de respiração única, uma" assinatura "de componentes químicos.

"Temos um dispositivo que pode discriminar entre eles, que é elegante e acessível.

"Pacientes que podem ter medo de ter um procedimento como uma colonoscopia não terá medo de um teste de respiração, e poderia ser usado para analisar pessoas saudáveis.

Hipócrates, filósofo e médico grego antigo, considerado o "pai da medicina", disse a seus alunos há mais de 2.000 anos para "cheirar a respiração de seus pacientes" por indícios de doenças como diabetes, o que faz com que cheire bem, e falha no rim, sugerindo fazê-lo cheirar como urina.

Os cães de detecção médica, entretanto, podem detectar pequenas concentrações de odor, o equivalente a uma colher de chá de açúcar em duas piscinas de tamanho olímpico, em amostras de respiração de pessoas com câncer.

O câncer de ovário e Parkinson pode ser detectado com 86 por cento de precisão pela maneira como a respiração de alguém cheira, sugere uma nova pesquisa.

Para o estudo o mais atrasado, os cientistas usaram uma caixa 3D-printed que contem partículas minúsculas do ouro que mudam sua resistência dependendo de produtos químicos na respiração.

Professor Haick disse: "A inspiração para este dispositivo era o nariz de um cão porque os cães podem ser treinados para reconhecer o cheiro de uma doença na respiração de alguém e distingui-la de uma pessoa saudável.

QUAIS SÃO AS DOENÇAS?

Os 17 doenças pesquisadas, lideradas pelo Israel Institute of Technology, testadas para usar o gadget de £ 24 foram:

Insuficiência renal crônica
Duas formas de doença de Parkinson
Esclerose múltipla
Doença de Crohn
Colite ulcerativa
Síndrome do intestino irritável
Pressão alta
Pré-eclampsia em mulheres grávidas
Câncer de cabeça e pescoço
Câncer de pulmão
Câncer de intestino
Câncer de bexiga
Câncer renal
Câncer de próstata
Câncer de intestino
Câncer do ovário

"Em vez do nariz, temos sensores químicos, e em vez do cérebro do cão, temos um algoritmo de computador, para que possamos comunicar mais sobre uma doença do que um cão farejando-o. A taxa de detecção de cerca de 90 por cento é a mesma.

A respiração dos pacientes foi testada por mais de três anos em cinco países diferentes, incluindo Israel e os EUA.

As 17 doenças testadas incluíram insuficiência renal crônica, dois tipos de doença de Parkinson, esclerose múltipla, doença de Crohn, colite ulcerativa, síndrome do intestino irritável, pressão arterial elevada nas artérias entre o coração e pulmões e pré-eclampsia em mulheres grávidas.

A respiração também foi usada para encontrar sinais químicos de cabeça e pescoço, pulmão, intestino, bexiga, rim, próstata, câncer gástrico e ovariano.

Em 1.404 pacientes, estes foram encontrados com 86 por cento de precisão. Os cientistas já desenvolveram analisadores de respiração, mas este é o primeiro a mostrar que é possível distinguir entre doenças quando alguém tem mais de uma.

Isto vem depois que os cientistas reivindicaram hoje que um teste de cheiro simples pudesse ser usado para detectar a demência.

O sentido do cheiro é sabido por declinar agudamente nos estágios adiantados da doença de Alzheimer.

Especialistas acreditam que isso ocorre porque a acumulação de aglomerados tóxicos no cérebro - a marca registrada da demência - afeta a região da memória.

Mas perguntar às pessoas em risco para tentar identificar uma gama de odores poderia fornecer um diagnóstico precoce preciso, descobriram pesquisadores da Universidade da Pensilvânia. Original em inglês, tradução Google, revisão Hugo. 
Fonte: Why 4 News.

obs. conteúdo meramente informativo procure seu médico
abs
Carla
http://doencadeparkinson.blogspot.com.br/2016/12/teste-de-24-pode-diagnosticar-cancer-e.html

O teste de células de porco para Parkinson passa, é um marco

Thursday Dec 22, 2016 - Como parte do julgamento no Hospital da Cidade de Auckland, quatro pacientes tinham 80 microcápsulas NTCELL implantadas em cada lado do cérebro, e duas tinham cirurgia simulada sem NTCELL implantado.

Um estudo clínico na Nova Zelândia envolvendo a injeção de células derivadas de porco especialmente encapsuladas em cérebros humanos ultrapassou outro marco.

A empresa de biotecnologia de Auckland Living Cell Technologies anunciou que completou o tratamento de todos os seis pacientes em um segundo grupo de um ensaio clínico de sua terapia celular NTCELL para o tratamento potencial da doença de Parkinson.

O produto é uma cápsula que contém clusters de células de plexo coroide porcino neonatal provenientes de um único rebanho de suínos livres de patógenos designados, criados a partir de estoque originalmente descoberto no remoto sub-Antárctico de ilhas em Auckland.

Como parte do julgamento no Hospital da Cidade de Auckland, quatro pacientes tinham 80 microcápsulas NTCELL implantadas nos putamen em cada lado do cérebro, e dois pacientes tinham cirurgia simulada sem NTCELL implantada.

A empresa informou que, até o momento, não houve problemas de segurança em nenhum dos seis pacientes.

O próximo passo foi analisar outro estudo de seis pacientes com outra dose de NTCELL, desta vez envolvendo a implantação de 120 microcápsulas.

A fase atual do estudo, que foi apoiada pela Nova Zelândia Parkinson, visa confirmar a dose mais eficaz de NTCELL, definir qualquer componente placebo da resposta e ainda identificar o alvo inicial de doença deParkinson no subgrupo de pacientes.

Se o julgamento foi bem sucedido, a empresa solicitaria o consentimento provisório para tratar pacientes pagantes na Nova Zelândia até o final do próximo ano.

"Nosso objetivo, com base em dados contínuos e satisfatórios, é obter o consentimento provisório e lançar o NTCELL como o primeiro tratamento modificador da doença para a doença de Parkinson no início de 2018", disse o diretor-executivo da empresa, Ken Taylor.

Os resultados iniciais do estudo foram apresentados pelo neurologista do Auckland City Hospital, Dr. Barry Snow, ao 19º Congresso Internacional de Doença de Parkinson em San Diego no ano passado.

Em 2014, a empresa optou por deixar de recrutar mais pacientes quando um estudo publicado anteriormente mostrando que células implantadas foram eficazes no tratamento de modelos animais de doença deParkinson em ratos foi retraída devido a dados incompletos. Original em inglês, tradução Google, revisão Hugo. 

Fonte: NZ Herald.

obs. conteúdo meramente informativo procure seu médico
abs
Carla
http://doencadeparkinson.blogspot.com.br/2016/12/o-teste-de-celulas-de-porco-para.html

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Filmes Recomendados

Para ler as sinopses, clique nos links.
Filmes disponíveis em locadoras nos formatos DVD e/ou Blu-Ray Disc, eventualmente em streaming (ou baixando em torrent na internet - para uso pessoal parece não ser crime, pelo menos no Brasil. Só não consegui em torrent o Saving Milly).

Truman (filme que trata da morte digna)=http://www.adorocinema.com/filmes/filme-228818/

Hipócrates (Ótimo filme sobre a vida e drama de jovem médico residente em hospital público de Paris com escassez de recursos, ante o juramento de Hipócrates, que aborda os temas eutanásia e ética, em torrent)=http://www.adorocinema.com/filmes/filme-216480/

The Farewell Party / Mita Tova / A Festa de Despedida Filme israelense de 2014 que trata do tema eutanásia (morte digna ou morte assistida, como queiram), em sutil e refinado toque de comédia, em torrent.=http://www.adorocinema.com/filmes/filme-230618/

Still Alice / Para sempre Alice (Alzheimer, em torrent)=http://www.adorocinema.com/filmes/filme-226823/

A Late Quartet / O Quarteto (Assista Aqui, em streaming, com cadastramento prévio, trata do diagnóstico de Parkinson e seus desdobramentos a um quarteto musical erudito, também em torrent)=http://www.cinepop.com.br/filmes/o-quarteto.php

The Theory of  Everything / A Teoria de Tudo (biografia do físico Stephen Hawking, vítima de ELA, em torrent)= http://www.adorocinema.com/filmes/filme-222221/

Awakenings / Tempo de Despertar (Oliver Sacks, trata da descoberta da L-dopa, em torrent, com Robert de Niro e Robin Williams)= http://www.adorocinema.com/filmes/filme-6481/

Elsa & Fred / Um Amor de Paixão (relação entre idosos, um acometido de doença degenerativa. A cena da evasão do restaurante é hilária, em torrent - versão hispano-argentina, a norte-americana não assisti)= http://www.adorocinema.com/filmes/filme-121048/

Et si On Vivait Tous Ensemble? / E se Vivêssemos Todos Juntos? (conflitos entre casais e grupo de idosos com doenças, em tom de sutil comédia, em torrent)= http://www.adorocinema.com/filmes/filme-124055/

Hasta la Vista! / Venha Como Você É (dificuldades de 3 jovens deficientes, 2 cadeirantes, 1 deficiente visual, para terem relacionamentos afetivos / sexuais, comédia, em torrent)= http://www.adorocinema.com/filmes/filme-196515/

Intouchables / Intocáveis (relacionamento entre doente cadeirante e cuidador, comédia, em torrent)= http://www.interfilmes.com/filme_27851_Intocaveis-(Intouchables).html

The Music Never Stopped / A Música Nunca Parou (Oliver Sacks, trata de musicoterapia, em torrent)= http://www.adorocinema.com/filmes/filme-189569/

Lorenzo's Oil / O óleo de Lorenzo (a busca para a cura da doença rara do filho, em torrent)= http://www.adorocinema.com/filmes/filme-35570/

Mar Adentro / idem (Eutanásia, em torrent)=http://www.adorocinema.com/filmes/filme-53097/

Saving Milly / Salvando a Milly (Parkinson)= 
http://en.wikipedia.org/wiki/Saving_Milly

obs. conteúdo meramente informativo
abs
Carla
http://doencadeparkinson.blogspot.com.br/p/filmes-recomendados.html

A Associação Medianeirense de Parkinson precisa da sua ajuda

21 de Dezembro, 2016 - A doença de Parkinson é uma doença que atinge cerca de 150 mil novos casos no Brasil por ano.

A causa da doença é a perca de células nervosas, que causam os sintomas: tremor, lentidão, rigidez muscular, perda de movimentos automáticos, alterações de fala e sintomas não motores (alteração de memória, depressão, insônia, etc.)

Em Medianeira existe a AMPP (Associação Medianeirense de Portadores de Parkinson, que atua com o objetivo de auxiliar os portadores dessa doença, que atinge cada vez um público maior em áreas rurais (como a nossa região) devido ao uso de agrotóxicos pesados nas lavouras.

A associação atua proporcionando atendimento médico direto especializado, distribuição de medicamentos fornecidos pelo Governo Federal, tratamentos alternativos, promove atividades físicas e recreativas, além de atendimento jurídico aos portadores de Parkinson.

Atualmente a associação está localizada junto da rodoviária (provisoriamente), porém, o grupo de está com um projeto de construção de uma nova sede, para assim, trazer uma maior qualidade de vida as pessoas portadores da doença.

Para isso, a associação necessita de doações, tanto em dinheiro, como materiais: tijolos, areia, cal, cimento, ferro, portas, móveis, louças sanitárias.

As doações podem ser feitas no banco sicredi, agência 0710, conta corrente 93924-7, telefone de contato 99833-1218.

Mais informações podem ser obtidas nos telefones: 99900-7863 e 99933-1218. 

Fonte: Guia Medianeira.

obs. conteúdo meramente informativo 
abs.
Carla
http://doencadeparkinson.blogspot.com.br/2016/12/a-associacao-medianeirense-de-parkinson.html

terça-feira, 27 de dezembro de 2016

ALIMENTOS QUE ATUAM COMO METFORMINA

O óleo de coco não é armazenado pelo organismo como os demais alimentos gordurososO óleo de coco não é armazenado pelo organismo como os demais alimentos gordurosos
Eu não gosto de recomendar medicamentos para prevenir a diabetes, pois isto leva alguns a pensar que podem substituir um estilo de vida saudável, mas há uma grande exceção: A metformina.
A metformina é amplamente utilizada devido ao seu efeito emagrecedor. Infelizmente nem todas as pessoas que precisam dela podem tomar, sendo que para elas, a lista de alimentos abaixo que atuam como a metformina é importante.
A droga metformina funciona melhor em pacientes que têm sintomas de resistência à insulina como:
  • Perda de cabelo
  • Verrugas no pescoço
  • Gordura no abdômen
  • Ansiedade comer
O efeito medicinal destes alimentos é ainda mais forte quando consumidos juntos. Metformina impede o aumento do nível de açúcar no sangue pela ingestão de carboidratos. Esses alimentos também têm essa propriedade.
Lista de alimentos que atuam como metformina para prevenir diabetes e perda de peso:
Whey protein orgânico - costuma ser vendido sob a forma de póWhey protein orgânico – costuma ser vendido sob a forma de pó

WHEY PROTEIN

Quando você abre um iogurte é comum encontrar um líquido que se parece com água. Nunca jogue fora. Esse líquido é a proteína de soro de leite. O alimento mais importante para a prevenção da diabetes. O hormônio insulina abre as portas de todos os órgãos do corpo para o açúcar. Em diabéticos essa porta não é tão sensível à insulina ou é lenta para abrir. O whey protein, ou proteína do soro do leite, ajuda a restaurar a ação da insulina.
Uma das vantagens mais importantes deste alimento é a sua capacidade para reduzir o apetite, restaurando a função do ponto no estômago que controla a fome.
Vinagre de maçã evita o aumento do açúcar no sangue após consumir docesVinagre de maçã evita o aumento do açúcar no sangue após consumir doces

VINAGRE DE MAÇÃ

Geralmente os pacientes com herança familiar de diabetes têm pouco açúcar armazenado nos músculos em forma de glicogênio. Vinagre aumenta a concentração de glicogênio nos músculos causando um aumento no desejo de se exercitar.
Tomar vinagre de maçã impede o aumento do açúcar no sangue depois de comer doces.
Normalmente, quando você come uma fatia de pão de açúcar sobe de 90 para 120 mg / dL, mas quando combinado com vinagre de a maçã glicemia só atinge 108 mg / dL.
Numerosos estudos têm demonstrado as propriedades do vinagre de maçã para perder peso, melhorar a resistência à insulina e prevenir a diabetes.
O vinagre de maçã faz com que o açúcar em alimentos entre nos músculos em vez das células de gordura. E isso reduz triglicérides e gordura abdominal.

ÓLEO DE COCO

O óleo de coco não engorda porque o corpo não pode armazena-lo como faz com os outros alimentos gordurosos. Em vez disso, o óleo de coco torna-se cetonas, trazendo os benefícios de uma dieta rigorosa sem carboidratos.

obs. conteúdo meramente informativo procure seu médico
abs
Carla
http://www.tiabeth.com/index.php/2015/11/07/alimentos-que-atuam-como-metformina/
Por: Dr. Salomon Jakubowicz 

Intervenções de Enfermagem para a reabilitação na doença de Parkinson: mapeamento cruzado de termos

Resumo
Objetivo: realizar o mapeamento cruzado de termos da linguagem de Enfermagem, com o sistema de Classificação das Intervenções de Enfermagem, em prontuários de pacientes com doença de Parkinson em reabilitação.

Metodologia: estudo de pesquisa documental, para realização de mapeamento cruzado. Amostra probabilística, do tipo aleatória simples, composta por 67 prontuários de pacientes com doença de Parkinsonque participaram de programa de reabilitação, entre março de 2009 e abril de 2013. Pesquisa realizada em três etapas onde foram mapeados os termos de Enfermagem em linguagem livre e cruzados com o sistema de Classificação das Intervenções de Enfermagem.

Resultados: foram identificadas 1.077 intervenções normalizadas que, após o cruzamento com a taxonomia e o refinamento feito pelos especialistas, resultaram em 32 intervenções equivalentes ao sistema de Classificação das Intervenções de Enfermagem. "Ensino: Processo da doença", "Contrato com o Paciente" e "Facilitação da Aprendizagem" estiveram presentes em 100% dos prontuários. Para essas, foram descritas 40 atividades, representando 13 atividades por intervenção prescrita.

Conclusão: o mapeamento cruzado permitiu levantar os termos correspondentes às Intervenções de Enfermagem utilizados no cotidiano dos enfermeiros de reabilitação e compará-los ao sistema de Classificação das Intervenções de Enfermagem.

Texto completo:
Fonte: Revistas USP.

obs. conteúdo meramente informativo procure seu médico
abs
Carla
http://doencadeparkinson.blogspot.com.br/2016/12/intervencoes-de-enfermagem-para.html