sábado, 15 de maio de 2010

O QUE É CREATININA? Para que serve e como ela indica doença dos rins

Este texto é sobre a creatinina. Se procura informação sobre o suplemento alimentar creatina, seu texto é este: SUPLEMENTOS DE CREATINA FAZEM MAL?

- O que é creatinina ?

- Você sabe se seus rins funcionam bem?

- Você sabia que insuficiência renal costuma ser assintomática até fases tardias da doença?

- E você sabe que existe um exame de sangue simples e barato chamado creatinina, que pode identificar a doença renal em sua fase inicial?

- E afinal, você sabe quanto é sua taxa de creatinina sanguínea?

Creatinina

Estima-se que existam 1,5 milhões de brasileiros com algum grau de disfunção dos rins. E o mais assustador é que 70% destes sequer desconfiam que possam estar doentes.

Em 2005 havia mais de 60 mil doentes em hemodiálise, um número que tem crescido em média 8% ao ano. 95% das hemodiálises são bancadas pelo SUS, um gasto que, junto aos custos do programa de transplante renal, chega a quase 2 bilhões de reais por ano ! Isso representa quase 15% dos gastos ambulatoriais do SUS.

Inúmeras doenças podem levar a doença renal crônica, mas 6 delas correspondem a quase todos os casos:
- Hipertensão
- Diabetes
- Rins policísticos
- Glomerulonefrites
- Infecções urinárias de repetição
- Cálculos renais de repetição

É muito comum nós médicos ouvirmos a seguinte frase:
- Ah doutor, meus rins estão ótimos, eu urino muito bem e eles não doem.Como eu já disse, a doença renal crônica não costuma causar sintomas até fases bem avançadas da doença. A maioria dos doentes que precisam iniciar hemodiálise ainda apresentam um bom volume urinário. Urinar por si só não significa que os rins funcionem perfeitamente. O controle da água corporal é apenas uma das atribuições dos rins.

O sistema renal, além da água, também agem no(a) :

- Excreção de substâncias sanguíneas como remédios ou toxinas.
- Níveis sanguíneos de eletrólitos como potássio, sódio, magnésio, cálcio e fósforo.
- Produção de hormônios que controlam os glóbulos vermelhos.
- Controle da massa dos ossos.
- Controle da função da coagulação do sangue.
- Controle do pH do sangue.
- Controle da pressão arterial.

E atenção, a insuficiência renal não é causa de dor renal !
A dor costuma acontecer em casos de pielonefrite (infecção dos rins) ou de cálculo renal.

Então como eu faço para saber se meus rins estão a funcionar de modo correto?

- Dosagem da creatinina e da uréia no sangue.
- Análise de urina ( EAS ou urina tipo I) (leia: ENTENDA SEU EXAME DE URINA ).

Dois exames simples e baratos, disponíveis em qualquer laboratório público ou privado.

O raciocínio é simples. As duas substâncias (uréia e creatinina) são produzidas constantemente pelo organismo e são eliminadas pelos rins. Deste modo, a sua concentração mantém-se sempre estável. Se os rins passam a não funcionar bem, elas começam a acumular no sangue. Portanto, quanto pior for a função renal, mais elevados serão os valores de uréia e creatinina.

E afinal, quem deve dosar a creatinina?

Pessoas que são ou que tem:
- Hipertensão e/ou diabetes
- Idosos.
- História familiar de rins policísticos ou glomerulonefrite.
- História familiar de insuficiência renal crônica
- Uso crônico de antiinflamatórios.
- Infecção urinária de repetição.
- Cálculos renais de repetição.
- Edemas (inchaços) sem causa definida.
- Anemia sem causa definida.
- Doenças cardíacas graves, principalmente insuficiência cardíaca
- Alterações na urina como sangramento (em geral se apresenta como urina cor de Mate ou Coca-Cola) ou excesso de espuma (parece colarinho de chopp) que é um sinal de proteinúria.
- Pessoas com emagrecimento, perda de apetite, náuseas matinais e fraqueza intensa sem causa aparente.
- Obesos
- Fumantes

Os valores normais da creatinina variam entre 0,6 a 1,3 mg/dl. Porém esses valores não são absolutos e devem ser interpretados pelo seu médico. Como a cretinina é produzida pelos músculos, pessoas musculosas apresentam taxas basais maiores. Um jovem esportista pode apresentar até 1,4 mg/dl de creatinina e não significar doença renal, enquanto que uma senhora idosa e magra com 1,2 mg/dl pode ter rins doentes. Portanto, não se interpreta a creatinina como um valor absoluto. Deve-se levar em conta sexo, idade e peso do paciente.

Através da creatinina, seu médico, através de uma simples fórmula, pode calcular a taxa de filtração renal (clearance de creatinina), que é basicamente o quanto seus rins funcionam. Rins normais filtram até 180 Litros de sangue por dia, ou aproximadamente 120 ml/min. Valores abaixo de 60 ml/min indicam insuficiência renal crônica.

Uma vez que os rins parem de funcionar, só existem 2 opções, diálise ou transplante renal. O encaminhamento precoce ao nefrologista (especialista em rins) pode evitar desfechos desagradáveis para o doente e sua família.

A uréia, prodizda no fígado após metabolização das proteínas da alimentação, também é um marcador de função renal muito utilizado. Em geral, solicita-se a uréia e a creatinina conjuntamente. Porém, a creatinina é um melhor marcador já que a uréia pode vir alterada em casos de desidratação, uso de diuréticos, sangramento digestivo, alimentação rica em proteínas, doença do fígado etc...


Leia mais: http://www.mdsaude.com/2008/09/voc-sabe-o-que-creatinina.html#ixzz0nNpyO9mI


Todos os textos do blog sobre doenças renais podem ser encontrados aqui: Nefrologia / Urologia

Postado por Dr. Pedro Pinheiro - blog : mdsaude.com

NÃO ESQUEÇA DE LEVAR SUAS DÚVIDAS AO SEU MÉDICO - ELE QUE VAI ORIENTAR SEU TRATAMENTO.
abs, Carla

8 comentários:

  1. Oi Carla!
    Que bom poder ler um blog que nos auxilia em nossas dúvidas, gostei muito e espero que sempre estejas ai para quando eu e outras pessoas precisarem.
    Obrigado e valeu pelas informações.
    Beijos da Rose.

    ResponderExcluir
  2. Rose obrigada, nós temos que sempre ajudar mútuamente, pois, só assim conseguiremos um mundo melhor sem tanto "eu". Precisei e preciso muito das pessoas e este blog tá sendo o meu consolo pela perda. E espero estar ajudando com essa iniciativa. Fique super à vontade faça tbém crítica para que eu possa melhor o blog. abs,
    Carla

    ResponderExcluir
  3. Parabéns, muito bom artigo.

    Também abordo o tema da creatina monohidratada no meu site.

    ResponderExcluir
  4. Erikdsassa, obrigada por visitar o meu blog. Irei visitar o seu site. Fique à vontade para os questionamentos pq eles vão ajudar a melhorar as publicações.
    abs,
    Carla

    ResponderExcluir
  5. oi sou ledinara adorei o blog,informaçoes suficiente p um leigo.

    ResponderExcluir
  6. Oi Carla,te visitei pois estava procurando saber sobre creatinina.Obrigado pela explicação,no meu ultimo exame de sangue deu 1.31,tenho 48 anos e estou correndo pelo menos 10kms por semana

    ResponderExcluir
  7. Vi meu exame de creatinina(sangue),está 1,0.Tenho 66 anos,tenho o pé esquerdo c edema,fiz varios exames e o medico não encontrou nada,tb fiz dopller e nada.minha urina está sempre escura,affff,rsrs.
    Amei a explicação,bem clara!!!Obrigada .

    ResponderExcluir
  8. Neusa, obrigada pela visita e volte sempre. Em relação a sua descrição acho melhor você procurar um nefrologista para não ter maiores complicações futuras não fica esperando muito.Por favor me dê notícias depois de ir ao nefrologista. Cuida-se. Deus te proteja.abs,

    ResponderExcluir

Vc é muito importante para mim, gostaria muito de saber quem é vc, e sua opinião sobre o meu blog,
bjs, Carla