quarta-feira, 30 de novembro de 2016

MEIA INTELIGENTE AJUDA A PROTEGER O PÉ DO DIABÉTICO

siren-care-1Cuidar de si mesmo, por vezes, requer uma abordagem de baixo para cima, e para ajudar com isso a Siren Care, umastartup de diagnósticos de saúde do diabético com uma abordagem bastante inovadora para seu bem-estar. Tudo começa com uma meia.
Graças a estas meias acolhedores, os diabéticos podem manter o controle sobre qualquer tipo de inflamação e lesão associada nos pés em tempo real. Porque ambas as diabetes tipo 1 e tipo 2 podem causar inchaço no pé que às vezes serve como um prelúdio para problemas mais sérios, a detecção precoce é a chave para os pacientes. É aí que as meias da Siren Care entram em jogo. Ao usar sensores de temperatura que são realmente integradas na próprio meia, as co-fundadores Ran Ma e Veronica Tran acreditam que têm uma nova solução para um problema bem antigo.
Os dados recolhidos pela meia Siren são armazenados via aplicativo no smartphone companheiro, e, claro, na nuvem, de modo que os pacientes possam monitorar suas saúdes à partir de praticamente qualquer lugar, e de qualquer fonte. A qualquer momento uma diferença de temperatura é detectada, e se tratar de um aumento, o aplicativo irá alertar o paciente para o problema em potencial, e solicitar ao usuário para verificar o seu pé.
“Pode ser algo tão simples como um cadarço escondido em seu sapato e pela pessoa não sentir isso, ela pode acabar por ter uma lesão”, disse Ma ao TechCrunch.
siren-smart-socks-app
Então, quanto tempo estas meias duram?
Segundo a equipe da Siren Care, cada uma dura no mínimo seis meses, e eles apenas ficam “ligadas” quando estão sendo usadas. Uma vez que você as tiram, as meias entram em stand-by, de modo a não desperdiçar energia. E não se preocupe – você pode jogar estas meias na máquina de lavar sem destruir as suas capacidades inteligentes.
E esses recursos inteligentes estão apenas começando, disse Ma. “Nossa tecnologia do têxtil SirenSmart é capaz de incorporar uma série de sensores eletrônicos, incluindo sensores de umidade, sensores de pressão, sensores de luz, LEDs, RFIDs, MCU, BLE, etc. perfeitamente no tecido”.
Então, pode esperar mais aplicações da equipe de meias inteligentes (ou de outras roupas) em breve.
Atualmente, você pode pré-encomendar meias inteligentes da Sirene, e se organizar para receber sete pares de meias a cada seis meses.
siren-smart-tenis

PS DO EDITOR TIABETH:

O link para solicitar a meia (Pré-Ordem) segue abaixo. Porém não sabemos se faz entrega no Brasil.

DIABETES : CONTOUR NEXT ONE OBTÉM APROVAÇÃO PELO FDA

CONTOUR NEXT ONE OBTÉM APROVAÇÃO PELO FDA


Funcionários da Ascensia Diabetes Care anunciaram que o Contour Next One – Sistema de Monitoramento de Glicose no Sangue recebeu autorização do FDA.
O sistema possui um medidor inteligente de glicose no sangue que se conecta ao aplicativo Contour Diabetes, que estará disponível tanto através da App Store da Apple quanto do Google Play. O aplicativo coleta, armazena e analisa as medições de glicose no sangue do paciente.
Representantes da empresa enfatizaram a precisão do sistema, observando que o sistema já entregou 95% dos resultados dentro de ± 8,4 mg / dL ou ± 8,4% dos valores de referência de laboratório para as concentrações de glicose <100 amostras="" de="" dedo="" dl="" do="" font="" mg="" nbsp="" no="" obtidas="" ou="" picada="" quando="" respectivamente="" sujeito.="" testado="" via="">
Os recursos do sistema incluem uma luz inteligente no medidor que fornece orientações sobre os resultados de glicose no sangue, lembretes e alertas para ajudar a apoiar uma melhor gestão da diabetes, e também um diário de bordo eletrônico, onde o indivíduo pode registrar eventos, tais como refeições, atividades e medicação. Os usuários podem configurar uma conta online segura opcional, baseada na nuvem para a gestão e armazenamento dos seus dados. O sistema ainda têm a capacidade de enviar relatórios de síntese em PDF, através do e-mail para o seu médico.
Referência
  1. Christiansen M. Poster apresentado no: 15ª Reunião Anual da Sociedade Tecnologia Diabetes (DTS); 22-24 outubro de 2015; Bethesda, MD.

obs;. conteúdo meramente informativo procure seu médico
abs.
Carla
http://www.tiabeth.com/index.php/2016/11/28/contour-next-one-obtem-aprovacao-pelo-fda/

Você tem algum familiar com a Doença de Alzheimer?

Você tem algum familiar com a Doença de Alzheimer? É cuidador(a) de portador de D. Alzheimer? Então esta Live é para você. 

DEZ5
DEZ5
Seg 20:30São Caetano do Sul, São Paulo
31 pessoas interessadas · 12 pessoas confirmarão

https://www.facebook.com/events/1409911059061566/?acontext=%7B%22ref%22%3A%223%22%2C%22ref_newsfeed_story_type%22%3A%22regular%22%2C%22feed_story_type%22%3A%22308%22%2C%22action_history%22%3A%22null%22%7D



Caso tenha respondido não as duas perguntas acima, mas conhece pessoas que possuem familiares com a D. Alzheimer, aconselho indicar essa live. 
Estarei ao vivo dia 05 de dezembro as 20:30 horas
Para assistir, no dia e horário é só entrar no link:https://www.facebook.com/Azheimer.SueliMozeika/
Até breve.




https://www.facebook.com/groups/1438102026454525/?hc_ref=NEWSFEED

FIBRA: A RAINHA DA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL. SAIBA QUAL SUA IMPORTÂNCIA PARA QUEM TEM DIABETES

Exemplo de alimentos ricos em fibras
Exemplo de alimentos ricos em fibras
Sempre que o médico endocrinologista diz, que precisamos trocar todas as farinhas brancas por integrais, muitas vezes não entendemos muito bem o motivo dessa troca.
As fibras são um componente natural, presente em frutas, hortaliças e cereais, e o seu consumo melhora a vida em vários aspectos. Ajuda a controlar a glicemia e outras doenças, como hipertensão arterial e colesterol, além de prevenir do câncer.

QUAL A PORÇÃO DIÁRIA IDEAL DE FIBRAS?

Hoje em dia, ainda não existe uma porção diária estipulada como ideal pelo FDA (órgão que controla os medicamentos e alimentos nos EUA), porém os entendidos no assunto, recomendam o consumo de pelo menos 25 gramas de fibras todos os dias. “Essa quantidade seria mais ou menos o que encontramos nos 400 gramas diários de vegetais recomendados pela Organização das Nações Unidas”, explica a nutricionista Eliana Giuntini do Centro de Pesquisa em Alimentos da USP.
Essa quantidade é alcançada facilmente, se o seu prato estiver composto por arroz integral, feijão, um legume e uma verdura, ademais de porções de frutas entre as refeições.

O SANGUE NÃO TÃO DOCE

A fibra, no organismo do diabético, funciona mais ou menos assim: Quando comemos muito carboidrato, esse nutriente ao ser absorvido se transforma em grande quantidade de glicose, ou seja, tem alto índice glicêmico. A glicose ao entrar na corrente sanguínea toda de uma só vez, força o pâncreas a liberar grande quantidade de insulina, o que, no diabético, é um problema, já que não disponibilizamos dessa quantidade imediata. Ao consumir o carboidrato integral, ou carregado com muitas fibras, esse nutriente possibilita a absorção da glicose mais lentamente, e consequentemente, o pâncreas não será sobrecarregado. Dessa maneira o índice de glicose no sangue se manterá mais estabilizado.

DICAS IMPORTANTES PARA CONSUMIR MAIOR QUANTIDADE DE FIBRAS:

  1. Não coe os sucos: essa atitude faz descartar parte das fibras presentes no interior do alimento.
  2. Coma, não beba o suco: o suco não reúne o mesmo teor de fibras contidas nas frutas, além do suco ter mais calorias.
  3. Coloque fibras em todas as refeições: desse jeito você alcança facilmente a recomendação diária, sem sofrimento.
  4. Congele o feijão: para que o consumo seja facilitado. Cozinhe tudo de uma vez só e congele em porções menores.
  5. Incremente as receitas: quando for possível, não hesite em acrescentar aveia, linhaça, quinoa, gergelim, chia, trigo integral e algumas frutas secas com moderação.
  6. Não desperdice as cascas e talos: além de incrementar as refeições com as fibras, também é uma atitude de economia.
 Uma observação importantíssima sobre alimentos integrais industrializados: muitos rótulos de produtos trazem a denominação “integral”, porém é importante prestar atenção na tabela nutricional do alimento e em sua composição.
  • Na composição, a farinha integral deve aparecer em primeiro lugar.
  • Tire a prova se o produto é de fato integral, comparando a quantidade de fibras da tabela nutricional dele, com a de um produto convencional.
  • Não se guie pela cor do produto, alguns pães brancos tem inulina, uma fibra que é branquinha, enquanto outros mais escuros são coloridos artificialmente.
  • Cuidado com os famosos biscoitos integrais, muitas vezes eles estão carregados de açúcar e gorduras, inclusive os biscoitos salgados.
  • Atenção com produtos que dizem conter aveia e centeio, muitas vezes eles não possuem as quantidades apropriadas desses grãos e não podem ser considerados fibrosos.

LISTA DOS ALIMENTOS MAIS RICOS EM FIBRAS:

ALIMENTOQUANTIDADEFIBRAS
Linhaça2 colheres de sopa10g
Manga tommy1 unidade9,6g
Goiaba Branca1 unidade8,6g
Goiaba Vermelha1 unidade8g
Feijão Carioca1 concha7,3g
Feijão Preto1 concha7,2g
Farinha de Centeio Integral½ xícara6,2g
Mexerica1 unidade4,3g
Pipoca de Panela3 xícaras de chá4,3g
Lentilha Cozida2 colheres de sopa3,7g
Arroz Integral6 colheres de sopa3,7g
Aveia em Flocos2 ½ colheres de sopa3,3g
Ameixa Fresca2 unidades3,1g
Kiwi½ unidade3,1g
Abacate2 colheres de sopa2,8g
Agrião22 ramos2,7g
Alface Lisa11 folhas2,7g
Banana-Maçã1 unidade2,6g
Amendoim Cru2 colheres de sopa2,4g
Couve-manteiga Refogada1 colher de servir2,4g
Maça Red – Argentina1 unidade2,4g
Cereal de Milho1 xícara de chá1,7g
Pimentão Verde2 ½ colheres de sopa1,5g
Berinjela Cozida2 colheres de sopa1,5g
Cenoura Crua1 colher de servir1,3g
Laranja-Pera1 unidade1,1g
Com essas atitudes simples e algumas mudanças de hábito, fica muito mais fácil nos mantermos saudáveis, e afastar pra bem longe muitos dos problemas causados pelo diabetes.

lucy
Luciana Mangini, 31 anos, estudante de medicina, diabética tipo 1 desde 1995.


obs. conteúdo meramente informativo procure seu médico
abs
Carla
http://www.tiabeth.com/index.php/2016/11/29/fibra-a-rainha-da-alimentacao-saudavel-saiba-qual-sua-importancia-para-quem-tem-diabetes/

domingo, 27 de novembro de 2016

No Dia Nacional de Combate ao Câncer

No Dia Nacional de Combate ao Câncer é fundamental conscientizarmos a todos sobre a importância do diagnóstico precoce. Quando a doença é descoberta logo no início, as chances de cura são enormes.
Além disso, reforçamos a importância de iniciativas como o #ProjetoDodói, que visa humanizar o tratamento das crianças com câncer nos hospitais. Para fazer sua doação para o Projeto, acesse: kickante.com.br/abrale#DiaDoCombateaoCâncer #SouAbrale

27 de Novembro Dia Nacional de Combate ao Câncer







O Dia Nacional de Combate ao Câncer foi criado em 1988 para ampliar o conhecimento da população sobre o tratamento e, principalmente, sobre a prevenção da doença.

A Portaria do Ministério da Saúde GM nº 707, de dezembro de 1988, que regulamenta as comemorações, estabelece que a data seja uma oportunidade para "evocar o importante significado histórico das entidades de combate ao câncer, de consagração aos inumeráveis e valiosos serviços prestados ao país e proporcionar importante mobilização popular quanto aos aspectos educativos e sociais na luta contra o câncer”.
Folhetos:


http://www1.inca.gov.br/eventos/dncc/2007/folders/06.jpg


http://www1.inca.gov.br/eventos/dncc/2007/folder_boca_073(web_20071120).pdf


http://www1.inca.gov.br/eventos/dncc/2007/folder_cancer_mama_0727(web_20071120).pdf


http://www1.inca.gov.br/eventos/dncc/2007/folder_colo_utero(web_20071120).pdf



http://www1.inca.gov.br/eventos/dncc/2007/folder_intestino_0737(web_20071120).pdf



http://www1.inca.gov.br/eventos/dncc/2007/folder_pele_0739(web_20071120).pdf


http://www1.inca.gov.br/eventos/dncc/2007/folder_prostata_0736(web_20071120).pdf



http://www1.inca.gov.br/eventos/dncc/2007/folder_tabagismo_0781(web_20071120).pdf

Clique para abrir o folheto.

obs. conteúdo meramente informativo procure seu médico

abs

Carla

http://www1.inca.gov.br/eventos/dncc/2007/



sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Mogi das Cruzes :Distribuição de medicamento de alto custo será normalizada

Remédio essencial para quem fez transplante de rim estava em falta, mas governo garantiu abastecimento

Foto: Daniel Carvalho
Única Farmácia de Medicamentos Excepcionais da região está sem o remédio
O medicamento micofenolato de sódio, de alto custo e essencial para pessoas que fizeram transplante renal, terá seu abastecimento e distribuição normalizados até o final dessa semana. A garantia foi dada pelo governo, depois que a falta do remédio na única Farmácia de Medicamentos Excepcionais do Alto Tietê, localizada em Mogi das Cruzes, foi informada à reportagem por pacientes que necessitam dos comprimidos de uso contínuo. 
Por meio de nota, o Núcleo de Assistência Farmacêutica do governo do estado esclareceu ontem "que a compra e distribuição aos estados do medicamento Micofenolato 360 mg é de competência do Ministério da Saúde, que além de atrasar em mais de 20 dias a entrega do medicamento ao Estado, entregou apenas 50% do quantitativo necessário para atender aos pacientes do Estado de São Paulo. Disse ainda a nota que "somente no último dia 16, o órgão federal normalizou a entrega do medicamento faltante e a pasta estadual deu início à distribuição nas farmácias do Estado para atender aos pacientes que dependem do medicamento. A previsão é que até o final desta semana todas as farmácias estejam abastecidas".
Portanto, apesar da Farmácia de Medicamentos Excepcionais, em Mogi das Cruzes, pertencer ao governo estadual, este afirma que o atraso e a quantidade da entrega são de responsabilidade do governo federal que, na ocasião em que foi questionado pelo Mogi News, admitiu que a responsabilidade pela compra do remédio é do Ministério da Saúde. "A pasta enviou, em outubro, 1.038.840 comprimidos para atendimento aos pacientes de São Paulo. Cabe às Secretarias de Saúde dos Estados e do Distrito Federal realizar o armazenamento, a distribuição e a dispensação desses medicamentos", alegou no dia 15 de novembro, quando a denúncia chegou ao jornal.
Enquanto isso, pessoas como Aline Simonic, de 33 anos, que recebeu o transplante de um rim há dez anos e precisa tomar o medicamento três vezes ao dia, torcem para que o fornecimento dos comprimidos seja logo normalizado. "O remédio é imprescindível para a manutenção do enxerto, pois evita que o corpo rejeite o órgão transplantado. É um medicamento muito caro (custa entre R$ 1.064 e 
R$ 2,5 mil) e não tenho condições de arcar com o custo. Preciso muito dele para a manutenção do transplante, senão corro o risco de o corpo rejeitar o rim", concluiu ela, que busca, mensalmente, 90 comprimidos. 

obs. conteúdo meramente informativo procure o seu médico
abs
Carla
http://www.portalnews.com.br/_conteudo/2016/11/cidades/45650-distribuicao-de-medicamento-sera-normalizada-ate-final-da-semana.html