sábado, 30 de março de 2013

Exame que detecta Síndrome de Down na gravidez chega ao Brasil


Exame que detecta Síndrome de Down na gravidez chega ao Brasil


Esse parece ser um daqueles exames polêmicos onde muitas questões estão em debate.

Por cerca de R$ 3,5 mil, a mãe poderá saber com pouco mais de 60 dias de gravidez se seu filho nascerá com Síndrome de Down ou outras alterações cromossômicas. Isso será possível graças a um tipo de exame de sangue que aos poucos vai chegando ao mercado nacional.

O exame desembarca no Brasil cercado de polêmicas. O principal questionamento é: será que pais recorrerão ao aborto caso descubram que o feto tem alguma anomalia cromossômica? Um bebê com Síndrome de Down não tem direito a nascer?

Nos Estados Unidos e Europa aumentaram o número de abortos após a introdução desse novo exame.

No Brasil o aborto é proibido, exceção aos casos de anencefalia (má formação do cérebro do bebê), abuso sexual ou que gere risco de vida a mulher.

O exame novo no país é feito no IPGO (Instituto Paulista de Ginecologia e Obstetrícia) e em breve estará à disposição das pessoas no Hospital Albert Einstein, e no Fleury, ambos em São Paulo.

Para que fique claro: mesmo que seja descoberta a anomalia logo no segundo mês de gravidez, não será possível a “cura”. Ou seja, o exame apenas aponta se o bebê nascerá com ou sem alterações cromossômicas.

Resumidamente, o exame é feito da seguinte forma: é medida a sequência de genes do DNA do feto. Se apresentar “desvio” nessa cadeia genética, pode ser sinal de algum problema nos cromossomos.

Atualmente, é possível detectar se o feto nascerá com Down, mas o exame acontece por volta do quarto mês, quando a gestação já está bem mais avançada (contra dois meses no novo exame).

método anterior é mais invasivo (uma agulha é introduzida na barriga da mãe para a coleta de líquido amniótico), diferentemente do novo exame, onde é coletado apenas o sangue da mãe.


Bruno Rodrigues

Esta página foi publicada em: 29/01/2013.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vc é muito importante para mim, gostaria muito de saber quem é vc, e sua opinião sobre o meu blog,
bjs, Carla