domingo, 11 de maio de 2014

O Câncer é Contagioso?

Uma pessoa saudável não pode "pegar" câncer de alguém com a doença. Não existem evidências de que o contato próximo ou ações como sexo, beijar, tocar, compartilhar refeições ou respirar o mesmo ar pode passar o câncer de uma pessoa para outra.

As células cancerosas de uma pessoa são incapazes de viver no corpo de outra pessoa saudável. O sistema imunológico de uma pessoa saudável reconhece as células estranhas e as destrói, incluindo as células cancerígenas.

Transplante de Órgãos

Existem casos em que um órgão transplantado de um paciente com câncer provocou a doença na pessoa que recebeu o órgão. Mas, existe um fator importante que torna isso possível, as pessoas que recebem transplantes de órgãos tomam medicamentos que debilitam seu sistema imunológico. Isto deve ser feito para que seu sistema imunológico não ataque e destrua o órgão transplantado. Esta parece ser a principal razão para que o órgão transplantado possa, em casos raros, causar o câncer para o receptor do órgão. Os doadores de órgãos são cuidadosamente selecionados para evitar que isso aconteça.

Ainda assim, estudos recentes mostram que o câncer é mais comum em pessoas que recebem transplantes de órgãos sólidos do que em pessoas que não foram transplantadas, mesmo quando o doador não tem câncer. Isto ocorre, como foi mencionado acima, devido aos medicamentos para reduzir o risco de rejeição do transplante. Estes medicamentos diminuem a resposta imune, tornando o sistema imunológico incapaz de reconhecer e atacar as células pré-cancerígenas e os vírus que podem causar o câncer.

Gravidez


Se uma mulher tem câncer durante a gravidez, a doença raramente afeta diretamente o feto. Alguns tipos de câncer podem se disseminar da mãe para a placenta, mas a maioria dos cânceres não atinge o feto. Em alguns casos muito raros, diagnosticou-se melanoma na placenta e feto.

Infecções


Os germes, principalmente as bactérias e os vírus, podem ser transmitidos de uma pessoa para outra por contato sexual, beijo, toque e compartilhamento de alimentos. Alguns podem até mesmo ser transmitidos apenas por respirar o mesmo ar. Os germes são muito mais propensos a serem uma ameaça aos pacientes com câncer do que a uma pessoa saudável. Isso ocorre porque as pessoas com câncer, muitas vezes têm o sistema imunológico debilitado, e podem não ser capazes de combater as infecções.

Germes e o Risco de Câncer


Existem alguns germes que podem desempenhar um papel importante no desenvolvimento de certos tipos de câncer. Isso faz com que algumas pessoas pensem erroneamente, que o câncer é contagioso.

Vírus


Alguns tipos de câncer são encontrados com mais frequência em pessoas infectadas com determinados vírus, por exemplo:
  • Certos tipos de vírus do papiloma humano (HPV) estão ligados ao câncer de colo do útero, vagina, vulva, pênis, ânus e alguns tipos de câncer de boca, garganta e cabeça e pescoço. Mas fumar, beber e outros fatores também aumentam o risco desses tipos de câncer.
  • O vírus Epstein-Barr está relacionado ao câncer de nasofaringe, linfoma gástrico, linfoma de Hodgkin e linfoma de Burkitt.
  • Os vírus da hepatite B e C aumentam o risco de câncer de fígado.
  • O vírus do herpes humano tipo 8 ou vírus herpes Kaposi, está ligado ao sarcoma de Kaposi. A maioria das pessoas com HHV-8 não desenvolvem o sarcoma de Kaposi, a menos que também estejam infectados com o vírus da imunodeficiência humana (HIV), que causa a AIDS. O vírus T-linfotrópico humano 1 (HTLV-1) está relacionado com determinados tipos de leucemia linfocítica e linfoma não Hodgkin.
  • O câncer invasivo de colo do útero, sarcoma de Kaposi e determinados linfomas são muito mais comuns em pessoas que tem o vírus da imunodeficiência humana (HIV), que causa a AIDS. Em muitos casos de cânceres relacionados com o HIV, outros vírus, como o HHV-8 ou HPV desempenham também um papel importante no desenvolvimento do câncer.

Estes vírus podem ser transmitidos de pessoa para pessoa, geralmente através do sangue ou de relações sexuais. Entretanto, a infecção com o vírus sozinha não transmite câncer. Um sistema imunológico enfraquecido, outras infecções, outros fatores de risco e outros problemas de saúde permitem que o câncer se desenvolva mais rapidamente.

Bactérias
As bactérias também podem causar câncer. O Helicobacter pylori é uma bactéria comum, conhecido por estar associado a determinados tipos de câncer de estômago. Infecção a longo prazo com essa bactéria pode danificar a camada interna do estômago e aumentar o risco de câncer de estômago.

Parasitas

Os parasitas que podem viver no interior do corpo humano, também podem aumentar o risco de alguns tipos de câncer. Alguns parasitas estão relacionados ao câncer de bexiga, vias biliares e possivelmente também com outros tipos de câncer.

Alterações no DNA


A maioria dos cânceres não é causada por agentes infecciosos. O câncer se desenvolve devido as mutações que ocorrem no DNA de uma pessoa. Essas alterações podem ser herdadas ou adquiridas durante a vida. Algumas alterações acontecem sem razão conhecida, enquanto outras são devido a exposições ambientais, como a radiação ultravioleta proveniente do sol ou fumaça de cigarro. Alguns vírus são conhecidos por causar mutações diretamente no DNA, que podem se transformar em câncer.

Câncer não é uma Doença Contagiosa!


Se o câncer fosse uma doença contagiosa, haveria epidemias de câncer, assim como temos epidemias de gripe – o câncer se disseminaria como o sarampo, a poliomielite ou o resfriado comum. Seria de se esperar um alto índice de câncer entre as famílias e amigos de pacientes com a doença e entre os profissionais de saúde devido a sua exposição à doença. Entretanto, este não é o caso.

O fato de que o câncer possa acontecer com mais frequência em determinadas famílias, isso não significa que os membros da família terão câncer porque foi transmitido do familiar com a doença. Existem outras razões para isso acontecer:
  • Membros da mesma família compartilham os mesmos genes.
  • As famílias podem ter estilos de vida pouco saudáveis e similares, como, por exemplo, dieta e tabagismo.
  • Membros de uma mesma família podem estar expostos ao mesmo agente causador de câncer.

Pacientes com Câncer


Nos dias de hoje, familiares, amigos e colegas de trabalho de pessoas com câncer, às vezes, se afastam quando ficam sabendo da doença. Em função disso, as pessoas com câncer, podem se isolar e ficar sozinhas.

Você não tem que ficar longe de alguém com câncer, pois você não pegará a doença. Não tenha medo de visitar uma pessoa com câncer. Eles precisam de suas visitas e de seu apoio. 
 
 
obs. conteúdo meramente informativo procure seu médico
abs,
Carla
extraído: http://www.oncoguia.org.br/conteudo/cancer-e-contagioso/5516/1/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vc é muito importante para mim, gostaria muito de saber quem é vc, e sua opinião sobre o meu blog,
bjs, Carla