Será Natal???

Ei, você, aonde vai com tanta pressa?
Eu sei que você tem pouco tempo...
Mas, será que poderia me dar uns minutos da sua
atenção?
Percebo que há muita gente nas ruas, correndo como você. Há uma correria generalizada...
Entendo que você tenha pouco tempo.
Percebo, também, luzes enfeitando vitrines, ruas, casas, árvores...
Mas, confesso que vejo pouco brilho nos olhares...
Poucos sorrisos afáveis, pouca paciência para uma conversa fraternal...
É bonito ver luzes, cores, fartura...
Mas seria tão belo ver sorrisos francos...
Apertos de mãos demorados...
Abraços de ternura...
Mais gratidão...
Mais carinho...
Mais compaixão...
Que familiares e pessoas que  se odeiam, sem a mínima disposição para a reconciliação se reconciliem.
Mas, porque você me emprestou uns minutos do seu precioso tempo, gostaria de lhe perguntar novamente: Para que tanta correria?
Em meio à agitação, sentado no meio-fio, um mendigo, ébrio, grita bem alto: Viva Jesus. Feliz Natal!
E os sóbrios comentam: É louco!
E a cidade se prepara... Será Natal.
Mas, para você que ainda tem tempo de meditar sobre o verdadeiro significado do Natal, ouso dizer:
O Natal não é apenas uma data festiva, é um modo de viver.
O Natal é a expressão da caridade...
Natal é fraternidade...
Mas o Natal também é união...
Que este Natal seja, para você, mais que festas e troca de presentes...
Que possa ser um marco definitivo no seu modo de viver, conforme o modelo trazido pelo notável Mestre, cuja passagem na Terra deu origem ao Natal...
E, finalmente, o Natal é pura expressão de amor...
Gratidão!!!
abs.fraternos
Carla




quarta-feira, 7 de maio de 2014

Aspectos Práticos para o Planejamento de Radioterapia

Há algumas questões práticas que devem ser consideradas antes de iniciar o tratamento radioterápico:
  • Gravidez

Se você é uma mulher em idade fértil, é importante que você não engravide durante o tratamento, uma vez que a radioterapia administrada durante a gravidez pode prejudicar o desenvolvimento do feto. Converse com seu médico para obter mais informações sobre isso.

Antes de iniciar a radioterapia você deverá assinar um termo para confirmar que não está grávida e que você entende que deve evitar a gravidez durante o tratamento.

Se você desconfiar que pode estar grávida, a qualquer momento durante o tratamento, comunique imediatamente seu médico.

Se você é homem, seu médico poderá aconselhá-lo a não conceber uma criança durante o tratamento e alguns meses após o término do tratamento. Converse com seu médico para obter mais informações sobre o assunto.

  • Marca Passos, Dispositivos Cardíacos Implantáveis e Implantes Cocleares

Se você tem um marco passo, um dispositivo cardíaco implantado ou um implante coclear, você deve informar o seu radioterapeuta antes ou durante a sua primeira consulta de planejamento. Estes dispositivos podem ser afetados pela radiação, então seu tratamento deve ser planejado de modo a permitir o uso desses equipamentos.

  • Ajuda em Casa

O cansaço é um efeito colateral comum da radioterapia e você pode precisar de auxílio com as tarefas do dia-a-dia. Embora possa ser difícil pedir ajuda, a família e os amigos estão geralmente dispostos a fazer tudo o que puderem. Se você mora sozinho ou está cuidando de alguém, converse com a assistente social do hospital sobre como a possibilidade de obter ajuda.

  • Compromissos e Custos de Viagem

No início você pode querer ir para o serviço de radioterapia dirigindo seu próprio carro, mas lembre-se que conforme o tratamento avança você pode se sentir mais cansado. Se você se sentir esgotado, converse com um familiar ou amigo para ver a possibilidade de alguém poder levá-lo.

Se tiver dificuldade com o custo das idas e vindas ao serviço de radioterapia, ou com estacionamento todos os dias, alguns hospitais e clínicas tem convênio com estacionamentos próximos para pacientes em tratamento. Portanto, consulte o pessoal da recepção sobre essas possibilidades.

  • Fumantes

Alguns estudos mostraram que parar de fumar, durante e após a radioterapia pode potencializar o tratamento. Pode também reduzir os efeitos colaterais do tratamento. Então, se você fuma, é importante tentar diminuir ou parar.

Se você precisar de ajuda para parar de fumar, consulte seu médico sobre locais onde existam programas de cessação de tabagismo.

  • Trabalho e Estudo

Se você está trabalhando ou estudando, é recomendado conversar com seu empregador ou professores, para que possam tomar as devidas providências de modo a apoiá-lo e organizar assim, o seu tempo para o tratamento.
 
 
 
obs. conteúdo meramente informativo procure seu médico
abs,
Carla
extraído: http://www.oncoguia.org.br/conteudo/aspectos-praticos/4637/708/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vc é muito importante para mim, gostaria muito de saber quem é vc, e sua opinião sobre o meu blog,
bjs, Carla