sexta-feira, 24 de julho de 2015

Projeto de Lei de deputado garante atendimento prioritário a portadores de diabetes

A Assembleia Legislativa aprovou o projeto de lei que obriga os hospitais públicos e particulares, clínicas, postos de saúde e de coleta credenciados à Rede Estadual de Saúde, a atender portadores de diabetes de forma prioritária, sobretudo quando se tratar de exames a serem feitos em jejum.

 A proposição do deputado Flávio Nogueira Júnior garante aos portadores de diabetes um atendimento diferenciado nos hospitais e clínicas do Piauí. 
 
O atendimento prioritário aos diabéticos aconteceria da mesma forma como já acontece com outros grupos prioritários como idosos, deficientes e gestantes. Para ter direito ao tratamento prioritário, o paciente deverá apresentar um laudo médico comprovando a patologia. “Como médico, vi essa necessidade. Queremos evitar maiores complicações no quadro de saúde desses pacientes, que, se ficarem por um longo período sem ingerir alimentos, pode culminar em hipoglicemia e outros danos à saúde, podendo chegar, inclusive, a óbito. Por isso a nossa preocupação em garantir um atendimento mais célere aos diabéticos”, defendeu.
 
Pelo texto do projeto, caberá às unidades de saúde a responsabilidade de identificar os pacientes no ato do atendimento, para que possa disponibilizar a prioridade. “Há relatos frequentes de pacientes com quadro de hipoglicemia, visão turva, mal estra, taquicardia, devido uma demora em atendimento, por terem que ficar muito tempo esperando e não poder se alimentar. É mais um projeto eu visa garantir o direito a esses pacientes”, destacou.
 
O deputado lembrou ainda que, ao apresentar o projeto, levou em consideração índices  da Sociedade Brasileira de Diabetes, que apontam que pelo menos metade dos portadores de diabetes tipo 1 sofrem episódios de hipoglicemia uma vez por mês. Outra estatística levada em consideração é a da Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel) que aponta que cerca de 5,6% da população brasileira sofre com diabetes e tentam controlar a doença.
 
Flávio Nogueira Júnior destacou que já ouviu relatos de pacientes que chegaram a ficar até as 10 horas da manhã aguardando para fazer exame. “O paciente fica fragilizado, fica sem poder se alimentar e apresenta as reações, chegam a passar mal porque ficam obrigados a não ingerir nenhum tipo de alimentação enquanto não concluir o exame. Só temos a comemorar pela sensibilização dos nossos colegas deputados por terem nos ajudado a aprovar esse projeto”, pontua. O projeto vai agora para a sansão do governador.
 
 
obs. conteúdo meramente informativo procure seu médico
abs,
Carla
extraído:http://cidadeverde.com/noticias/197595/projeto-de-lei-de-deputado-garante-atendimento-prioritario-a-portadores-de-diabetes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vc é muito importante para mim, gostaria muito de saber quem é vc, e sua opinião sobre o meu blog,
bjs, Carla