segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Principais Passos do Tratamento Quimioterápico

A palavra câncer traz consigo uma série de estigmas e assusta. No entanto, a partir do diagnóstico, essa é só a primeira de uma série de palavras que poderão lhe assustar. Isso porque, desde o momento do diagnóstico você entrará em um mundo completamente novo e parte dessa nova experiência inclui o convívio com termos técnicos e específicos. Mas isso não é motivo para sustos, pense que quanto mais você souber, mais ferramentas terá para entender sua doença, seu tratamento e para passar de forma mais segura por essas etapas.


Os avanços verificados nas últimas décadas, na área da quimioterapia antineoplásica, têm facilitado consideravelmente a aplicação de maior diversidade de tipos de tratamento de câncer e permitido maior número de curas.
 
Nesse sentido, a finalidade deste artigo é desmistificar um pouco a palavra quimioterapia. É importante você saber que, no momento em que a quimioterapia for prescrita como parte do tratamento, você começará a ser monitorado de perto por uma equipe de profissionais altamente treinados liderada por um médico oncologista. Eles irão trabalhar em conjunto para lhe proporcionar o melhor atendimento possível. Esta equipe de saúde geralmente inclui os seguintes profissionais:
 
Médico Oncologista - Médico especializado no tratamento do câncer. Este médico supervisionará seu tratamento quimioterápico e trabalhará em estreita colaboração com os outros membros da equipe para desenvolver um plano de tratamento específico para seu caso.
 
Enfermeiro Oncológico - Profissional especializado no atendimento dos pacientes com câncer. Ele ajudará o médico oncologista a monitorar sua saúde durante o tratamento, a controlar os efeitos colaterais e poderá oferecer apoio e conselhos para você e sua família.
 
Existem ainda outros especialistas que trabalham para atender todo o espectro de suas necessidades físicas e psicológicas durante o tratamento, farmacêuticos para o preparo de seus medicamentos, psicólogos para cuidar de suas emoções, nutricionistas para uma alimentação equilibrada durante o tratamento, fisioterapeutas em caso de necessidade de movimentação e exercícios físicos específicos, dentistas para o cuidado da saúde da boca antes de iniciar o tratamento quimioterápico e assistentes sociais para apoio e suporte.


Antes do Tratamento


Antes do tratamento, você terá de se encontrar com seu médico oncologista que irá rever seu prontuário médico e realizar um exame físico para só então recomendar um regime de tratamento específico, que provavelmente consistirá de um número determinado de sessões quimioterápicas, ministradas com uma certa frequência – que também será estabelecida por ele com base no tipo de doença e no seu quadro clínico. 
 
O oncologista deverá ainda discutir com você possíveis riscos e benefícios potenciais do tratamento quimioterápico.


Ele, por fim, lhe recomendará o que você poderá ou não comer ou beber no dia de sua primeira sessão quimioterápica, para que a medicação possa ter a melhor eficácia possível com mínimos efeitos colaterais. 
 
Atenção, nesta visita, seu médico deve lhe perguntar sobre todos os medicamentos ou suplementos que você esteja tomando naquele momento, incluindo aqueles remédios vendidos sem receita na farmácia.
 
Dependendo dos possíveis efeitos colaterais da quimioterapia, seu médico poderá recomendar alguns cuidados especiais sobre alguns aspectos de sua saúde:
 
Saúde Bucal - Após a sessão quimioterápica seu sistema imunológico estará muito debilitado. Qualquer problema, infecção, cárie, que por ventura você possa ter na boca, pode trazer grande problema para seu tratamento. Para evitar isso, é essencial fazer um check-up completo da saúde dos seus dentes e uma limpeza antes do início da quimioterapia.



Saúde Cardíaca - Alguns tipos de quimioterapia podem afetar o sistema cardiocirculatório, por isso um check-up de sua saúde cardíaca antes do início e um monitoramente durante o tratamento são muito importantes. Um dos exames aos quais você poderá ter que se submeter é o ecocardiograma, que usa ondas de ultrassom para criar imagens em movimento do coração.
 
Saúde Reprodutiva - A quimioterapia pode afetar seu sistema reprodutor. Se você estiver em idade reprodutiva, discuta seriamente com seu médico e com seu parceiro sobre a possibilidade de fazer o congelamento de seus óvulos ou sêmen. 
 
Queda de Cabelo - A queda de cabelo, seja ela parcial ou total, é um dos efeitos colaterais mais comuns da quimioterapia. Pergunte ao seu médico oncologista se o tratamento que irá receber poderá causar essa perda. Desta forma, você terá como se preparar para o início da terapia, adquirindo lenços, peruca ou chapéu, antes que seus cabelos comecem a cair. 
 
Este é o momento para se programar. Converse com seu plano de saúde, ele deve pagar por todo seu tratamento. Se você está se tratando pelo SUS, o sistema também tem que disponibilizar integralmente tudo que você eventualmente precisar. Se você trabalha com carteira assinada, tem direito de ficar afastado durante o período do tratamento quimioterápico, recebendo o auxílio-doença. Para mais informações, clique aqui.


Durante o Tratamento
 
No dia do tratamento, um familiar ou um amigo devem lhe acompanhar. Alguns itens tais como mp3, celular com joguinhos, livros, podem fazer com que sua sessão seja um pouco mais confortável.


Se você for receber quimioterapia por injeção intravenosa, você terá que se submeter a um breve exame para checar seus sinais vitais (pressão sanguínea, pulso, frequência respiratória, temperatura). Seu peso e sua altura serão medidos para que você receba doses apropriadas de medicação que são calculadas com esses dados. Uma pequena amostra do seu sangue será coletada e seu médico avaliará, por meio dela, sua condição antes da sessão quimioterápica (esse procedimento será feito a cada sessão). Finalmente, um cateter intravenoso será inserido em uma veia do seu braço.


Atualmente, o tratamento quimioterápico inclui medicação prévia, que atua para evitar alguns efeitos colaterais, tais como náuseas, ansiedade, inflamação ou reação alérgica. Essa medicação pode ser aplicada minutos, horas, ou mesmo dias antes do tratamento quimioterápico.
 
Para obter todos os benefícios da quimioterapia, é importante seguir o cronograma de tratamento recomendado pelo médico.

Após a Sessão Quimioterápica
 
Quando a sessão quimioterápica estiver terminando, o cateter será removido e seus sinais vitais serão verificados novamente. Seu oncologista ou enfermeiro irá lhe informar sobre os efeitos colaterais que você eventualmente poderá apresentar nos próximos dias e lhe orientar sobre medicações, alimentação e outras formas de controlar esses efeitos. As instruções específicas poderão incluir: 
 
  • Evitar estar em ambientes com grande número de pessoas ou crianças, já que seu sistema imunológico estará temporariamente enfraquecido.
  • Beber muito líquido durante as próximas 48 horas para ajudar eliminar resíduos da medicação que ainda possam estar no seu organismo.
  • A medicação poderá permanecer em seu organismo pelas próximas 48 horas. Por isso, esteja seguro de que urina, fezes, vômitos e outras secreções de seu corpo não entrarão em contato com ninguém durante esse período.
Antes de sair da sessão, peça o número do telefone do centro onde realiza seu tratamento e do seu oncologista para contatá-lo em caso de dúvidas! Lembre-se, seu médico é a pessoa mais adequada para lhe dar qualquer informação!

obs.conteúdo meramente informativo procure seu médico
abs,
Carla
extraído:http://www.oncoguia.org.br/conteudo/principais-passos-do-tratamento-quimioterapico/242/107/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vc é muito importante para mim, gostaria muito de saber quem é vc, e sua opinião sobre o meu blog,
bjs, Carla