sexta-feira, 29 de maio de 2015

Elas nos aquecem e nos hidratam, mas nem sempre são leves e pouco calóricas

Por Monica Valeria Palenque Unzueta, nutricionista da ADJ Diabetes Brasil



O friozinho chega e com ele nossa vontade de comer aquela sopinha...

Sucesso no inverno, as sopas são líquidos aromatizados que podem ser servidos como entrada, prato principal ou ainda fazer parte de um serviço de coquetel apresentados em pequenas xícaras, tigelas ou cumbucas. Elas aquecem o organismo e ajudam a manter a hidratação.

Mas aqui vai um alerta: muitas pessoas imaginam que ao consumirem sopas estão ingerindo uma refeição mais "leve", porém dependo de sua composição, a sopa não pode ser considerada "light".

É necessário ter cautela na escolha dos ingredientes da receita, já que alguns componentes podem ser muito calóricos e ricos em gordura saturada e colesterol.

Uma boa alternativa, por exemplo, é substituir parcialmente o creme de leite ou outro tipo de gordura por um fio de azeite de oliva no final da preparação. O azeite é rico em ácidos graxos poliinsaturados que são benéficos ao sistema cardiovascular.

Além disso, é importante estar atento ao consumo de acompanhamentos como: pães, torradas, croutons e queijo parmesão ralado, pois o excesso destes alimentos tornará a refeição muito calórica. O queijo tipo parmesão, por exemplo, é rico em sódio e gordura.

Uma boa dica é aproveitar esta estação do ano para servir as sopas como entrada, pois as temperaturas mornas e quentes estimulam a saciedade, após serem identificadas pelo estômago e transmitirem sinais ao cérebro.

É importante verificar que tipos de nutrientes essas preparações fornecem ao nosso organismo. Por exemplo, em sopas que contenham apenas verduras, legumes e pedaços de carne, é interessante acrescentar uma fonte de carboidrato (exemplo: torradas, croutons ou pães), pois este é o nutriente que fornece energia ao nosso corpo.

Para um melhor aproveitamento dos nutrientes fornecidos nas sopas ou caldos, estas preparações devem fornecer os alimentos em pedaços, pois dessa maneira preserva-se as fibras, vitaminas e sais minerais e também os alimentos nesta consistência estimulam a mastigação que provoca saciedade, auxiliando no controle da quantidade dos alimentos ingeridos.

As sopas feitas com verduras, legumes, carboidratos que sejam integrais e proteínas vegetais (exemplos: feijão, grão de bico, ervilha, lentilha ou soja) são boas fontes de vitaminas, minerais e fibras que provocam saciedade e auxiliam no controle da glicemia e do colesterol.

Use e abuse das ervas, alimentos frescos e temperos naturais como: alho, cebola, pois agregam mais sabor as preparações e são saudáveis.


Por outro lado, principalmente os hipertensos, devem evitar o consumo de sopas industrializadas, pois estes podem acarretar elevação da pressão sanguínea, devido ao excesso de sódio.

obs. conteúdo meramente informativo procure seu médico
abs,
Carla
extraído:http://www.adj.org.br/leitura-conteudo/00000345



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vc é muito importante para mim, gostaria muito de saber quem é vc, e sua opinião sobre o meu blog,
bjs, Carla