segunda-feira, 18 de maio de 2015

7 SINAIS DE ESGOTAMENTO DO CUIDADOR



Por Eva Martínez, autora do portal El Taller de mis Memorias.
Noutras ocasiões, já falamos sobre o apoio social aos doentes de Alzheimer, salientando que esse apoio social é fundamental para o bem-estar do paciente. No entanto queria também ressaltar a importância desse apoio para os próprios cuidadores. 
É importante, por isso, falarmos de sinais de advertência e de esgotamento a que todos os cuidadores de doentes de Alzheimer devem estar atentos.
Sinais de alerta
  • O excesso de stress e de tensão
  • Depressão
  • Ansiedade persistente, raiva ou culpa
  • Irritabilidade extrema com o doente
  • Diminuição da satisfação com a vida em geral
  • Conflitos nas relações e isolamento social
  • O uso excessivo de medicamentos, drogas ou álcool
Conciliar a enorme tarefa de cuidar de um adulto com deterioro cognitivo com outras responsabilidades requer destreza, atenção e uma planificação diligente. Felizmente, muitos profissionais e cuidadores desenvolveram uma quantidade de recursos para ajudar a priorizar os seus esforços e proporcionar um cuidado eficaz. 
Devido ao trabalho do cuidador ser muito duro, deve aprender a proteger-se primeiro. Quando estamos consumidos pela necessidade de cuidar, é fácil abandonarmos outras pessoas e atividades que adoramos, o que põe em risco a nossa própria saúde. 
É difícil desconectar
É muito difícil desconectar quando estamos envolvidos na rotina de cuidar e o sentimento de culpa está muito ligado a isso. Pensar que pode acontecer alguma coisa ao doente quando não estamos presentes ou simplesmente pensar que estamos a desfrutar do tempo enquanto o nosso familiar está em casa, ainda que não dê conta de nada.
A primeira coisa que aconselhamos é que não perca as suas relações sociais: saia e desligue-se um pouco pois está provado que segregamos uma série de endorfinas que nos ajudam a recarregar baterias, que nos dão energia vital e isso ajuda-nos a manter uma atitude positiva face às tarefas que temos de enfrentar, encarando os problemas de uma forma mais positiva e relativizando-os. Quando saimos, partilhamos as nossas preocupações e ao racionalizá-las parecem-nos menos graves, ao mesmo tempo que melhoramos também o nosso humor, o qual nos facilita a vida.
Recomendamos também que pratique a respiração abdominal, uma técnica de relaxamento que pode aprender e aplicar no seu dia a dia para controlar os sintomas de ansiedade e de tensão. 
Por último, e em homenagem ao esforço e resistência de todos os cuidadores, queríamos recordar-lhe esta infografia com as 8 razões pelas quais um cuidador deve sorrir. No final, encontrará uma ligação que lhe permitirá imprimi-la em formato A4 e colocá-la nunca local visível, como a porta do seu frigorífico ou no seu quarto, onde anime o seu sorriso diário apesar das dificuldades!  

obs.conteúdo meramente informativo procure seu médico
abs,
Carla
extraído:https://www.cvirtual.org/pt/blogue/7-sinais-de-esgotamento-do-cuidador

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vc é muito importante para mim, gostaria muito de saber quem é vc, e sua opinião sobre o meu blog,
bjs, Carla