quarta-feira, 27 de maio de 2015

Melhore a sua digestão com dicas simples e práticas

Por Caroline Barata Dias Guimarães, nutricionista e educadora em diabetes da ADJ Diabetes Brasil


Já chega daquela sensação desconfortável de peso no estômago!
Nada melhor do que se sentir leve após se alimentar.
A nutricionista Caroline Barata Dias Guimarães preparou, pra você, dicas de como garantir uma boa digestão. Acompanhe...
Vamos começar entendendo melhor a mastigação.
A mastigação é a primeira etapa do processo digestivo. Nesta fase ocorre a trituração dos alimentos ingeridos e a concomitante ação da saliva, cujo conteúdo apresenta a enzima amilase salivar, responsável pelo início da digestão do amido (carboidrato mais abundante nos alimentos), ainda na boca.
Dicas para uma mastigação correta:
  • Preserve sua saúde dentária, visitando regularmente seu dentista;
  • Caso utilize prótese dentária, verifique se a mesma encontra-se ajustada e fixa;
  • Atente-se à sua respiração. Pessoas que respiram pela boca podem ter dificuldade em mastigar os alimentos, engolindo-os rapidamente;
  • Adquira uma rotina de horário para as refeições e evite assistir televisão, ler ou mexer no computador enquanto se alimenta. A falta de atenção à mastigação e, consequentemente, sua realização de forma incompleta, leva à digestão inadequada;
  • Coloque pequenas quantidades dos alimentos na boca e mastigue-os bem (cerca de 30 mastigações ou durante 20 segundos), até que estejam bem triturados.
Uma mastigação correta traz muitos benefícios, como a sensação de saciedade (os sinais de saciedade chegam ao cérebro de forma mais rápida) e facilita a digestão (uma mastigação incompleta acarreta em sobrecarga do estômago, o que pode levar à digestão ineficaz, além de possíveis desconfortos como azia). 
Uma boa digestão contempla a trituração completa dos alimentos (que se inicia com a mastigação) e a absorção adequada dos nutrientes, como os carboidratos, auxiliando no controle glicêmico.
O consumo de líquidos durante as refeições prejudica a digestão, pois o cérebro não reconhece a quantidade correta de alimento ingerido - o líquido "dilui" o bolo alimentar, acarretando em maior ingestão para o organismo se sentir saciado. O ideal é consumir líquidos nos intervalos entre as refeições (antes das refeições e cerca de 1 hora após), dando preferência aos sucos naturais (polpa ou in natura) e à água (beba diariamente, cerca de, 2 litros).
Outras dicas para uma digestão adequada são: fracionar a dieta, alimentando-se a cada 3 horas, diminuindo o volume ingerido em cada uma das refeições; e não deitar após realizar grandes refeições, pois a posição horizontal pode causar indigestão.
Conheça alguns alimentos/substâncias que dificultam a digestão: 
  • Alimentos gordurosos (frituras, alimentos industrializados): permanecem durante um maior período de tempo no estômago;
  • Alimentos ácidos: podem promover irritação gástrica, porém seus efeitos dependem de cada organismo;
  • Bebidas alcoólicas e condimentos picantes: estimulam a secreção ácida do estômago, o que pode ocasionar irritação de sua parede;
  • Bebidas gaseificadas (refrigerantes e água com gás): provocam distensão e irritação do estômago; e
  • Fumo: promove alterações no conteúdo gástrico.
  • Conheça agora alguns alimentos que facilitam a digestão:
  • Abacaxi (fonte da enzima bromelina) e mamão (fonte da enzima papaína) auxiliam no processo de digestão das proteínas ingeridas (principalmente as carnes); e
  • Chás de camomila, boldo, raiz de genciana, sálvia, carqueja, anis estrelado e hortelã.

Se você tem dúvidas relacionadas à nutrição ou ao tratamento do diabetes entre em contato com a nutricionista Caroline. Ligue gratuitamente para 0800-100627. Ela espera a sua ligação

obs. conteúdo meramente informativo procure seu médico
abs,
Carla
extraído:http://www.adj.org.br/leitura-conteudo/00000346

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vc é muito importante para mim, gostaria muito de saber quem é vc, e sua opinião sobre o meu blog,
bjs, Carla