Será Natal???

Ei, você, aonde vai com tanta pressa?
Eu sei que você tem pouco tempo...
Mas, será que poderia me dar uns minutos da sua
atenção?
Percebo que há muita gente nas ruas, correndo como você. Há uma correria generalizada...
Entendo que você tenha pouco tempo.
Percebo, também, luzes enfeitando vitrines, ruas, casas, árvores...
Mas, confesso que vejo pouco brilho nos olhares...
Poucos sorrisos afáveis, pouca paciência para uma conversa fraternal...
É bonito ver luzes, cores, fartura...
Mas seria tão belo ver sorrisos francos...
Apertos de mãos demorados...
Abraços de ternura...
Mais gratidão...
Mais carinho...
Mais compaixão...
Que familiares e pessoas que  se odeiam, sem a mínima disposição para a reconciliação se reconciliem.
Mas, porque você me emprestou uns minutos do seu precioso tempo, gostaria de lhe perguntar novamente: Para que tanta correria?
Em meio à agitação, sentado no meio-fio, um mendigo, ébrio, grita bem alto: Viva Jesus. Feliz Natal!
E os sóbrios comentam: É louco!
E a cidade se prepara... Será Natal.
Mas, para você que ainda tem tempo de meditar sobre o verdadeiro significado do Natal, ouso dizer:
O Natal não é apenas uma data festiva, é um modo de viver.
O Natal é a expressão da caridade...
Natal é fraternidade...
Mas o Natal também é união...
Que este Natal seja, para você, mais que festas e troca de presentes...
Que possa ser um marco definitivo no seu modo de viver, conforme o modelo trazido pelo notável Mestre, cuja passagem na Terra deu origem ao Natal...
E, finalmente, o Natal é pura expressão de amor...
Gratidão!!!
abs.fraternos
Carla




quarta-feira, 27 de maio de 2015

Melhore a sua digestão com dicas simples e práticas

Por Caroline Barata Dias Guimarães, nutricionista e educadora em diabetes da ADJ Diabetes Brasil


Já chega daquela sensação desconfortável de peso no estômago!
Nada melhor do que se sentir leve após se alimentar.
A nutricionista Caroline Barata Dias Guimarães preparou, pra você, dicas de como garantir uma boa digestão. Acompanhe...
Vamos começar entendendo melhor a mastigação.
A mastigação é a primeira etapa do processo digestivo. Nesta fase ocorre a trituração dos alimentos ingeridos e a concomitante ação da saliva, cujo conteúdo apresenta a enzima amilase salivar, responsável pelo início da digestão do amido (carboidrato mais abundante nos alimentos), ainda na boca.
Dicas para uma mastigação correta:
  • Preserve sua saúde dentária, visitando regularmente seu dentista;
  • Caso utilize prótese dentária, verifique se a mesma encontra-se ajustada e fixa;
  • Atente-se à sua respiração. Pessoas que respiram pela boca podem ter dificuldade em mastigar os alimentos, engolindo-os rapidamente;
  • Adquira uma rotina de horário para as refeições e evite assistir televisão, ler ou mexer no computador enquanto se alimenta. A falta de atenção à mastigação e, consequentemente, sua realização de forma incompleta, leva à digestão inadequada;
  • Coloque pequenas quantidades dos alimentos na boca e mastigue-os bem (cerca de 30 mastigações ou durante 20 segundos), até que estejam bem triturados.
Uma mastigação correta traz muitos benefícios, como a sensação de saciedade (os sinais de saciedade chegam ao cérebro de forma mais rápida) e facilita a digestão (uma mastigação incompleta acarreta em sobrecarga do estômago, o que pode levar à digestão ineficaz, além de possíveis desconfortos como azia). 
Uma boa digestão contempla a trituração completa dos alimentos (que se inicia com a mastigação) e a absorção adequada dos nutrientes, como os carboidratos, auxiliando no controle glicêmico.
O consumo de líquidos durante as refeições prejudica a digestão, pois o cérebro não reconhece a quantidade correta de alimento ingerido - o líquido "dilui" o bolo alimentar, acarretando em maior ingestão para o organismo se sentir saciado. O ideal é consumir líquidos nos intervalos entre as refeições (antes das refeições e cerca de 1 hora após), dando preferência aos sucos naturais (polpa ou in natura) e à água (beba diariamente, cerca de, 2 litros).
Outras dicas para uma digestão adequada são: fracionar a dieta, alimentando-se a cada 3 horas, diminuindo o volume ingerido em cada uma das refeições; e não deitar após realizar grandes refeições, pois a posição horizontal pode causar indigestão.
Conheça alguns alimentos/substâncias que dificultam a digestão: 
  • Alimentos gordurosos (frituras, alimentos industrializados): permanecem durante um maior período de tempo no estômago;
  • Alimentos ácidos: podem promover irritação gástrica, porém seus efeitos dependem de cada organismo;
  • Bebidas alcoólicas e condimentos picantes: estimulam a secreção ácida do estômago, o que pode ocasionar irritação de sua parede;
  • Bebidas gaseificadas (refrigerantes e água com gás): provocam distensão e irritação do estômago; e
  • Fumo: promove alterações no conteúdo gástrico.
  • Conheça agora alguns alimentos que facilitam a digestão:
  • Abacaxi (fonte da enzima bromelina) e mamão (fonte da enzima papaína) auxiliam no processo de digestão das proteínas ingeridas (principalmente as carnes); e
  • Chás de camomila, boldo, raiz de genciana, sálvia, carqueja, anis estrelado e hortelã.

Se você tem dúvidas relacionadas à nutrição ou ao tratamento do diabetes entre em contato com a nutricionista Caroline. Ligue gratuitamente para 0800-100627. Ela espera a sua ligação

obs. conteúdo meramente informativo procure seu médico
abs,
Carla
extraído:http://www.adj.org.br/leitura-conteudo/00000346

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vc é muito importante para mim, gostaria muito de saber quem é vc, e sua opinião sobre o meu blog,
bjs, Carla