Será Natal???

Ei, você, aonde vai com tanta pressa?
Eu sei que você tem pouco tempo...
Mas, será que poderia me dar uns minutos da sua
atenção?
Percebo que há muita gente nas ruas, correndo como você. Há uma correria generalizada...
Entendo que você tenha pouco tempo.
Percebo, também, luzes enfeitando vitrines, ruas, casas, árvores...
Mas, confesso que vejo pouco brilho nos olhares...
Poucos sorrisos afáveis, pouca paciência para uma conversa fraternal...
É bonito ver luzes, cores, fartura...
Mas seria tão belo ver sorrisos francos...
Apertos de mãos demorados...
Abraços de ternura...
Mais gratidão...
Mais carinho...
Mais compaixão...
Que familiares e pessoas que  se odeiam, sem a mínima disposição para a reconciliação se reconciliem.
Mas, porque você me emprestou uns minutos do seu precioso tempo, gostaria de lhe perguntar novamente: Para que tanta correria?
Em meio à agitação, sentado no meio-fio, um mendigo, ébrio, grita bem alto: Viva Jesus. Feliz Natal!
E os sóbrios comentam: É louco!
E a cidade se prepara... Será Natal.
Mas, para você que ainda tem tempo de meditar sobre o verdadeiro significado do Natal, ouso dizer:
O Natal não é apenas uma data festiva, é um modo de viver.
O Natal é a expressão da caridade...
Natal é fraternidade...
Mas o Natal também é união...
Que este Natal seja, para você, mais que festas e troca de presentes...
Que possa ser um marco definitivo no seu modo de viver, conforme o modelo trazido pelo notável Mestre, cuja passagem na Terra deu origem ao Natal...
E, finalmente, o Natal é pura expressão de amor...
Gratidão!!!
abs.fraternos
Carla




terça-feira, 8 de agosto de 2017

O que é Delírio, quando aparece e o que fazer.



Delírios podem ser causados por doenças ou drogas

DELíRIOS ACONTECEM ESPECIALMENTE 
EM IDOSOS HOSPITALIZADOS.



Delírio é um quadro agudo de desconexão com a realidade

Delirium ou Delírio é uma síndrome que se manisfesta por um transtorno mental agudo, de causa orgânica multifatorial.

Ou seja, é um episódio que começa e termina em determinado período no tempo. Pode nunca mais aparecer, ou pode se repetir em situações específicas.
A taxa de ocorrência em adultos maiores de 60 anos (particularmente durante hospitalizações) ou como sintoma secundário de alguns tipos de demência como a Doença de Alzheimer é  maior que em pessoas mais jovens.
É caracterizada por compromentimento global das funções cognitivas, distúrbios de atenção, alteações no sono e na atividade psicomotora (integração das funções motoras – de movimento do corpo – e psiquicas – pensamento).
O diagnóstico é feito através da identificação de 4 sintomas fundamentais:
  • Distúrbio da Consciência: envolve alteração do nível de percepção do ambiente e redução da capacidade para se concentrar, manter ou mudar a atenção.
  • Distúrbios Cognitivos: perda da memória, desorientação e alucinações (que podem ser visuais ou auditivas), distúrbios leves de linguagem e percepção.
  • Instalação aguda e curso flutuante. Isto é, acontece subtamente e passa rápido quando a causa é eliminada. As ocorrências podem ser completamente diferentes entre si.
  • Presença de uma ou mais doenças clínicas ou de toxidade medicamentosa.
Também é perceptível em idosos outros sintomas como sonolência, lentidão no raciocínio e nos movimentos, incapacidade de obedecer a ordens complexas ou manter atividades que exijam raciocínio seqüenciado, como cozinhar, por exemplo.
Pode ser causado por uso de drogas ou abstinência delas como Álcool e hipnóicos-sedativos. Também há histórico de Anticonvulsivantes, Antidepressivos, Drogas Antiparkinsonianas (incluindo amantadina), Corticóides e Narcóticos, (Fenotiazinas) que provocam Delírio. Algumas Infecções (Meningite, Pneumonia, Septicemia, Pielonefrite, etc), Doenças Cardíacas, Distúrbios Metabólicos, Desordens do Sistema Nervoso Central, Câncer e Neoplasias, Traumatismos diversos ou mudança de ambiente também entram na lista das causas.

O Delírio é uma emergência médica.

Portanto, caso você presencie um episódio de delírio, deve procurar um médico imediatamente. O tratamento depende da causa, da saúde em geral do paciente e das chances e rapidez do tratamento. A equipe de saúde deve se concentrar no diagnóstico e tratamento das causas do problema.
obs. conteúdo meramente informativo procure seu médico
abs
Carla
http://idosos.com.br/delirio/


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vc é muito importante para mim, gostaria muito de saber quem é vc, e sua opinião sobre o meu blog,
bjs, Carla