terça-feira, 8 de setembro de 2015

Disque 100 divulgou dados sobre violações aos idosos no 1º semestre

Publicado em 22 de julho de 2015 por em SEUS DIREITOS 
 
A Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República divulgou na última terça-feira, dia 21 de julho de 2015 o balanço do primeiro semestre do Disque 100, com dados de violações de direitos humanos de todo o país.

O levantamento contém denúncias recebidas pela central entre janeiro e junho deste ano e divulga os comparativos das denúncias com o primeiro semestre de 2014, os tipos de violações mais recorrentes, o perfil das vítimas de cada grupo social vulnerável, além de dados referente a cada estado.

O Disque Direitos Humanos é um serviço de utilidade pública da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR) destinado a receber demandas relativas a violações de Direitos Humanos, especialmente de crianças e adolescentes, pessoas idosas, pessoas com deficiência, população LGBT, em situação de rua, em privação de liberdade, comunidades tradicionais, entre outras que atingem populações em situação de vulnerabilidade.

O Disque 100 é coordenado pela Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos que tem a competência de receber, analisar e encaminhar manifestações de violações de direitos humanos.

A central de atendimento funciona 24 horas, todos os dias da semana, inclusive sábados, domingos e feriados. A ligação é gratuita, podendo ser realizada de qualquer terminal telefônico e atende ligações de todo o território nacional.

As manifestações de denúncias de violações de Direitos Humanos recebidas pelo Disque Direitos Humanos são examinadas e posteriormente encaminhadas aos órgãos responsáveis.

No primeiro semestre de 2015 foram registradas 66.518 denúncias sendo que 16.014, o correspondente a 24,2%, de pessoas idosas.

As relacionadas a violações de direitos humanos de crianças e adolescentes, com 63,2% continuam sendo maiores.

                                                                         Negligência  prevalece

Estatuto da Criança e do AdolescenteEm relação ao módulo pessoas idosas, 77,66% foi de violações por negligência, 51,7% de violência psicológica, 38,9% de abuso financeiro/econômico e violência patrimonial e 26,46% de violência física. Com discreto aumento nas violações negligência e abuso financeiro e econômico.

Mulher branca a maior vítima 

O perfil das vítimas por gênero revela que as idosas são o maior grupo nas vítimas com registro de denúncias somando-se 63% contra 29% de idosos. Abaixo observamos que as denúncias são bem distribuídas nas diversas faixas de idade acima de 60 anos, com maior incidência (19%) de 76 a 80 anos e menor incidência de 91 anos ou mais (5%).

Estatuto da Criança e do AdolescenteEm relação a raça/cor, brancos aparecem com 36%, quanto pretos e pardos 34% como revelado abaixo.

Assim como o fluxo para o módulo de crianças e adolescentes, para o encaminhamento das denúncias de pessoas idosas, os coordenadores do trabalho seguiram o ordenamento jurídico estabelecido pelo Estatuto do Idoso.

 Estatuto da Criança e do AdolescenteA maior parte dos encaminhamentos ocorreram para o Conselho Estadual do idoso (45%), seguido da rede SUAS – CRAS/CREAS (23%), delegacias de polícia civil (18%) e Ministério Público (8%).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vc é muito importante para mim, gostaria muito de saber quem é vc, e sua opinião sobre o meu blog,
bjs, Carla