Será Natal???

Ei, você, aonde vai com tanta pressa?
Eu sei que você tem pouco tempo...
Mas, será que poderia me dar uns minutos da sua
atenção?
Percebo que há muita gente nas ruas, correndo como você. Há uma correria generalizada...
Entendo que você tenha pouco tempo.
Percebo, também, luzes enfeitando vitrines, ruas, casas, árvores...
Mas, confesso que vejo pouco brilho nos olhares...
Poucos sorrisos afáveis, pouca paciência para uma conversa fraternal...
É bonito ver luzes, cores, fartura...
Mas seria tão belo ver sorrisos francos...
Apertos de mãos demorados...
Abraços de ternura...
Mais gratidão...
Mais carinho...
Mais compaixão...
Que familiares e pessoas que  se odeiam, sem a mínima disposição para a reconciliação se reconciliem.
Mas, porque você me emprestou uns minutos do seu precioso tempo, gostaria de lhe perguntar novamente: Para que tanta correria?
Em meio à agitação, sentado no meio-fio, um mendigo, ébrio, grita bem alto: Viva Jesus. Feliz Natal!
E os sóbrios comentam: É louco!
E a cidade se prepara... Será Natal.
Mas, para você que ainda tem tempo de meditar sobre o verdadeiro significado do Natal, ouso dizer:
O Natal não é apenas uma data festiva, é um modo de viver.
O Natal é a expressão da caridade...
Natal é fraternidade...
Mas o Natal também é união...
Que este Natal seja, para você, mais que festas e troca de presentes...
Que possa ser um marco definitivo no seu modo de viver, conforme o modelo trazido pelo notável Mestre, cuja passagem na Terra deu origem ao Natal...
E, finalmente, o Natal é pura expressão de amor...
Gratidão!!!
abs.fraternos
Carla




quarta-feira, 14 de junho de 2017

Nova descoberta pode fazer avançar tratamento do Cancro

Quinta, 08 de Junho de 2017 



Fonte de imagem: Mais Que Alimento


Uma equipa de investigadores descobriu que a remoção de uma extensa região reguladora de genes ligada a diferentes tipos de cancro causou uma resistência enorme à formação de tumores, sem afetar o crescimento das células normais.
 
Os investigadores do Instituto Karolinska, na Suécia, anunciaram que as células normais e as cancerígenas utilizam “interruptores genéticos” diferentes para regular a expressão dos genes que controlam o crescimento.
 
Para o estudo, a equipa liderada por Jussi Taipale, do Departamento de Bioquímica e Biofísica Médica, empregou ratinhos para analisar uma vasta região de interruptores genéticos que está associada ao risco de desenvolvimento de muitos tipos de cancro como o da mama, próstata, bexiga, tiroide, mieloma e leucemia linfocítica crónica.
 
As variações que ocorrem nesta região contribuem para muito mais mortes por cancro do que as mutações hereditárias em genes que originam o desenvolvimento da doença. Não se sabe ao certo a razão pela qual as células cancerígenas utilizam esses interruptores e se desempenham alguma função nas células normais.
 
A equipa desligou os interruptores genéticos através da remoção daquela região do genoma dos ratinhos. Como resultado, foi observado que a remoção da região não afetou o desenvolvimento e crescimento normais dos ratinhos.
 
Os investigadores observaram também que ao removerem a região dos interruptores genéticos, os níveis do gene Myc desceram, e os ratinhos tornaram-se muito resistentes à formação de tumores da mama e intestinos, tendo-se mantido saudáveis.
 
Os investigadores concluem que estes resultados demonstram que as células normais podem funcionar e dividir-se sem os elementos genéticos que são necessários para o crescimento das células cancerígenas. Estes achados poderão assim conduzir ao desenvolvimento de fármacos específicos para o tratamento do cancro e com menos efeitos secundários.


obs. conteúdo meramente informativo procure seu médico
abs
Carla

https://www.bancodasaude.com/noticias/nova-descoberta-pode-fazer-avancar-tratamento-do-cancro/
Referência
Estudo publicado na revista “eLife”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vc é muito importante para mim, gostaria muito de saber quem é vc, e sua opinião sobre o meu blog,
bjs, Carla