Será Natal???

Ei, você, aonde vai com tanta pressa?
Eu sei que você tem pouco tempo...
Mas, será que poderia me dar uns minutos da sua
atenção?
Percebo que há muita gente nas ruas, correndo como você. Há uma correria generalizada...
Entendo que você tenha pouco tempo.
Percebo, também, luzes enfeitando vitrines, ruas, casas, árvores...
Mas, confesso que vejo pouco brilho nos olhares...
Poucos sorrisos afáveis, pouca paciência para uma conversa fraternal...
É bonito ver luzes, cores, fartura...
Mas seria tão belo ver sorrisos francos...
Apertos de mãos demorados...
Abraços de ternura...
Mais gratidão...
Mais carinho...
Mais compaixão...
Que familiares e pessoas que  se odeiam, sem a mínima disposição para a reconciliação se reconciliem.
Mas, porque você me emprestou uns minutos do seu precioso tempo, gostaria de lhe perguntar novamente: Para que tanta correria?
Em meio à agitação, sentado no meio-fio, um mendigo, ébrio, grita bem alto: Viva Jesus. Feliz Natal!
E os sóbrios comentam: É louco!
E a cidade se prepara... Será Natal.
Mas, para você que ainda tem tempo de meditar sobre o verdadeiro significado do Natal, ouso dizer:
O Natal não é apenas uma data festiva, é um modo de viver.
O Natal é a expressão da caridade...
Natal é fraternidade...
Mas o Natal também é união...
Que este Natal seja, para você, mais que festas e troca de presentes...
Que possa ser um marco definitivo no seu modo de viver, conforme o modelo trazido pelo notável Mestre, cuja passagem na Terra deu origem ao Natal...
E, finalmente, o Natal é pura expressão de amor...
Gratidão!!!
abs.fraternos
Carla




sexta-feira, 23 de junho de 2017

Melhor Idade : 10 Adaptações Simples para Evitar Acidentes Domésticos.

Adaptações na cozinha


  em Fisioterapia/Segurança  por 
É fundamental estimular a independência do idoso nas atividades do dia-a-dia. Deve-se tornar possível sua autonomia na realização de tarefas simples, mas que trazem a autoestima e confiança para a rotina. Pensando nisso, é importante fazer algumas adaptações que tragam segurança na realização dessas tarefas. Além disso, as adaptações podem evitar quedas.

Para de minimizar os riscos e prevenir acidentes domésticos podemos adotar medidas simples.

Um dos ambientes onde mais se tem tarefas a fazer em uma casa é a cozinha – e também pode ser onde mais ocorrem acidentes. Por isso, a adaptação desse ambiente é de extrema importância:

  1. Evitar tapetes e passadeiras próximo de pias e armários;
  2. Guardar utensílios de uso frequente em prateleiras e armários na altura do tronco ou da cabeça; objetos mais pesados devem ser guardados embaixo (nunca numa altura acima da cabeça);
  3. Proteger quinas de portas e gavetas;
  4. Se possível, ajustar altura da pia e/ou bancada com 85-90 cm de altura e instalar torneiras fáceis de manusear;
  5. Utilizar barras de apoio (podem ser compradas em lojas de material de construção mas devem ser instaladas por pessoa capacitada);
  6. Ter copa ou mesa de apoio que permita sentar-se para realizar tarefas como escolher alimentos, picar, ou simplesmente descansar;
  7. Uso de relógios ou timers para marcar o tempo de fogo e forno, a fim de evitar esquecimentos de chamas acesas –  ou ainda, uso de válvulas de segurança que desligam a alimentação de gás quando a chama é apagada;
  8. Usar luvas térmicas e optar por aventais de pano, aos de plástico (altamente inflamáveis);
  9. Substituir, ao máximo, os utensílios de vidro pelos de metal ou plástico;
  10. Se possível, utilizar piso antiderrapante e manter aquecedores e gás em ambiente externo.
Assim, teremos sempre a comidinha gostosa da casa da vovó!
O banheiro também é um ambiente que pode se tornar mais seguro as mesmas medidas simples. Podemos instalar barras de segurança dentro do box e ao lado do vaso sanitário. Evitar tapetinhos ou panos de chão. Quando possível, instalar um piso anti-derrapante.
obs. conteúdo meramente informativo procure seu médico
abs
Carla
http://idosos.com.br/adaptacoes-de-ambientes/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vc é muito importante para mim, gostaria muito de saber quem é vc, e sua opinião sobre o meu blog,
bjs, Carla