sexta-feira, 8 de julho de 2016

Síndrome Mielodisplásica - 5-Vivendo com a

Data de criação: 17 Março 2016
Última modificação: 28 Abril 2016
Fisioterapia

Corbis 42 35631676
Fisioterapia é a ciência aplicada à prevenção a ao tratamento de doenças por meio de manuseios em regiões específicas do corpo que levam os pacientes a uma melhor organização sensitiva e motora.

Ela deve ser aplicada por um fisioterapeuta, responsável por diagnosticar, prevenir e tratar os distúrbios de movimento e funcionalidade humana.
Para os cânceres do sangue, a fisioterapia visa preservar e restaurar a integridade funcional dos órgãos, sistemas e articulações do paciente, além de prevenir distúrbios causados pelo tratamento da doença e que podem comprometer sua mobilidade, como a diminuição da força muscular, redução dos movimentos, queda do condicionamento físico e, no caso de crianças, atraso no desenvolvimento motor.

Por que devo fazer?
A quimioterapia, radioterapia e transplante de medula óssea (TMO) podem deixar como herança algumas limitações, como dor persistente nos ossos, retrações e aderências de cicatrizes, encurtamento muscular, alterações respiratórias e falta de controle motor. O acompanhamento com um fisioterapeuta pode proporcionar a melhora, ou até mesmo a cura, de tais problemas, por meio de exercícios físicos leves e outras técnicas, como a drenagem linfática, alongamento, eletroterapia e exercícios respiratórios.

Fisioterapia no TMO
Se há um caso em que esse cuidado não pode ser descartado é o dos pacientes que realizam TMO. Afinal,  76% dos pacientes que fizeram o procedimento apresentam fadiga, e 41%, fraqueza nos movimentos, efeitos provocados pela inatividade, repouso prolongado no leito e pela toxicidade quimioterápicos utilizados no pré-transplante. A fisioterapia, principalmente se for iniciada precocemente, logo após o diagnóstico, pode ser a responsável por atenuar ou mesmo prevenir que esses sintomas apareçam.

Quem pode fazer?
Crianças, adolescentes, adultos e idosos, independentemente do tipo de câncer que tenham. Todo e qualquer paciente pode ser tratado com fisioterapia. O foco dela não é voltado apenas para o local afetado pela doença, mas para as limitações e sequelas que podem vir a surgir com os efeitos do tratamento ou a evolução do câncer.
Converse com seu médico e veja se no seu centro de tratamento este tipo de serviço é oferecido!

Ele é composto por profissionais com experiência na área de onco-hematologia, e tem como objetivo ser uma fonte de informações e suporte de dúvidas para profissionais e pacientes, além de desenvolver projetos de divulgação da atuação fisioterapêutica nessa área. Há também a preocupação com a pesquisa científica para o crescimento da qualidade de vida para este grupo de pacientes e atualização profissional. Os membros que compõem este Comitê também ajudam na divulgação de informações e elaboração de materiais didáticos.

obs. conteúdo meramente informativo procure seu médico
abs
Carla
- See more at: http://www.abrale.org.br/qualidade-de-vida/fisioterapia#sthash.Hf0CdTZe.dpuf

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vc é muito importante para mim, gostaria muito de saber quem é vc, e sua opinião sobre o meu blog,
bjs, Carla