Será Natal???

Ei, você, aonde vai com tanta pressa?
Eu sei que você tem pouco tempo...
Mas, será que poderia me dar uns minutos da sua
atenção?
Percebo que há muita gente nas ruas, correndo como você. Há uma correria generalizada...
Entendo que você tenha pouco tempo.
Percebo, também, luzes enfeitando vitrines, ruas, casas, árvores...
Mas, confesso que vejo pouco brilho nos olhares...
Poucos sorrisos afáveis, pouca paciência para uma conversa fraternal...
É bonito ver luzes, cores, fartura...
Mas seria tão belo ver sorrisos francos...
Apertos de mãos demorados...
Abraços de ternura...
Mais gratidão...
Mais carinho...
Mais compaixão...
Que familiares e pessoas que  se odeiam, sem a mínima disposição para a reconciliação se reconciliem.
Mas, porque você me emprestou uns minutos do seu precioso tempo, gostaria de lhe perguntar novamente: Para que tanta correria?
Em meio à agitação, sentado no meio-fio, um mendigo, ébrio, grita bem alto: Viva Jesus. Feliz Natal!
E os sóbrios comentam: É louco!
E a cidade se prepara... Será Natal.
Mas, para você que ainda tem tempo de meditar sobre o verdadeiro significado do Natal, ouso dizer:
O Natal não é apenas uma data festiva, é um modo de viver.
O Natal é a expressão da caridade...
Natal é fraternidade...
Mas o Natal também é união...
Que este Natal seja, para você, mais que festas e troca de presentes...
Que possa ser um marco definitivo no seu modo de viver, conforme o modelo trazido pelo notável Mestre, cuja passagem na Terra deu origem ao Natal...
E, finalmente, o Natal é pura expressão de amor...
Gratidão!!!
abs.fraternos
Carla




domingo, 6 de outubro de 2013

Conheça aqui os sintomas do Alzheimer em cada estágio da doença.

Ninguém experimenta a doença de Alzheimer da mesma maneira. As perdas da cognição (processo de conhecimento e pensamento, que envolvem a memória), além de outras, como da coordenação e da personalidade, ocorrem e afetam a qualidade de vida de forma diferente de pessoa para pessoa. No entanto, os investigadores identificaram alguns padrões na forma como a doença progride, permitindo que os médicos possam classificar o grupo de sintomas de Alzheimer em três estágios específicos. Esta classificação é importante porque pode ajudar as pessoas a entenderem melhor como os sintomas podem se desdobrar e pode ajudar as famílias a fazer planos para o futuro.

É importante ter em mente, porém, que enquanto os sintomas de Alzheimer têm sido agrupados em estágios, não há nenhuma maneira de saber quanto tempo qualquer fase ou sintoma vai durar ou o quão rápido vai progredir.

Estágios de Alzheimer

Uma vez que você foi diagnosticado com Alzheimer, os pesquisadores dizem que você pode esperar três fases de sintomas, geralmente classificada como leve, moderada e grave.
Estágio I (leve): pode durar dois a quatro anos. Haverá menor perda de memória, bem como alterações de humor e alterações de personalidade. No entanto, a independência pode ser mantida. 

Os sintomas do estágio I podem incluir:

- Se perder facilmente;
- Dificuldade de lidar com dinheiro e/ou pagamento de contas;
- Repetir perguntas ou pedaços de conversa fora do contexto;
- Leva mais tempo para concluir as tarefas de rotina;
- Perda ou extravio itens;

Estágio II (moderada): a perda provocada no cérebro começa a gerar danos neurais significativos. Tarefas simples ainda podem ser feitas, mas as pessoas na fase II vão lutar com a linguagem, razão, percepção sensorial e outras habilidades cognitivas. O estágio II de Alzheimer tende a ser mais longo, durando de dois a 10 anos. Os sintomas podem incluir:

- Problemas para completar tarefas com várias etapas, tais como vestir-se ou cozinhar;
- Perda de memória maior, onde ambos os eventos recentes, bem como a história pessoal não são mais lembrados;
- Confusão e mistura de memórias do passado e do presente;
- Dificuldade em reconhecer pessoas próximas ou familiares;
- Perda da capacidade de ler e escrever;
- Comportamento impulsivo e tendências a vaguear.

Estádio III (grave) dura 1 a 3 anos. Pessoas no estágio III de Alzheimer geralmente perdem toda a independência e, acima de tudo, sua capacidade mental. Nesta fase, você vai precisar de cuidados constantes. Muitas pessoas permanecem na cama ou sem sair de casa quase o dia todo. Os sintomas podem incluir:

- Incapacidade de reconhecer qualquer um, inclusive a si mesmo;
- Perda de comunicação, apenas com grunhidos ou gemidos;
- Maior vulnerabilidade a outras doenças, como infecções de pele ou respiratória;
- Perda de controle sobre funções corporais, tais como dificuldade em engolir ou falta de controle do intestino e da bexiga;
- Redução ainda maior na memória que torna-se quase inexistente.
Se você suspeitar que você ou seu ente pode estar apresentando um ou mais dos sintomas mencionados nestas etapas, não hesite em contactar um médico. Embora não haja cura para a doença de Alzheimer, obter um diagnóstico precoce pode ajudar a planejar para o futuro nesse sentido e uma série de tratamentos estão disponíveis para ajudar a aliviar os sintomas problemáticos de Alzheimer. Um dos tratamentos é a Reabilitação Cognitiva que junto ao tratamento farmacológico pode diminuir a progressão dos sintomas e proporcionar maior qualidade na vida do cliente e dos familiares.

Se você tem interesse em Reabilitação Cognitiva, mande-nos um email para reabcognitiva@gmail.com, quem sabe não podemos ajudar???


extraído:http://www.reab.me/2012/02/estagios-de-alzheimer-conheca-os-sintomas/ 

obs. conteúdo meramente informativo procure seu médico.Muito triste minha mãe é portadora de alzheimer e o estágio em que se encontra é o II muito difícil vê-la assim.
abs,
Carla

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vc é muito importante para mim, gostaria muito de saber quem é vc, e sua opinião sobre o meu blog,
bjs, Carla