Será Natal???

Ei, você, aonde vai com tanta pressa?
Eu sei que você tem pouco tempo...
Mas, será que poderia me dar uns minutos da sua
atenção?
Percebo que há muita gente nas ruas, correndo como você. Há uma correria generalizada...
Entendo que você tenha pouco tempo.
Percebo, também, luzes enfeitando vitrines, ruas, casas, árvores...
Mas, confesso que vejo pouco brilho nos olhares...
Poucos sorrisos afáveis, pouca paciência para uma conversa fraternal...
É bonito ver luzes, cores, fartura...
Mas seria tão belo ver sorrisos francos...
Apertos de mãos demorados...
Abraços de ternura...
Mais gratidão...
Mais carinho...
Mais compaixão...
Que familiares e pessoas que  se odeiam, sem a mínima disposição para a reconciliação se reconciliem.
Mas, porque você me emprestou uns minutos do seu precioso tempo, gostaria de lhe perguntar novamente: Para que tanta correria?
Em meio à agitação, sentado no meio-fio, um mendigo, ébrio, grita bem alto: Viva Jesus. Feliz Natal!
E os sóbrios comentam: É louco!
E a cidade se prepara... Será Natal.
Mas, para você que ainda tem tempo de meditar sobre o verdadeiro significado do Natal, ouso dizer:
O Natal não é apenas uma data festiva, é um modo de viver.
O Natal é a expressão da caridade...
Natal é fraternidade...
Mas o Natal também é união...
Que este Natal seja, para você, mais que festas e troca de presentes...
Que possa ser um marco definitivo no seu modo de viver, conforme o modelo trazido pelo notável Mestre, cuja passagem na Terra deu origem ao Natal...
E, finalmente, o Natal é pura expressão de amor...
Gratidão!!!
abs.fraternos
Carla




quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Planos de Saúde Individuais: espécie em extinção

Operadoras de saúde vêm restringindo a oferta dos planos individuais aos consumidores
Em recente pesquisa “Saúde não é o que interessa”, o Idec constatou a dificuldade que os consumidores passam ao tentar contratar um plano de saúde individual (pessoa física): as operadoras de saúde vêm restringindo a oferta dos planos individuais ou familiares e, por outro lado, estão estimulando a venda de planos coletivos para pessoas físicas. 
 
Mas por quê? A ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) estipula um teto anual de reajuste para os contratos individuais. Já os reajustes dos contratos coletivos não são submetidos a essa regulação. E os planos individuais não podem ser rescindidos unilateralmente pela operadora, ao contrário dos coletivos. Quando um contrato coletivo deixar de ser vantajoso à operadora, ela pode "liquidar a fatura" e expurgar os consumidores. 
 
Por outro lado, quando uma carteira de clientes (individuais ou coletivos) fica desvantajosa para uma operadora de saúde, ela pode vendê-la para outra, como aconteceu recentemente com a Golden Cross, que passou todos os seus clientes individuais para a Unimed.
 
O assunto foi tema de reportagem do Jornal Nacional do dia 1º de outubro. Veja o vídeo aqui.
 
Consumidor, caso seu plano de saúde faça reajustes abusivos na mensalidade, caso você queria mudar de plano e não encontre opções de planos individuais ou a operadora dificulte a portabilidade, relate seu caso à ANS e ao Procon. Ainda, é possível recorrer ao Poder Judiciário..
 
Confira nos links abaixo informações e dicas para você se proteger dos abusos das empresas de saúde na oferta e prestação de serviços de saúde:
 
> Saúde não é o que interessa: Reajustes dos planos coletivos não são regulados pela ANS. Mas pesquisa inédita do Idec revela que, mesmo assim, a Justiça tem considerado abusivos os percentuais impostos pelas operadoras
 
Individual ou coletivo? Descubra qual modalidade de plano de saúde contratar: Para decidir mais facilmente qual tipo de plano é mais vantajoso para você, o individual/familiar ou coletivo), veja a tabela nesta página.
 
> Operadoras abandonam plano de saúde individual: Três grandes operadoras de planos de saúde - Amil, Golden Cross e Intermédica - estão interrompendo ou restringindo a venda de planos individuais e por adesão, modalidade que atende principalmente os profissionais liberais. Atualmente, há quase 10 milhões de usuários com convênios médicos individuais no país.
 
> A falsa coletivização de contratos nos planos de saúde: Artigo da advogada do Idec Joana Cruz.
 
> Venda da Golden Cross para a Unimed Rio - saiba seus direitos: A partir de 1º de outubro, 160 mil clientes de todo Brasil serão atendidos pela nova operadora.
 
> Ajude a levarmos o Manifesto para a presidente Dilma. Muitas queixas aos planos existem porque os consumidores não têm acesso à saúde pública no Brasil. O Idec e outras 33 entidades lançaram um Manifesto em defesa ao SUS (Sistema Único de Saúde). Participe!
 
obs. conteúdo meramente informativo
abs,
Carla
extraído: http://www.idec.org.br/consultas/dicas-e-direitos/planos-de-saude-individuais-especie-em-extinco

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vc é muito importante para mim, gostaria muito de saber quem é vc, e sua opinião sobre o meu blog,
bjs, Carla