Será Natal???

Ei, você, aonde vai com tanta pressa?
Eu sei que você tem pouco tempo...
Mas, será que poderia me dar uns minutos da sua
atenção?
Percebo que há muita gente nas ruas, correndo como você. Há uma correria generalizada...
Entendo que você tenha pouco tempo.
Percebo, também, luzes enfeitando vitrines, ruas, casas, árvores...
Mas, confesso que vejo pouco brilho nos olhares...
Poucos sorrisos afáveis, pouca paciência para uma conversa fraternal...
É bonito ver luzes, cores, fartura...
Mas seria tão belo ver sorrisos francos...
Apertos de mãos demorados...
Abraços de ternura...
Mais gratidão...
Mais carinho...
Mais compaixão...
Que familiares e pessoas que  se odeiam, sem a mínima disposição para a reconciliação se reconciliem.
Mas, porque você me emprestou uns minutos do seu precioso tempo, gostaria de lhe perguntar novamente: Para que tanta correria?
Em meio à agitação, sentado no meio-fio, um mendigo, ébrio, grita bem alto: Viva Jesus. Feliz Natal!
E os sóbrios comentam: É louco!
E a cidade se prepara... Será Natal.
Mas, para você que ainda tem tempo de meditar sobre o verdadeiro significado do Natal, ouso dizer:
O Natal não é apenas uma data festiva, é um modo de viver.
O Natal é a expressão da caridade...
Natal é fraternidade...
Mas o Natal também é união...
Que este Natal seja, para você, mais que festas e troca de presentes...
Que possa ser um marco definitivo no seu modo de viver, conforme o modelo trazido pelo notável Mestre, cuja passagem na Terra deu origem ao Natal...
E, finalmente, o Natal é pura expressão de amor...
Gratidão!!!
abs.fraternos
Carla




sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Se não for tratada da maneira correta, pressão alta pode causar danos irreversíveis à saúde

Foto: Romulic-Stojcic/Corbis

A hipertensão ou pressão alta é uma doença sorrateira, que acomete homens e mulheres de todas as faixas etárias. O problema é caracterizado pela elevação dos níveis tensionais no sangue e geralmente está acompanhado por enfermidades como obesidade, sedentarismo ou problemas cardíacos, por exemplo. “Ele ataca silenciosamente, muitas pessoas nem sabem que têm o problema. Os sintomas mais comuns durante uma crise são a cefaleia, mal estar, cansaço, falta de ar, dor no peito e visão turva”, explica o cardiologista e chefe do Centro de Cuidados Coronarianos do Hospital Federal do Andaraí/RJ, Geraldo Chedide.

Em uma crise hipertensiva, nem sempre todos esses sintomas estão presentes ao mesmo tempo. Se o indivíduo sentir alguma dessas alterações, deve procurar um médico imediatamente para aferir a pressão. “Apesar de ser uma doença silenciosa, a cefaleia da pressão alta é bem característica. Ela é mais matinal e a dor começa na região da nuca. Normalmente a pessoa já acorda com ela. Quando a hipertensão está em níveis mais altos, a pessoa sente fortes tonturas, fica com a visão turva e vendo pontos luminosos”, explica. O médico diz ainda que o cansaço é um sintoma comum e que deve ser levado em conta.

Quando não tratada, a pressão alta pode levar a complicações que atingem o sistema cardiovascular, renal e nervoso, podendo ainda acarretar aumento do coração. A doença é uma das principais causas de morte súbita no país. “Uma das maiores preocupações é o coração, rins e cérebro. A hipertensão pode levar à insuficiência cardíaca, aneurismas nos vasos cerebrais e aumentando no risco de acidente vascular cerebral. Além disso, ela pode atacar os rins e provocar muitas vezes ataques cardíacos ou lesões arteriais em outros órgãos do organismo”, alerta.

Causas - A pressão alta é hereditária na maioria dos casos. Ela também pode ser causada por doenças relacionadas. “A hipertensão pode estar ligada a distúrbios da tireoide ou em glândulas endocrinológicas, como a suprarrenal. Entretanto, existe uma série de outros fatores que influenciam nos níveis de pressão arterial como a obesidade, fumo, excesso de bebida alcoólica, diabetes e sedentarismo”, afirma Chedide.

Durante a gestação - Segundo o especialista, a pressão alta é um mal que atinge um número considerável de grávidas e pode trazer graves consequências para mãe e filho. Felizmente, é possível diagnosticar o problema precocemente. “Existem dois casos: a mulher que já era hipertensa antes mesmo de engravidar e a que desenvolveu a hipertensão durante a gestação. Geralmente o problema é detectado durante o pré-natal. Sendo diagnosticada, a gestante precisa evitar maus hábitos e uma dieta rica em sal. Também é importante deixar o sedentarismo e se alimentar de forma equilibrada. Nem sempre a hipertensão apresenta sintomas, mas a mulher precisa estar atenta às dores de cabeça e procurar um médico o mais rápido possível.” O cardiologista lembra que entre 5 e 7% das grávidas sofrem com o problema.

A prática regular de atividades físicas é uma das medidas que ajudam no combate à hipertensão e controle da pressão arterial. “Ela é terapêutica, mas só deve ser liberada após uma avaliação médica. As atividades aeróbicas de pouco impacto tem benefícios comprovados, além disso, é fundamental que o individuo busque adquirir hábitos de vida mais saudáveis”, finaliza o médico.

Fonte: Érica Santos / Agêcia Saúde

obs. conteúdo meramente informativo procure seu médico
abs,
Carla
extraído:http://www.blog.saude.gov.br/se-nao-for-tratada-da-maneira-correta-pressao-alta-pode-causar-danos-irreversiveis-a-saude/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=se-nao-for-tratada-da-maneira-correta-pressao-alta-pode-causar-danos-irreversiveis-a-saude

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vc é muito importante para mim, gostaria muito de saber quem é vc, e sua opinião sobre o meu blog,
bjs, Carla