Será Natal???

Ei, você, aonde vai com tanta pressa?
Eu sei que você tem pouco tempo...
Mas, será que poderia me dar uns minutos da sua
atenção?
Percebo que há muita gente nas ruas, correndo como você. Há uma correria generalizada...
Entendo que você tenha pouco tempo.
Percebo, também, luzes enfeitando vitrines, ruas, casas, árvores...
Mas, confesso que vejo pouco brilho nos olhares...
Poucos sorrisos afáveis, pouca paciência para uma conversa fraternal...
É bonito ver luzes, cores, fartura...
Mas seria tão belo ver sorrisos francos...
Apertos de mãos demorados...
Abraços de ternura...
Mais gratidão...
Mais carinho...
Mais compaixão...
Que familiares e pessoas que  se odeiam, sem a mínima disposição para a reconciliação se reconciliem.
Mas, porque você me emprestou uns minutos do seu precioso tempo, gostaria de lhe perguntar novamente: Para que tanta correria?
Em meio à agitação, sentado no meio-fio, um mendigo, ébrio, grita bem alto: Viva Jesus. Feliz Natal!
E os sóbrios comentam: É louco!
E a cidade se prepara... Será Natal.
Mas, para você que ainda tem tempo de meditar sobre o verdadeiro significado do Natal, ouso dizer:
O Natal não é apenas uma data festiva, é um modo de viver.
O Natal é a expressão da caridade...
Natal é fraternidade...
Mas o Natal também é união...
Que este Natal seja, para você, mais que festas e troca de presentes...
Que possa ser um marco definitivo no seu modo de viver, conforme o modelo trazido pelo notável Mestre, cuja passagem na Terra deu origem ao Natal...
E, finalmente, o Natal é pura expressão de amor...
Gratidão!!!
abs.fraternos
Carla




sexta-feira, 4 de abril de 2014

Biópsias para Diagnóstico do Câncer de Sítio Primário Desconhecido


Exame físico, exames de imagem e exames de sangue às vezes podem sugerir a presença de um câncer, mas, na maioria dos casos, é necessária a realização de uma biópsia para confirmação do diagnóstico. A biópsia também é importante para determinar o tipo de câncer e o local de origem do câncer. 

Os diferentes tipos de biópsias que podem ser realizados dependendo do local onde existe uma suspeita da localização do tumor são:


  • Punção Aspirativa por Agulha Fina (PAAF) - A punção aspirativa por agulha fina (PAAF) é um procedimento rápido e pode ser realizado com anestésico local, embora normalmente não seja necessário. Na PAAF é utilizada uma agulha fina acoplada a uma seringa para aspirar uma amostra do tecido tumoral para análise. O material obtido é submetido à análise citológica. Este procedimento é geralmente guiado pela tomografia computadorizada. Uma desvantagem desta técnica é que, em alguns casos, a agulha não consegue retirar uma quantidade de tecido suficiente para um diagnóstico definitivo.

  • Biópsia por Agulha Grossa - A biópsia por agulha grossa ou core biopsy é semelhante à PAAF, mas com uma agulha de grosso calibre, que permite que uma amostra maior de tecido seja retirada. Assim como a PAAF, esse procedimento é geralmente guiado por exames de imagem, dependendo da localização do tumor. A biópsia é feita com anestesia local.

  • Biópsia Excisional - Este é o tipo mais comum de biópsia, quando existe uma suspeita de linfoma. Neste procedimento, o cirurgião faz uma incisão na pele e remove todo o tumor ou linfonodo. Se o linfonodo está localizado na superfície da pele, o procedimento é simples, e pode ser realizado sob anestesia local, mas se estiver em planos mais profundos será necessário anestesia geral.

  • Biópsia Incisional - Na biópsia incisional apenas uma parte do tecido é retirada. Este tipo de biópsia é geralmente realizado para lesões maiores, que estão ulceradas ou que cresceram profundamente. Este tipo de biópsia é geralmente realizado sob anestesia local.

  • Biópsia Endoscópica - O endoscópio é um instrumento usado para visualizar o interior do corpo. Na extremidade, tem lentes ou uma câmara minúscula e luz própria, pode também ter instrumentos para remover tecido.

  • Toracocentese ou Paracentese - Este procedimento é utilizado em casos de derrame pleural. É utilizada uma agulha estéril para retirar uma amostra do líquido anormal para exame de laboratório. O procedimento é geralmente realizado sob anestesia local.

  • Biópsia e Aspiração de Medula Óssea - A biópsia e aspiração são usadas para verificar se as células cancerígenas se espalharam para a medula óssea e partes moles internas de certos ossos. A aspiração da medula óssea e biópsia se realizam simultaneamente e na maioria dos casos, as amostras são retiradas dos ossos da região pélvica. Estes procedimentos podem ser feitos isoladamente, no momento da biópsia ou durante a cirurgia para retirada do tumor. As amostras de medula óssea retiradas são enviadas para análise em um laboratório de patologia.


p.s: quando fiz a minha biópsia 1º fiz  Punção Aspirativa por Agulha Fina (PAAF)  sem anestésico local nem sentir dor foi como fazer um exame de sangue já a Biópsia Excisional tive que tomar anestesia geral e foi retirado total sub mandicular.

obs. conteúdo meramente informativo procure seu médico
abs,
Carla
extraído:http://www.oncoguia.org.br/conteudo/biopsias-para-diagnostico-do-cancer-de-sitio-primario-desconhecido/5044/679/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vc é muito importante para mim, gostaria muito de saber quem é vc, e sua opinião sobre o meu blog,
bjs, Carla