Será Natal???

Ei, você, aonde vai com tanta pressa?
Eu sei que você tem pouco tempo...
Mas, será que poderia me dar uns minutos da sua
atenção?
Percebo que há muita gente nas ruas, correndo como você. Há uma correria generalizada...
Entendo que você tenha pouco tempo.
Percebo, também, luzes enfeitando vitrines, ruas, casas, árvores...
Mas, confesso que vejo pouco brilho nos olhares...
Poucos sorrisos afáveis, pouca paciência para uma conversa fraternal...
É bonito ver luzes, cores, fartura...
Mas seria tão belo ver sorrisos francos...
Apertos de mãos demorados...
Abraços de ternura...
Mais gratidão...
Mais carinho...
Mais compaixão...
Que familiares e pessoas que  se odeiam, sem a mínima disposição para a reconciliação se reconciliem.
Mas, porque você me emprestou uns minutos do seu precioso tempo, gostaria de lhe perguntar novamente: Para que tanta correria?
Em meio à agitação, sentado no meio-fio, um mendigo, ébrio, grita bem alto: Viva Jesus. Feliz Natal!
E os sóbrios comentam: É louco!
E a cidade se prepara... Será Natal.
Mas, para você que ainda tem tempo de meditar sobre o verdadeiro significado do Natal, ouso dizer:
O Natal não é apenas uma data festiva, é um modo de viver.
O Natal é a expressão da caridade...
Natal é fraternidade...
Mas o Natal também é união...
Que este Natal seja, para você, mais que festas e troca de presentes...
Que possa ser um marco definitivo no seu modo de viver, conforme o modelo trazido pelo notável Mestre, cuja passagem na Terra deu origem ao Natal...
E, finalmente, o Natal é pura expressão de amor...
Gratidão!!!
abs.fraternos
Carla




segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

A doença de Berger

A doença de Berger (se pronuncia “berjê”) é uma doença renal de origem imunológica que pode levar à insuficiência renal terminal. A doença é causada por um mal funcionamento dos anticorpos, chamados de imunoglobulina A, que são produzido para defender as mucosas dos trato respiratório e gastrointestinal contra germes do exterior, por motivos ainda desconhecido, passam a se depositar nos rins, causando lesão nos mesmos. Como é uma doença causada por um mal funcionamento do sistema imunológico, ela é pode ser considerada uma espécie de doença autoimune, apesar de não haver a produção de um anticorpo diretamente contra o rim.

A doença pode ocorrer em qualquer idade, mas é mais comum em pessoas entre 20 e 40 anos, é duas vezes mais comum em homens que em mulheres e se apresenta mais em pessoas de pele brancas e origem asiática, sendo rara em pessoas negras.
Pode ser originada por outras doenças como Cirrose, AIDS, a doença Celíaca, Purpura de Henoch-Schonlein e a Granulomatose de Wegener.

O sintoma, em pelo menos 50% dos casos, é a presença de sangue na urina, que ocorrem sempre após uma infecção das vias respiratórias, como amigdalites, faringites ou rinossinusites.

Em 40% dos casos, o paciente apresenta uma perda de sangue e de proteínas na urina, em pequenas quantidades, não sendo possível ser detectada ao olho nu. Em 10 % se apresenta como uma nefrite mais grave, com grandes perdas de proteínas na urina, chamada de proteinúria, podendo causar síndrome nefrótica. O aumento da pressão arterial é um sintoma comum na doença de Berger.

Os casos mais leves da doença podem até apresentar cura espontânea. Nos mais graves, o paciente acaba por desenvolver insuficiência renal crônica avançada, necessitando de hemodiálise. Na maioria dos casos, a doença de Berger costuma ser uma doença de progressão muito lenta. Em 20 anos, menos de 30% dos pacientes vão precisar entrar em hemodiálise.

Porém a não resposta ao tratamento indica que o paciente provavelmente evoluirá com perda irreversível da função renal e necessidade de hemodiálise, a curto prazo doença
de berger 


obs. conteúdo meramente informativo procure seu médico
abs,
Carla
extraído: www.mdsaude.com

Descrição da imagem : Foto das costas de uma mulher com os rins destacados por uma ilustração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vc é muito importante para mim, gostaria muito de saber quem é vc, e sua opinião sobre o meu blog,
bjs, Carla