Será Natal???

Ei, você, aonde vai com tanta pressa?
Eu sei que você tem pouco tempo...
Mas, será que poderia me dar uns minutos da sua
atenção?
Percebo que há muita gente nas ruas, correndo como você. Há uma correria generalizada...
Entendo que você tenha pouco tempo.
Percebo, também, luzes enfeitando vitrines, ruas, casas, árvores...
Mas, confesso que vejo pouco brilho nos olhares...
Poucos sorrisos afáveis, pouca paciência para uma conversa fraternal...
É bonito ver luzes, cores, fartura...
Mas seria tão belo ver sorrisos francos...
Apertos de mãos demorados...
Abraços de ternura...
Mais gratidão...
Mais carinho...
Mais compaixão...
Que familiares e pessoas que  se odeiam, sem a mínima disposição para a reconciliação se reconciliem.
Mas, porque você me emprestou uns minutos do seu precioso tempo, gostaria de lhe perguntar novamente: Para que tanta correria?
Em meio à agitação, sentado no meio-fio, um mendigo, ébrio, grita bem alto: Viva Jesus. Feliz Natal!
E os sóbrios comentam: É louco!
E a cidade se prepara... Será Natal.
Mas, para você que ainda tem tempo de meditar sobre o verdadeiro significado do Natal, ouso dizer:
O Natal não é apenas uma data festiva, é um modo de viver.
O Natal é a expressão da caridade...
Natal é fraternidade...
Mas o Natal também é união...
Que este Natal seja, para você, mais que festas e troca de presentes...
Que possa ser um marco definitivo no seu modo de viver, conforme o modelo trazido pelo notável Mestre, cuja passagem na Terra deu origem ao Natal...
E, finalmente, o Natal é pura expressão de amor...
Gratidão!!!
abs.fraternos
Carla




sábado, 8 de fevereiro de 2014

Hipercalcemia


O tratamento do câncer tem por finalidade a cura ou alívio dos sintomas da doença. Os tratamentos com medicamentos (quimioterapia, terapia alvo, hormonioterapia), cirúrgicos e radioterápicos podem provocar efeitos colaterais que variam de paciente para paciente dependendo de múltiplos fatores, podendo ser diferentes quanto a intensidade e duração. Alguns pacientes poderão apresentar efeitos colaterais mais severos, outros mais leves ou mesmo não apresentar qualquer efeito colateral. Em caso de você apresentar algum efeito colateral devido ao tratamento que está realizando procure imediatamente seu médico para receber as orientações necessárias para seu caso.

Hipercalcemia é o nível elevado de cálcio no sangue. A hipercalcemia pode ser fatal e é a mais comum desordem metabólica associada ao câncer, ocorrendo de 10% a 20% dos pacientes com câncer. Enquanto a maioria do cálcio no corpo é armazenada nos ossos, cerca de 1% do cálcio do corpo circula na corrente sanguínea. O cálcio é importante para muitas funções corporais, incluindo a formação óssea, contrações musculares e nervosas e função do cérebro.

Causas
O nível de cálcio no sangue é controlado por muitos fatores, incluindo o hormônio da paratireóide, suas causas são:
  • Cânceres que afetam diretamente o osso ou metástase nos ossos causam ruptura do osso, causando a liberação do excesso de cálcio no sangue.
  • Alguns cânceres afetam a capacidade dos rins na remoção do excesso de cálcio no sangue.
  • A desidratação causada por náuseas e vômitos, torna difícil para os rins a remoção adequada do cálcio no sangue.
  • Falta de atividade física pode causar ruptura do osso, liberando cálcio no sangue.
Os tipos de câncer que podem causar hipercalcemia incluem câncer de mama, de pulmão, mieloma múltiplo, linfoma, leucemia, renal, cabeça e pescoço e gastrointestinal.
Sintomas
Os sintomas de hipercalcemia geralmente se desenvolvem lentamente e podem ser muito semelhantes aos sintomas do câncer e seus tratamentos. Pacientes com hipercalcemia podem apresentar sintomas como:
  • Perda de apetite, náuseas e vômitos.
  • Constipação e dor abdominal.
  • Micção frequente.
  • Fadiga, fraqueza e dor muscular.
  • Alterações do estado mental, incluindo confusão, desorientação e dificuldade para pensar.
  • Dor de cabeça.
  • Depressão.
A hipercalcemia grave pode estar associada a pedras nos rins, batimento cardíaco irregular, ou ataque cardíaco. Os efeitos potencialmente graves de hipercalcemia incluem perda da consciência e coma.
Diagnóstico e Tratamento
A hipercalcemia é diagnosticada pelo exame de sangue. Pacientes com hipercalcemia moderada ou grave podem ser tratados de várias maneiras:
  • Tratamento do câncer primário.
  • Reposição de líquidos.
  • Administração de medicamentos para evitar a ruptura do osso.
  • Realização de diálise em pacientes com insuficiência renal.
obs. conteúdo meramente informativo procure seu médico
abs,
Carla
extraído:http://www.oncoguia.org.br/conteudo/hipercalcemia/1330/109/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vc é muito importante para mim, gostaria muito de saber quem é vc, e sua opinião sobre o meu blog,
bjs, Carla