Será Natal???

Ei, você, aonde vai com tanta pressa?
Eu sei que você tem pouco tempo...
Mas, será que poderia me dar uns minutos da sua
atenção?
Percebo que há muita gente nas ruas, correndo como você. Há uma correria generalizada...
Entendo que você tenha pouco tempo.
Percebo, também, luzes enfeitando vitrines, ruas, casas, árvores...
Mas, confesso que vejo pouco brilho nos olhares...
Poucos sorrisos afáveis, pouca paciência para uma conversa fraternal...
É bonito ver luzes, cores, fartura...
Mas seria tão belo ver sorrisos francos...
Apertos de mãos demorados...
Abraços de ternura...
Mais gratidão...
Mais carinho...
Mais compaixão...
Que familiares e pessoas que  se odeiam, sem a mínima disposição para a reconciliação se reconciliem.
Mas, porque você me emprestou uns minutos do seu precioso tempo, gostaria de lhe perguntar novamente: Para que tanta correria?
Em meio à agitação, sentado no meio-fio, um mendigo, ébrio, grita bem alto: Viva Jesus. Feliz Natal!
E os sóbrios comentam: É louco!
E a cidade se prepara... Será Natal.
Mas, para você que ainda tem tempo de meditar sobre o verdadeiro significado do Natal, ouso dizer:
O Natal não é apenas uma data festiva, é um modo de viver.
O Natal é a expressão da caridade...
Natal é fraternidade...
Mas o Natal também é união...
Que este Natal seja, para você, mais que festas e troca de presentes...
Que possa ser um marco definitivo no seu modo de viver, conforme o modelo trazido pelo notável Mestre, cuja passagem na Terra deu origem ao Natal...
E, finalmente, o Natal é pura expressão de amor...
Gratidão!!!
abs.fraternos
Carla




domingo, 23 de fevereiro de 2014

COISAS QUE DEVEMOS EVITAR, AO CONVERSAR COM PESSOAS QUE PERDERAM UM FAMILIAR QUERIDO

O Blog Reccomecar está participante do Prêmio Top Blog 2013 e esta semana foi eleito entre os 100 Top blogs categoria saúde.

Até o dia 10 de março(10/03/2014), é o período de votação para escolher os 03finalistas!!!
Conto com seu voto!!!


Pode ser difícil saber o que dizer para amigos ou familiares, após a perda de alguém muito próximo. Um risco é você, sem querer, soltar frases para ajudar a consolar nestas horas, mesmo que bem-intencionadas, mas que depois se mostram equivocadas e, além de não ajudar muito, podem até causar mal-estar.


Se você quer consolar ao oferecer as condolências pelo falecimento de alguém, EVITE frases como as citadas abaixo:

- "Pare de chorar, você só está piorando mais ainda as coisas!" 
Expressar emoções, mesmo que exacerbadas, é uma reação natural, normal e saudável perante perdas de entes queridos, diante da morte.

- "Você deve deixar que suas emoções aflorem - ponha para fora o que está sentindo ou você vai se sentir pior depois." 

Também é normal algumas pessoas não sentirem vontade de chorar ou não demostrar suas emoções. Isso não significa que a pessoa está sofrendo menos que o resto da família ou que terá algum tipo de problema emocional ou de saúde mais tarde.

- "Pelo menos fulano(a) não está sofrendo mais." 

Essa frase pouco conforta. Quaisquer que sejam as circunstâncias do falecimento, o familiar enlutado ainda está sofrendo muito esta perda.

- "Você tem que ser forte." Ou "Deus nunca nos dá mais do que podemos suportar."
Tais declarações implicam que é errado sentir-se no fundo do poço, que é errado ficar de luto e muito triste.

- "Não fique lembrando a toda a hora do fulano(a)." 

É normal e natural - até nos faz bem - falar sobre o familiar falecido. Muitas vezes, vem a lembrança e não temos como controlar isso.

- "Eu sei exatamente como você se sente."
Na verdade, você não SENTE o que a outra está sentindo. Mesmo se você já experimentou uma perda semelhante, você não é a pessoa que está agora de luto. Você não teve a mesma relação com a pessoa que faleceu.
.
- "Pelo menos, ele tinha muita idade. Estava muito idoso." 
Quantos anos de idade será "suficiente" para se estar pronto para morrer?

- "Você tem sorte. Pelo menos : você tem dinheiro - ou você é jovem e atraente - ou ele não cometeu suicídio, etc." 

A perda de um familiar querido é sempre muito difícil. Comparar perdas ou situações não vai fazer o familiar que está de luto se sentir melhor.

- "Já se passaram seis meses, um ano... Está na hora de viver a sua vida, seguir em frente e não pensar muito no familiar falecido". 

As pessoas nunca deixam de sentir a perda de uma familiar falecido. Dar um prazo para se vivenciar o luto pode ser, no mínimo falta de bom senso e pouco ajuda as pessoas a continuar vivendo e tocando pra frente a suas próprias vidas.



obs. conteúdo meramente informativo procure seu médico
abs.,
Carla

Dr. Márcio Borges - Geriatra e Cardiologista
Editor de conteúdo Facebook Cuidar de Idosos
extraído:https://www.facebook.com/cuidardeidosos?hc_location=timeline

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vc é muito importante para mim, gostaria muito de saber quem é vc, e sua opinião sobre o meu blog,
bjs, Carla