Será Natal???

Ei, você, aonde vai com tanta pressa?
Eu sei que você tem pouco tempo...
Mas, será que poderia me dar uns minutos da sua
atenção?
Percebo que há muita gente nas ruas, correndo como você. Há uma correria generalizada...
Entendo que você tenha pouco tempo.
Percebo, também, luzes enfeitando vitrines, ruas, casas, árvores...
Mas, confesso que vejo pouco brilho nos olhares...
Poucos sorrisos afáveis, pouca paciência para uma conversa fraternal...
É bonito ver luzes, cores, fartura...
Mas seria tão belo ver sorrisos francos...
Apertos de mãos demorados...
Abraços de ternura...
Mais gratidão...
Mais carinho...
Mais compaixão...
Que familiares e pessoas que  se odeiam, sem a mínima disposição para a reconciliação se reconciliem.
Mas, porque você me emprestou uns minutos do seu precioso tempo, gostaria de lhe perguntar novamente: Para que tanta correria?
Em meio à agitação, sentado no meio-fio, um mendigo, ébrio, grita bem alto: Viva Jesus. Feliz Natal!
E os sóbrios comentam: É louco!
E a cidade se prepara... Será Natal.
Mas, para você que ainda tem tempo de meditar sobre o verdadeiro significado do Natal, ouso dizer:
O Natal não é apenas uma data festiva, é um modo de viver.
O Natal é a expressão da caridade...
Natal é fraternidade...
Mas o Natal também é união...
Que este Natal seja, para você, mais que festas e troca de presentes...
Que possa ser um marco definitivo no seu modo de viver, conforme o modelo trazido pelo notável Mestre, cuja passagem na Terra deu origem ao Natal...
E, finalmente, o Natal é pura expressão de amor...
Gratidão!!!
abs.fraternos
Carla




quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Compreender os Sentimentos do seu Filho sobre Diabetes



O Blog Reccomecar está participante do Prêmio Top Blog 2013 e esta semana foi eleito entre os 100 Top blogs categoria saúde.

Até o dia 10 de março(10/03/2014), é o período de votação para escolher os 03finalistas!!!
Conto com seu voto!!!
Compreender os sentimentos do seu filho sobre diabetes



Viver com diabetes pode ser emocionalmente e desafiador para o seu filho.

Fonte: Joslin Diabetes Center
Por: Jennifer Douglass, M. Ed
Jennifer Douglass, M.Ed, especialista da vida de criança em Joslin Diabetes Center, discute alguns sentimentos comuns de seu filho com diabetes pode ter e como você pode ajudá-la a lidar com a situação.


Sentindo-se “diferente” com Diabetes

Uma das preocupações mais comuns que as crianças com diabetes têm é que eles não querem parecer “diferente” de colegas, amigos e irmãos, de acordo com Douglass. Isso é muitas vezes difícil quando uma criança é diagnosticada pela primeira vez com diabetes, mas pode continuar a preocupar o seu filho como ele ou ela cresce.


O que você pode fazer:   Tente fazer o tratamento da diabetes apenas outra parte do dia. Na escola, o trabalho com a orientadora e professora do seu filho para tornar a gestão de diabetes menos de uma distração para o seu filho.
Por exemplo:  Veja se o seu filho pode manter o material de diabetes e lanches na sala de aula. Se ele ou ela tem que ir para a enfermeira, para tentar evitar interromper o momento mais social do dia, como a hora do lanche. Em casa, estabelecer uma rotina consistente. Fazer gestão da diabetes uma parte do dia, como escovar os dentes, é um desafio, mas necessário para o seu filho.

Frustração /Depressão da Diabetes

“Seu filho provavelmente vai se sentir muito frustrado por ter diabetes em algum momento”, disse Douglass. É comum que as crianças a ficar chateado de ter diabetes, o que por vezes pode levar a depressão de diabetes.

O que você pode fazer:  Douglass enfatiza a importância  também que é importante usar o apoio a sua equipe de cuidados de saúde da diabetes poderem fornecer e se comunicar sempre, e ser aberto como uma família e sempre se comunicando e discutindo o bom, o mau e tudo mais, tendo uma equipe de apoio à família e orientadores, assistência social e especialistas na vida da criança que se especializam em trabalhar com as crianças que têm diabetes.


O site Diabete.Com.Br avisa : As informações contidas neste site não se destinam ou implica a ser um substituto para aconselhamento médico profissional, diagnóstico ou tratamento. Todo o conteúdo, incluindo texto, gráficos, imagens e informações, contidos ou disponíveis através deste site são apenas para fins informativos gerais. As opiniões expressas aqui são as opiniões de escritores, colaboradores e comentaristas, e não são necessariamente aqueles de Diabete. Com.Br. Nunca desconsidere o conselho médico profissional ou demorem a procurar tratamento médico por causa de algo que tenha lido ou acessado através deste site.

obs. conteúdo meramente informativo procure seu médico
abs,
Carla
extraído:http://www.diabete.com.br/compreender-os-sentimentos-do-seu-filho-sobre-diabetes/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vc é muito importante para mim, gostaria muito de saber quem é vc, e sua opinião sobre o meu blog,
bjs, Carla