Será Natal???

Ei, você, aonde vai com tanta pressa?
Eu sei que você tem pouco tempo...
Mas, será que poderia me dar uns minutos da sua
atenção?
Percebo que há muita gente nas ruas, correndo como você. Há uma correria generalizada...
Entendo que você tenha pouco tempo.
Percebo, também, luzes enfeitando vitrines, ruas, casas, árvores...
Mas, confesso que vejo pouco brilho nos olhares...
Poucos sorrisos afáveis, pouca paciência para uma conversa fraternal...
É bonito ver luzes, cores, fartura...
Mas seria tão belo ver sorrisos francos...
Apertos de mãos demorados...
Abraços de ternura...
Mais gratidão...
Mais carinho...
Mais compaixão...
Que familiares e pessoas que  se odeiam, sem a mínima disposição para a reconciliação se reconciliem.
Mas, porque você me emprestou uns minutos do seu precioso tempo, gostaria de lhe perguntar novamente: Para que tanta correria?
Em meio à agitação, sentado no meio-fio, um mendigo, ébrio, grita bem alto: Viva Jesus. Feliz Natal!
E os sóbrios comentam: É louco!
E a cidade se prepara... Será Natal.
Mas, para você que ainda tem tempo de meditar sobre o verdadeiro significado do Natal, ouso dizer:
O Natal não é apenas uma data festiva, é um modo de viver.
O Natal é a expressão da caridade...
Natal é fraternidade...
Mas o Natal também é união...
Que este Natal seja, para você, mais que festas e troca de presentes...
Que possa ser um marco definitivo no seu modo de viver, conforme o modelo trazido pelo notável Mestre, cuja passagem na Terra deu origem ao Natal...
E, finalmente, o Natal é pura expressão de amor...
Gratidão!!!
abs.fraternos
Carla




sábado, 8 de fevereiro de 2014

Dificuldade de Deglutição


O tratamento do câncer tem por finalidade a cura ou alívio dos sintomas da doença. Os tratamentos com medicamentos (quimioterapia, terapia alvo, hormonioterapia), cirúrgicos e radioterápicos podem provocar efeitos colaterais que variam de paciente para paciente dependendo de múltiplos fatores, podendo ser diferentes quanto a intensidade e duração. Alguns pacientes poderão apresentar efeitos colaterais mais severos, outros mais leves ou mesmo não apresentar qualquer efeito colateral. Em caso de você apresentar algum efeito colateral devido ao tratamento que está realizando procure imediatamente seu médico para receber as orientações necessárias para seu caso.


Dificuldade para engolir (disfagia) acontece quando o paciente apresenta dificuldades na passagem do alimento ou líquido pela garganta. Alguns podem vomitar, tossir ou engasgar-se tentando engolir, enquanto outros podem ter dor ou sentir como se o alimento estivesse preso na garganta.

Causas
A dificuldade de deglutição pode ser consequência do próprio câncer, especialmente de esôfago ou garganta, que podem reduzir ou estreitar o esôfago. A dificuldade de deglutição também é um efeito colateral comum de alguns tratamentos. Os potenciais efeitos colaterais da cirurgia, radioterapia ou quimioterapia, incluem:
  • Feridas, dor ou inflamação na garganta, esôfago e boca (mucosite).
  • Boca seca.
  • Infecções na boca ou esôfago.
  • Inchaço ou constrição da garganta ou no esôfago.
  • Mudanças físicas na boca, boca, garganta ou esôfago.
Gerenciamento
A falta de ar ou engasgos durante a deglutição é desagradável. O médico poderá encaminhá-lo ao otorrinolaringologista ou fonoaudiólogo, que o orientarão na utilização dos músculos da boca e garganta. O fonoaudiólogo ensinará como engolir com mais facilidade, evitando engasgos e falta de ar ao comer ou beber.
O médico também pode receitar medicamentos para reduzir a inflamação e dor, que dependendo do caso, pode ser apenas bochechos antes das refeições. Pacientes com infecção na boca ou garganta, por fungos, como candidíase, podem precisar fazer uso de medicamentos para tratar a infecção.
Se a deglutição tornar difícil a alimentação, pode ser necessário receber a alimentação através de um tubo até que se torne mais fácil o ato de engolir.
Dicas de Alimentação para Pacientes com Dificuldade de Deglutição
Dependendo da gravidade e causa dos problemas de deglutição, algumas dicas podem ser mais úteis para alguns pacientes do que para outros:

  • Comer alimentos macios, suaves, como iogurte, pudim e sorvete.
  • Umedecer levemente os alimentos secos com caldo de carne, molhos, manteiga ou leite.
  • Tentar um preparo mais suave de suas frutas e legumes favoritos, como purê de maçã ou cenoura.
  • Usar canudo para beber líquidos e alimentos moles.
  • Consuma alimentos frios ou à temperatura ambiente.
  • Cortar os alimentos em pedaços pequenos e mastigar lentamente.
  • Sentar ereto quando comer ou beber.
  • Se estiver perdendo peso, coma porções menores, a intervalos menores.
  • Evitar alimentos secos, ásperos ou duros, que precisam de muita mastigação.
obs. conteúdo meramente informativo procure seu médico
abs,
Carla
extraído:http://www.oncoguia.org.br/conteudo/dificuldade-de-degluticao/200/109/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vc é muito importante para mim, gostaria muito de saber quem é vc, e sua opinião sobre o meu blog,
bjs, Carla