Será Natal???

Ei, você, aonde vai com tanta pressa?
Eu sei que você tem pouco tempo...
Mas, será que poderia me dar uns minutos da sua
atenção?
Percebo que há muita gente nas ruas, correndo como você. Há uma correria generalizada...
Entendo que você tenha pouco tempo.
Percebo, também, luzes enfeitando vitrines, ruas, casas, árvores...
Mas, confesso que vejo pouco brilho nos olhares...
Poucos sorrisos afáveis, pouca paciência para uma conversa fraternal...
É bonito ver luzes, cores, fartura...
Mas seria tão belo ver sorrisos francos...
Apertos de mãos demorados...
Abraços de ternura...
Mais gratidão...
Mais carinho...
Mais compaixão...
Que familiares e pessoas que  se odeiam, sem a mínima disposição para a reconciliação se reconciliem.
Mas, porque você me emprestou uns minutos do seu precioso tempo, gostaria de lhe perguntar novamente: Para que tanta correria?
Em meio à agitação, sentado no meio-fio, um mendigo, ébrio, grita bem alto: Viva Jesus. Feliz Natal!
E os sóbrios comentam: É louco!
E a cidade se prepara... Será Natal.
Mas, para você que ainda tem tempo de meditar sobre o verdadeiro significado do Natal, ouso dizer:
O Natal não é apenas uma data festiva, é um modo de viver.
O Natal é a expressão da caridade...
Natal é fraternidade...
Mas o Natal também é união...
Que este Natal seja, para você, mais que festas e troca de presentes...
Que possa ser um marco definitivo no seu modo de viver, conforme o modelo trazido pelo notável Mestre, cuja passagem na Terra deu origem ao Natal...
E, finalmente, o Natal é pura expressão de amor...
Gratidão!!!
abs.fraternos
Carla




domingo, 15 de janeiro de 2017

Domando a Diabetes: Exames Periódicos Trimestrais


Mais importante do que saber que se tem diabetes, é saber o que é necessário fazer para manter um bom tratamento. Então, em nosso primeiro mês, vamos começar falando dos exames periódicos.

O objetivo deste post e dos dois próximos é listar exames que são importantes para entender como o organismo está reagindo ao que fazemos diariamente, mas é claro que a decisão sobre fazer todos eles ou não e a periodicidade pode variar de acordo com as decisões dos médicos que acompanham vocês.

Neste primeiro post, listo os exames trimestrais, mas dependendo do tipo de diabetes ou ainda das condições de saúde da pessoa os pedidos podem variar entre um em um mês, quatro em quatro ou ainda seis em seis meses.

O mais interessante aqui é entender o objetivo de cada um até para que você saiba como debater a necessidade de fazê-los ou não. São eles:



Exames Trimestrais
NomeCuidados para FazerPara que serve?
Glicemia JejumA glicemia pode ser medida em jejum (após 8 a 10 horas de jejum), a qualquer hora (amostra aleatória), após uma refeição (pós-prandial) ou como parte de um teste de tolerância à glicose (curva glicêmica).O exame de glicose é pedido para medir a quantidade de glicose no sangue no momento da coleta. É usado para detectar hiperglicemia e hipoglicemia, para ajudar o diagnóstico de diabetes e para monitorar os níveis de glicose em pessoas com diabetes.
GlicosúriaSendo fracionada ou 24 horas, exige a retirada de frasco e instruções no laboratório com antecedência.A glicosúria mede a presença de glicose na urina. É uma condição comum às pessoas que apresentam diabetes não controlada. O aumento da glicose na urina pode ser pela saturação da capacidade reabsortiva de glicose pelos túbulos renais em situação de glicemia elevada (aumento na concentração plasmática de glicose) ou secundária a danos nos referidos túbulos (glicosúria de origem renal). É muito importante para o diabético monitorar seus níveis de glicose na urina. O exame de glicosúria é uma forma indireta de estimar um aumento da glicemia.
FrutosaminaPreparação não necessáriaA frutosamina é usada para avaliar o controle da glicemia em diabéticos durante um período de tempo, mas a hemoglobina glicada é mais utilizada. Entretanto, a American Diabetes Association aceita os dois exames e declara que a frutosamina pode ser mais interessante que a hemoglobina glicada em algumas situações, como: alterações rápidas no tratamendo do diabetes, gravidez de mulheres com diabetes e quando detectada anormalidade das hemácias (a hemoglobina glicada é afetada por redução das hemácias, o que ocorre quando há sangramentos ou anemia, por exemplo). Se o nível de frutosamina se apresenta elevado, a glicemia esteve elevada nas últimas duas ou três semanas. A tendência pode ser mais importante que os níveis absolutos. Valores crescentes, ainda que normais, podem indicar que o controle da glicemia não está adequado, seja por consumo excessivo de açúcar, doses muito baixas de insulina ou diminuição da resposta à insulina.
Hemoglobina GlicadaPreparação não necessáriaA hemoglobina glicada e o cálculo da glicose média estimada são usados para controlar diabetes. O objetivo do controle do diabetes é manter os níveis de glicose no sangue o mais próximo possível do normal. Isto ajuda a minimizar as complicações causadas por elevações crônicas da glicemia, como lesões progressivas de rins, olhos, vasos e nervos. O resultado da hemoglobina glicada e da glicose média estimada expressam a quantidade média de glicose no sangue durante os 2 a 3 últimos meses. Isso pode dar uma ideia sobre a eficiência do controle do diabetes e pode sugerir a necessidade de ajustes.


Eu achei bem interessante o objetivo da frutosamina, exame que nunca fiz. Para quem está mudando de tratamento ou passando por fases turbulentas, pode ser uma boa saída para fazer as adaptações necessárias e verificar com mais rapidez a resposta do organismo.

Vale lembrar ainda, que alguns exames são apenas uma fotografia, ou seja, o congelamento de uma situação. O exame de glicemia jejum, por exemplo, pode dar alto sem que a pessoa esteja com a diabetes descontrolada, isto porque no dia do exame diversos fatores podem influenciar.

A hemoglobina glicada é outro exemplo. já que mostra uma imagem do todo, não dando para saber como foi o dia a dia deste paciente. Resumindo, independentemente do resultado, é importante fazer o controle glicêmico diário, anotando todos as medições. Só assim e junto com os exames será possível definir as melhores opções para o tratamento junto com o médico.

Nesta postagem eu não específico exames de diagnóstico como teste de tolerância à glicose e glicemia pós-prandial, além de esporádicos para detecção de complicações como RX para medição de idade óssea e pesquisa de doença celíaca, por exemplo. Nem Peptídio C e Anti-GAD comumente usados para confirmação de tipo de diabetes.

Ou seja, a ideia é que uma pessoa com diabetes tenha em mãos uma listinha dos principais exames que tem que fazer todos os anos para o acompanhamento e a manutenção de um bom tratamento.

Lembre-se de seguir as pílulas do conhecimento nas redes sociais (Face, Insta e Twitter - @adiabeteseeu) com a #DomandoaDiabetes!

Espero que tenham gostado. Na próxima semana vou falar dos exames semestrais! Até lá!

Fontes:
http://www.saude.sp.gov.br/resources/ses/perfil/gestor/homepage//linhas-de-cuidado-sessp/diabetes-melitus/anexos/exameslaboratoriaisderotina.pdf
http://www.labtestsonline.org.br/understanding/conditions/diabetes/start/3
https://pt.wikipedia.org/wiki/Glicos%C3%BAria
http://www.diabetes.org.br/sbdonline/images/docs/DIRETRIZES-SBD-2015-2016.pdf

obs. conteúdo meramente informativo procure seu médico
abs
Carla
http://www.adiabeteseeu.com/2017/01/domandoadiabetes-exames-periodicos-trimestrais.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vc é muito importante para mim, gostaria muito de saber quem é vc, e sua opinião sobre o meu blog,
bjs, Carla