terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Síndrome Nefrótica é mais comum na Infância


Saiba mais sobre os cuidados e acompanhamentos necessários 


Síndrome Nefrótica (SN) é um conjunto de várias doenças renais, que se caracteriza pela perda de proteínas em excesso, por meio da urina, fazendo com que o nível da substância baixe no sangue.

O paciente apresenta quadro importante de edema (inchaço), inicialmente percebido nas pernas e pálpebras e generalizando-se por todo o corpo. As causas da SN pode ser congênita (rara) e ou adquirida secundaria às doenças infecciosas como hepatite, AIDS, ou doenças sistêmicas como o Lupus.


Na infância ela é mais comum na forma idiopática, ou seja, por causa desconhecida. O diagnostico da SN pode ser feito por exames laboratoriais onde se mede as proteínas séricas, proteinúria 24 horas e o perfil lipídico. Não há como fazer o diagnóstico na gestação, porém pode se considerar a suspeita na forma congênita.


Segundo o nefropediatra da Fundação Pró-Rim, Dr. Artur Ricardo Wendhausen é possível adotar uma série de medidas clínicas para o tratamento da Síndrome Nefrótica, que contribuem para a redução da proteinúria e para melhor conservação renal do paciente. O tratamento inicial é sempre com o uso de corticoide.


obs. conteúdo meramente informativo procure seu médico
abs
Carla
http://www.prorim.org.br/site/noticias/novidade/i/664

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vc é muito importante para mim, gostaria muito de saber quem é vc, e sua opinião sobre o meu blog,
bjs, Carla