Será Natal???

Ei, você, aonde vai com tanta pressa?
Eu sei que você tem pouco tempo...
Mas, será que poderia me dar uns minutos da sua
atenção?
Percebo que há muita gente nas ruas, correndo como você. Há uma correria generalizada...
Entendo que você tenha pouco tempo.
Percebo, também, luzes enfeitando vitrines, ruas, casas, árvores...
Mas, confesso que vejo pouco brilho nos olhares...
Poucos sorrisos afáveis, pouca paciência para uma conversa fraternal...
É bonito ver luzes, cores, fartura...
Mas seria tão belo ver sorrisos francos...
Apertos de mãos demorados...
Abraços de ternura...
Mais gratidão...
Mais carinho...
Mais compaixão...
Que familiares e pessoas que  se odeiam, sem a mínima disposição para a reconciliação se reconciliem.
Mas, porque você me emprestou uns minutos do seu precioso tempo, gostaria de lhe perguntar novamente: Para que tanta correria?
Em meio à agitação, sentado no meio-fio, um mendigo, ébrio, grita bem alto: Viva Jesus. Feliz Natal!
E os sóbrios comentam: É louco!
E a cidade se prepara... Será Natal.
Mas, para você que ainda tem tempo de meditar sobre o verdadeiro significado do Natal, ouso dizer:
O Natal não é apenas uma data festiva, é um modo de viver.
O Natal é a expressão da caridade...
Natal é fraternidade...
Mas o Natal também é união...
Que este Natal seja, para você, mais que festas e troca de presentes...
Que possa ser um marco definitivo no seu modo de viver, conforme o modelo trazido pelo notável Mestre, cuja passagem na Terra deu origem ao Natal...
E, finalmente, o Natal é pura expressão de amor...
Gratidão!!!
abs.fraternos
Carla




segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

FENAPAR quer Aprovação de Lei para beneficiar Pacientes Renais

21/11/2016

O transplantado Renato Padilha foi reeleito presidente da FENAPAR.


  O jornalista Renato Padilha, um dos fundadores da Associação RimViver de Caxias do Sul (RS), foi reeleito no último dia 06 de novembro, em São Paulo (SP) para o triênio 2017/19 à frente da Federação Nacional dos Pacientes Renais e Transplantados - Fenapar. A Federação congrega 15 associações de vários estados do Brasil, entre elas a Associação dos Pacientes Renais de Joinville. Padilha é transplantado renal há 14 anos e exerce a presidência da Fenapar desde a sua fundação em 2013.

Segundo ele, a principal bandeira de luta da entidade é a aprovação do projeto de lei da deputada Carmen Zanotto (PPS-SC), que considera o paciente renal em tratamento por máquina de hemodiálise e diálise peritoneal, como deficiente.
 
 Se essa condição for transformada em lei, explica Renato, os cerca de 120 mil pacientes renais em todo o Brasil terão direitos similares aos de alguns portadores de doenças, beneficiados nas questões de aposentadoria e de outros benefícios. No entanto, o projeto prevê que o paciente que passar por transplante renal, sua condição de pessoa com deficiência será reavaliada.
 
A vantagem, segundo ele, é para compensar as limitações físicas que muitas vezes não os permitem exercer qualquer atividade profissional. Ele acredita que o projeto de lei deva ser aprovado até o final deste ano, quando então seguirá para o Senado. Renato Padilha informa que a Fenapar vai concentrar ações de parcerias com várias entidades médicas. Além de estimular o crescimento das entidades afiliadas, também vai atuar na criação de novas associações de pacientes renais em todo o Brasil.

obs. conteúdo meramente informativo procure seu médico
abs
Carla
http://www.prorim.org.br/site/noticias/novidade/i/1003
  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vc é muito importante para mim, gostaria muito de saber quem é vc, e sua opinião sobre o meu blog,
bjs, Carla