sexta-feira, 22 de novembro de 2013

A Diaverum, um dos principais prestadores de serviços renais em Portugal, está a implementar nas suas clínicas um novo modelo de serviço dos lanches

Diaverum implementa novo modelo de serviço de lanches.
Diaverum, um dos principais prestadores de serviços renais em Portugal, está a implementar nas suas clínicas um novo modelo de serviço dos lanches, que é oferecido aos doentes durante as sessões de hemodiálise e que os ajuda a compreender quais são as escolhas alimentares certas para melhorar a sua qualidade de vida.
Os lanches durante a diálise são fundamentais na compensação das perdas nutricionais decorrentes do tratamento dialítico, constituindo assim, uma extensão dos cuidados que são prestados aos doentes. Contudo, esta abordagem não deve limitar-se apenas à adequada satisfação das necessidades nutricionais, uma vez que os aspetos mais valorizados pelos doentes são a variedade alimentar e a possibilidade de poderem intervir nessa escolha.  
Neste contexto o novo modelo de serviço dos lanches é baseado num Manual com vários tipos de menus, podendo o doente escolher, a cada sessão, o lanche que pretende.
O proposto neste modelo é que haja um aumento da variedade alimentar e um forte envolvimento por parte do doente, que passa a estar mais informado e com maior intervenção na escolha dos seus lanches. A iniciativa enquadra-se dentro de uma filosofia que a Diaverum desde sempre manteve, e que pretende que o apoio nutricional não seja discriminativo nem punitivo para os doentes mas sim realizado de forma positiva, permitindo em segurança melhorar a qualidade alimentar e, em consequência, a sua qualidade de vida.
Na opinião de Fernando Martins, doente da Clínica de Linda a Velha, “os promotores do manual e os gestores da Diaverum merecem todos o meu louvor, pela utilidade e melhoria da qualidade de vida de que os doentes beneficiarão, pelos esforços (financeiro e outros) que o trabalho apresentado significa e pelos novos alimentos que irão proporcionar.”

Cada doente será orientado pela equipa de Nutrição da Diaverum na escolha dos novos lanches, indicando quais as opções que se enquadram melhor nos respetivos objetivos nutricionais, estado metabólico e condição clínica, particularmente no que concerne ao aporte energético, proteico, mineral e hídrico durante a sessão de hemodiálise.
Em simultâneo, e norteada pela mesma preocupação, a Diaverum deu início à disponibilização de suplementos nutricionais, cuja necessidade tenha sido identificada pelas suas equipas médicas e de nutrição.
A implementação deste novo modelo teve início em Setembro e abrangerá as clínicas de que a Diaverum é responsável, até ao final do ano.

obs. conteúdo meramente informativo procure seu médico
abs,
Carla


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vc é muito importante para mim, gostaria muito de saber quem é vc, e sua opinião sobre o meu blog,
bjs, Carla