Será Natal???

Ei, você, aonde vai com tanta pressa?
Eu sei que você tem pouco tempo...
Mas, será que poderia me dar uns minutos da sua
atenção?
Percebo que há muita gente nas ruas, correndo como você. Há uma correria generalizada...
Entendo que você tenha pouco tempo.
Percebo, também, luzes enfeitando vitrines, ruas, casas, árvores...
Mas, confesso que vejo pouco brilho nos olhares...
Poucos sorrisos afáveis, pouca paciência para uma conversa fraternal...
É bonito ver luzes, cores, fartura...
Mas seria tão belo ver sorrisos francos...
Apertos de mãos demorados...
Abraços de ternura...
Mais gratidão...
Mais carinho...
Mais compaixão...
Que familiares e pessoas que  se odeiam, sem a mínima disposição para a reconciliação se reconciliem.
Mas, porque você me emprestou uns minutos do seu precioso tempo, gostaria de lhe perguntar novamente: Para que tanta correria?
Em meio à agitação, sentado no meio-fio, um mendigo, ébrio, grita bem alto: Viva Jesus. Feliz Natal!
E os sóbrios comentam: É louco!
E a cidade se prepara... Será Natal.
Mas, para você que ainda tem tempo de meditar sobre o verdadeiro significado do Natal, ouso dizer:
O Natal não é apenas uma data festiva, é um modo de viver.
O Natal é a expressão da caridade...
Natal é fraternidade...
Mas o Natal também é união...
Que este Natal seja, para você, mais que festas e troca de presentes...
Que possa ser um marco definitivo no seu modo de viver, conforme o modelo trazido pelo notável Mestre, cuja passagem na Terra deu origem ao Natal...
E, finalmente, o Natal é pura expressão de amor...
Gratidão!!!
abs.fraternos
Carla




quinta-feira, 30 de março de 2017

Os superpoderes do brócolis


 
Se você torceu o nariz, prepare-se: o brócolis pode te ajudar na prevenção contra o câncer, auxiliar na saúde dos olhos, do cérebro, do sistema nervoso e sistema digestivo, além de regular o nível de colesterol, contribui para uma gravidez mais saudável, e inúmeros outros benefícios para blindar a sua saúde. Ah, e é um alimento de baixa caloria: são 39 calorias para cada 100g de brócolis!
 
O brócolis é da família da Brassicaceae, uma forma de couve tal como o repolho, a couve-flor e a couve-de-bruxelas. Ele é todo comestível: folha, caule, flores e pedúnculos florais podem ser consumidos crus, cozidos, refogados no vapor, etc. Não à toa pode ser incluído em receitas variadas, desde salada e petiscos, a molhos para carnes, cremes e recheios.
 
E para quem pratica exercícios físicos, uma ótima notícia: “Ele ajuda a recuperar as fibras musculares, permite a contração muscular, regula os hormônios e contribui para a produção de novas células sanguíneas. É um alimento excelente para o pré-treino”, diz a nutricionista Márcia Barbosa Rosalen. “Ele ainda é indicado contra gastrite e diabetes, para a prevenção e combate a artrite e proteção dos pulmões”, acrescenta.
 

Dicas de preparo:

1: O brócolis deve ser lavado e sequinho antes do preparo. Se ele for comprado em horta caseira, o ideal é deixá-lo de molho em água com sal por 10 minutos para eliminar os vermes das folhas – eles não fazem mal a saúde, mas certamente fará você perder o apetite se encontrá-lo no prato.
 
2: Quando estiver seco, o próximo passo é cortar os ramos (floretes) e levá-los para a panela para cozinhar.
 
3: Cozinhar no vapor contribui para a perda mínima de nutrientes, mas, caso opte por cozinhar direto na água, uma dica é usar pouca água e reutilizar o “caldo” para cozinhar o arroz ou o macarrão, por exemplo.
 
4: O brócolis costuma levar de 3 a 5 minutos para ficar “al dente”, textura ideal para ser servido. Assim que estiver pronto, retire a tampa imediatamente, do contrário, ele continuará cozinhando e pode ficar empapado.
 
5: Para ele não ficar com aquela cor pálida, a dica é escorrer o vegetal e passar em água fria.
 
6: O vegetal é muito perecível e, portanto, deve ser guardado seco, em sacos plásticos embalados a vácuo (com o mínimo de oxigênio) e mantidos no refrigerador por, no máximo, uma semana. Quando preparados e mantidos na geladeira, podem durar até dois dias.
 

Como incluir brócolis na refeição das crianças?

Com arroz. Refogue e cozinhe o arroz normalmente. Numa panela à parte, refogue 1 cebola pequena no azeite, acrescente 1 dente de alho pequeno picado e, em seguida, alguns floretes de brócolis cozidos e previamente picados bem pequenos. Refogue mais um pouco e acrescente o arroz (pronto).
 
Com frango. Pique bem o brócolis cozido, tempere com sal e misture com um pouco de requeijão. Reserve. Coloque um peito de frango no plástico filme e bata até ficar fino. Retire o plástico filme, tempere com sal e pimenta, e passe a pasta de brócolis sobre a carne. Enrole, prenda com palito e frite na manteiga.
 
No queijo quente (ou sanduíche). Separe alguns floretes de brócolis cozidos, temperados e bem picados; misture com mostarda e passe no pão de forma. Cubra com fatias de queijos que e leve para a chapa. “A criançada faz uma carinha de desânimo quando descobrem o vegetal, mas comem o sanduíche todo”, diz a banqueteira Gi Salles. Sugestão: use queijo tipo prato ou gruyere.
 
Na sopa. Cozinhe o brócolis com outros legumes e, quando estiverem prontos, bata no liquidificador e sirva.
 
Fonte: Gi Salles Buffet
 
 
obs. conteúdo meramente informativo procure seu médico
abs
Carla

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vc é muito importante para mim, gostaria muito de saber quem é vc, e sua opinião sobre o meu blog,
bjs, Carla