terça-feira, 7 de janeiro de 2014

Diarreia



O tratamento do câncer tem por finalidade a cura ou alívio dos sintomas da doença. Os tratamentos com medicamentos (quimioterapia, terapia alvo, hormonioterapia), cirúrgicos e radioterápicos podem provocar efeitos colaterais que variam de paciente para paciente dependendo de múltiplos fatores, podendo ser diferentes quanto a intensidade e duração. Alguns pacientes poderão apresentar efeitos colaterais mais severos, outros mais leves ou mesmo não apresentar qualquer efeito colateral. Em caso de você apresentar algum efeito colateral devido ao tratamento que está realizando procure imediatamente seu médico para receber as orientações necessárias para seu caso.


Diarréia é a eliminação frequente das fezes, que podem ter características semi-sólidas ou líquidas. A quimioterapia e a radioterapia da região pélvica podem provocar diarréia, por atuar sobre as células sadias que recobrem internamente o intestino delgado e o intestino grosso, fazendo com que a eliminação das fezes seja mais rápida. A diarréia também pode ser causado por reação antígeno hospedeiro em pessoas que receberam um transplante de medula óssea. A diarréia pode ser classificada nas seguintes fases:

  • Fase 0 – Caracteriza o aumento da frequência das evacuações, mas sem diarréia.
  • Fase 1 – É um aumento de menos de quatro fezes por dia.
  • Fase 2 – É um aumento de quatro a seis evacuações por dia.
  • Fase 3 – Representa um aumento de mais de sete evacuações por dia, ou incontinência, e implica na necessidade de tratamento para a desidratação.
  • Fase 4 - Caracteriza uma condição grave que requer cuidados intensivos.
Tratamento
Prevenir ou tratar a diarréia precocemente evita a desidratação ou o desenvolvimento de outros problemas. As sugestões a seguir podem ajudar a gerenciar a diarreia de fase 1 ou 2:
  • Evite cafeína, álcool, laticínios, gorduras, fibras, suco de laranja, suco de ameixa e alimentos picantes.
  • Evite o uso de laxante.
  • Faça refeições pequenas e frequentes.
  • Beba muita água e outros líquidos para evitar a desidratação.
  • Converse com o médico sobre possíveis alterações na programação das qupmios ou na dose de quimioterapia, se a diarréia for causada pele quimioterapia e for grave.
  • Consulte o médico sobre medicamentos antidiarréicos.
Dicas
  • Alimente-se várias vezes ao dia, 5 ou 6 vezes, com refeições pequenas.
  • Hidrate-se, a perda de líquidos, durante a diarréia, deve ser reposta.
  • Beba lentamente, de forma constante, evitando líquidos muito frios ou muito quentes. Lembre-se que sopas e caldos também contem líquidos e podem ser consumidos.
  • Coma alimentos com pouca fibra, como banana, arroz branco e torradas. Evite o consumo de gordura.
  • Evite bebidas muito frias ou quentes, bebidas alcoólicas, leite e produtos láteos, alimentos apimentados, alimentos gordurosos, bebidas gasosas, alimentos com muita fibra.
  • Entre em contato com o médico, se apresentar diarréia por mais de 24 horas. Poderá ser necessária a prescrição de algum medicamento, e, conforme o caso, soro para repor as perdas de líquidos e nutrientes.
obs. conteúdo meramente informativo procure seu médico
abs,
Carla
extraído:http://www.oncoguia.org.br/conteudo/diarreia/199/109/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vc é muito importante para mim, gostaria muito de saber quem é vc, e sua opinião sobre o meu blog,
bjs, Carla