quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

Anemia no Tratamento contra Câncer


O tratamento do câncer tem por finalidade a cura ou alívio dos sintomas da doença. Os tratamentos com medicamentos (quimioterapia, terapia alvo, hormonioterapia), cirúrgicos e radioterápicos podem provocar efeitos colaterais que variam de paciente para paciente dependendo de múltiplos fatores, podendo ser diferentes quanto a intensidade e duração. Alguns pacientes poderão apresentar efeitos colaterais mais severos, outros mais leves ou mesmo não apresentar qualquer efeito colateral. Em caso de você apresentar algum efeito colateral devido ao tratamento que está realizando procure imediatamente seu médico para receber as orientações necessárias para seu caso.

A anemia é caracterizada pelo nível baixo dos glóbulos vermelhos (hemácias). Os glóbulos vermelhos contêm a hemoglobina, proteína que distribui o oxigênio no organismo. Se o nível dos glóbulos vermelhos estiver muito abaixo do limite inferior aceitável, partes do corpo não recebem oxigênio suficiente e passam a não funcionar corretamente. A maioria das pessoas com anemia sente-se cansadas ou fracas. A anemia é um sintoma comum em pacientes em tratamento quimioterápico.


Causas

O hormônio eritropoético produzido nos rins, alerta o corpo quando a medula óssea deve produzir mais hemácias. Desse modo, qualquer dano no rim ou na medula levará à anemia, por exemplo:
  • Alguns quimioterápicos podem causar dano à medula óssea, prejudicando sua capacidade de produzir glóbulos vermelhos.
  • Os cânceres que afetam diretamente a medula óssea ou que provocam metástase óssea podem comprimir as células normais da medula óssea, incluindo os glóbulos vermelhos.
  • O tratamento quimioterápico com cisplatina e carboplatina podem prejudicar os rins, diminuindo a produção do hormônio eritropoético.
  • O tratamento radioterápico em grandes regiões do corpo, como região pélvica, pernas, ou abdome pode causar danos na medula óssea.
  • Náuseas, vômitos e perda de apetite podem levar à falta de nutrientes necessários para produção dos glóbulos vermelhos, como ferro, vitamina B12 e ácido fólico.
  • Sangramento, em consequência da cirurgia, ou um tumor causando hemorragia interna pode levar à anemia se a perda das hemácias for maior que a capacidade de reposição.
  • A resposta do sistema imunológico às células cancerosas pode causar anemia, neste caso, denominada anemia de doença crônica.
Sinais e Sintomas

Pessoas com anemia pode apresentar:
  • Fadiga.
  • Fraqueza muscular.
  • Aumento do batimento cardíaco.
  • Dificuldade em respirar ou falta de ar.
  • Tonturas ou desmaio.
  • Palidez.
  • Dor de cabeça.
  • Dificuldade de concentração.
  • Insônia.
  • Dificuldade em manter-se aquecido.
  • Sangramento.
Diagnóstico e Tratamento
A anemia é diagnosticada pelo exame de sangue. Durante o tratamento quimioterápico é solicitado regularmente a realização de exames de sangue, com o intuito de verificar o nível dos glóbulos vermelhos, brancos e plaquetas. Em algumas circunstâncias, pode ser necessária uma transfusão sanguínea.
Além disso, o médico pode receitar medicamentos ou suplementos para uma rápida recuperação. Portanto, siga uma dieta balanceada selecionando alimentos que contenham todas as calorias e proteínas que seu organismo necessita. É importante conversar com o médico, enfermeira ou nutricionista para uma orientação adequada sobre a dieta que possa proporcionar maior benefício.
Dicas
  • Descanse, procure dormir 8 horas por noite e durante o dia veja a possibilidade de deitar e descansar 1 ou 2 vezes pelo menos durante 30 a 60 minutos.
  • Limite suas atividades, procure realizar apenas as atividades realmente importantes.
  • Permita que outras pessoas o ajudem, familiares e amigos podem ajudar cuidando de seus filhos pequenos, fazer compras no supermercado, podem fazer-lhe companhia às consultas agendadas ou podem realizar alguma tarefa que requer esforço.
  • Siga uma dieta balanceada selecionando alimentos que contenham todas as calorias e proteínas que seu organismo necessita. É importante conversar com o médico, enfermeira ou nutricionista para uma orientação adequada sobre  a dieta que possa proporcionar maior benefício.
  • Durante o tratamento quimioterápico será médico solicitado a realização de exames de sangue com o intuito de saber como está o nível dos glóbulos vermelhos, brancos e plaquetas. Em algumas circunstâncias, quando a contagem de glóbulos vermelhos está muito baixa, alguns pacientes necessitam fazer transfusão sanguínea. Além disso, o médico pode receitar medicamentos ou suplementos para uma rápida recuperação.
obs. conteúdo meramente informativo procure seu médico
abs,
Carla
extraído:http://www.oncoguia.org.br/conteudo/anemia/195/109/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vc é muito importante para mim, gostaria muito de saber quem é vc, e sua opinião sobre o meu blog,
bjs, Carla