Será Natal???

Ei, você, aonde vai com tanta pressa?
Eu sei que você tem pouco tempo...
Mas, será que poderia me dar uns minutos da sua
atenção?
Percebo que há muita gente nas ruas, correndo como você. Há uma correria generalizada...
Entendo que você tenha pouco tempo.
Percebo, também, luzes enfeitando vitrines, ruas, casas, árvores...
Mas, confesso que vejo pouco brilho nos olhares...
Poucos sorrisos afáveis, pouca paciência para uma conversa fraternal...
É bonito ver luzes, cores, fartura...
Mas seria tão belo ver sorrisos francos...
Apertos de mãos demorados...
Abraços de ternura...
Mais gratidão...
Mais carinho...
Mais compaixão...
Que familiares e pessoas que  se odeiam, sem a mínima disposição para a reconciliação se reconciliem.
Mas, porque você me emprestou uns minutos do seu precioso tempo, gostaria de lhe perguntar novamente: Para que tanta correria?
Em meio à agitação, sentado no meio-fio, um mendigo, ébrio, grita bem alto: Viva Jesus. Feliz Natal!
E os sóbrios comentam: É louco!
E a cidade se prepara... Será Natal.
Mas, para você que ainda tem tempo de meditar sobre o verdadeiro significado do Natal, ouso dizer:
O Natal não é apenas uma data festiva, é um modo de viver.
O Natal é a expressão da caridade...
Natal é fraternidade...
Mas o Natal também é união...
Que este Natal seja, para você, mais que festas e troca de presentes...
Que possa ser um marco definitivo no seu modo de viver, conforme o modelo trazido pelo notável Mestre, cuja passagem na Terra deu origem ao Natal...
E, finalmente, o Natal é pura expressão de amor...
Gratidão!!!
abs.fraternos
Carla




quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Dicas para manter a memória afiada depois da quimioterapia

9534087538_12d3b16e09_z
Muitas pessoas que passam pelo tratamento de Câncer podem notar alterações em sua memória e habilidades de pensamento.

Para ser mais exato, pode ser necessário lidar com disfunções em várias funções cognitivas, como: memória verbal, memória de trabalho, função executiva, atenção, concentração, linguagem e velocidade de processamento da informação.

Assim, é necessário aprender a lidar com sintomas cognitivos da quimioterapia e isso envolve encontrar maneiras de desempenhar melhor as atividades.

Aqui estão algumas dicas que podem ajudar:
Faça listas. Leve um caderninho (ou agenda do celular ou de papel) com você e anote as coisas que você precisa fazer. Por exemplo, listas de coisas para comprar, coisas para fazer, telefonemas para retornar, e até mesmo, questões mais práticas como tomar os medicamentos. Itens realizados você corta da lista!!

Use um calendário de parede. Para algumas pessoas isso funciona melhor do que uma agenda ou um caderno de anotações porque você pendura em um lugar que é fácil de ver. Locais que podem ser ideias para pendurar o calendário é geladeira ou até mesmo o espelho do banheiro, para esses lugares você olha várias vezes ao dia .

Algumas dicas do que se deve anotar:

- Listas de tarefas com as datas, horários e endereços
- Horários de medicações e consultas
- Números de telefone importantes
- Nomes das pessoas que você precisa lembrar e pode esquecer.
- Você também pode usar o seu “caderno de memória “como um diário para monitorar possíveis sintomas, outros efeitos colaterais ou para anotar perguntas a fazer o seu médico na próxima consulta.


Deixe uma mensagem em sua secretária eletrônica para se lembrar de algo importante. Quando você ouvir a mensagem mais tarde pode anotar as informações para que você não esqueça.

Organize o ambiente. Manter as coisas em lugares familiares vai ajudar a lembrar de onde colocou-as.

Evite distrações. Trabalhar, ler e fazer suas tarefas em um ambiente organizado e pacífico pode ajudar a manter o foco por longos períodos de tempo.

Tenha conversas em lugares calmos. Isso minimiza distrações e permite que você se concentre melhor no que a outra pessoa está dizendo.

Repita as informações em voz alta depois que alguém as dá a você, e anote os pontos importantes. Por exemplo, antes de anotar um compromisso, você pode dizer: ” Ok, então vamos nos encontrar às 2:00  segunda-feira 3 de junho, no número 503 na Avenida Paulista”.

Mantenha sua mente ativa. Fazer palavras cruzadas e jogos que desafiem sua atenção, sua memória ou seu raciocínio podem ajudar. Ou ainda, ir a uma palestra sobre um assunto que lhe interessa.
Revise. Verifique novamente as coisas que você escreve para se certificar de que você usou as palavras e ortografia corretas. O ddéficit de atenção pode se manifestar em letras e palavras que não são escritas.

Treine-se para se concentrar. Costumamos fazer uma coisa enquanto pensamos sobre outra, o que aumenta as chances de esquecer algo importante. Concentre-se no que está fazendo para não perder objetos simples, como a chave. Além disso, você pode usar a dica anterior e dizer em voz alta para si mesmo: ” Eu estou colocando as minhas chaves na minha cômoda.”

Exercício, comer bem, descansar bastante e dormir. A pesquisa mostra que essas coisas ajudam a manter sua memória de trabalho no seu melhor.

Converse com as pessoas sobre o que você está passando. Dependendo da intimidade, você pode dizer a sua família e amigos suas falhas cognitivas, assim eles poderão entender se você esquecer as coisas que você normalmente não iria esquecer. Eles podem ser capazes de ajudar e de incentivá-lo.
Sempre procure ajuda profissional. Se viver com sintomas cognitivos da quimioterapia te deixa ansioso ou triste, procure ajuda!!!


obs.conteúdo meramente informativo procure médico

P.s. As pessoas acham que você esta brincando quando fala que não consegue raciocinar principalmente quando é muita informação a gente fica com o cérebro vazio e não consegue assimilar. Eu estou assim às pessoas falam e eu não consigo entender não estou nem conseguindo fazer cálculos é péssimo às vezes me pego sem pensamento nenhum minha irmã olha e fala não entendeu(kkkk), mas é o processo.

abs,
Carla

fonte: Cancer Care imagem: tyfn

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vc é muito importante para mim, gostaria muito de saber quem é vc, e sua opinião sobre o meu blog,
bjs, Carla