Será Natal???

Ei, você, aonde vai com tanta pressa?
Eu sei que você tem pouco tempo...
Mas, será que poderia me dar uns minutos da sua
atenção?
Percebo que há muita gente nas ruas, correndo como você. Há uma correria generalizada...
Entendo que você tenha pouco tempo.
Percebo, também, luzes enfeitando vitrines, ruas, casas, árvores...
Mas, confesso que vejo pouco brilho nos olhares...
Poucos sorrisos afáveis, pouca paciência para uma conversa fraternal...
É bonito ver luzes, cores, fartura...
Mas seria tão belo ver sorrisos francos...
Apertos de mãos demorados...
Abraços de ternura...
Mais gratidão...
Mais carinho...
Mais compaixão...
Que familiares e pessoas que  se odeiam, sem a mínima disposição para a reconciliação se reconciliem.
Mas, porque você me emprestou uns minutos do seu precioso tempo, gostaria de lhe perguntar novamente: Para que tanta correria?
Em meio à agitação, sentado no meio-fio, um mendigo, ébrio, grita bem alto: Viva Jesus. Feliz Natal!
E os sóbrios comentam: É louco!
E a cidade se prepara... Será Natal.
Mas, para você que ainda tem tempo de meditar sobre o verdadeiro significado do Natal, ouso dizer:
O Natal não é apenas uma data festiva, é um modo de viver.
O Natal é a expressão da caridade...
Natal é fraternidade...
Mas o Natal também é união...
Que este Natal seja, para você, mais que festas e troca de presentes...
Que possa ser um marco definitivo no seu modo de viver, conforme o modelo trazido pelo notável Mestre, cuja passagem na Terra deu origem ao Natal...
E, finalmente, o Natal é pura expressão de amor...
Gratidão!!!
abs.fraternos
Carla




sexta-feira, 1 de abril de 2016

Diabetes. Plataforma digital ajuda médicos a prescrever exercícios físicos

Diabetes. Plataforma digital ajuda médicos a prescrever exercícios físicos

28/03/2016 - Ionline

Foi lançada no fim de semana anterior, em Vilamoura, uma plataforma digital que pretende ajudar os pacientes de diabetes tipo 2 a fazer mais exercício físico. A ideia surgiu no âmbito do projeto Diabetes em Movimento, que pretende pôr estes doentes a mexer. “A plataforma eletrónica é dirigida a profissionais de saúde, numa primeira fase exclusivamente para médicos”, explicou ao i Romeu Mendes, médico, docente universitário e diretor-geral do Diabetes em Movimento. “Uma vez acedendo à plataforma, os médicos têm ao dispor uma base de dados de imagens e vídeos com vários exercícios de baixo custo e de elevada aplicabilidade, organizados por tipo (aeróbio, resistência e flexibilidade), que podem aconselhar e prescrever aos seus doentes com diabetes tipo 2.”
Diabetes tipo 2 É senso comum que o exercício físico é benéfico na prevenção de muitas doenças. No caso deste tipo de diabetes, ele é um dos maiores aliados na contenção da mesma.
“A diabetes, em especial a diabetes tipo 2, é das doenças crónicas que mais beneficiam com a prática regular de exercício físico. Para além de serem diabéticos, estes doentes são normalmente pessoas envelhecidas e com excesso de peso e obesidade. Ou seja, beneficiam do exercício físico noutros fatores que não apenas a diabetes”, diz o médico.
Exercício físico A plataforma, que pode ser encontrada em www.diabetesemmovimento.com, pode ser a novidade, mas o projeto homónimo tem outras valências iniciadas há algum tempo. “Para além da plataforma de apoio à prescrição de exercício físico, temos programas comunitários de exercício físico dirigidos aos doentes, no momento a decorrer na cidade de Vila Real.” No futuro vão arrancar nas cidades da Maia, Évora e Rio Maior. “Temos ainda vários projetos de investigação científica a serem desenvolvidos com esta população”, relata o mentor. “Esta população foi uma aposta da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro para efeitos de investigação e desenvolvimento de ferramentas de exercício físico, uma vez que a diabetes é dos principais problemas de saúde pública dos nossos dias”, conclui.
Despesa recorde Em Portugal, todos os dias são diagnosticados 150 novos casos da doença e mais de um milhão de pessoas tem diabetes.
Segundo o relatório anual do Observatório Nacional da Diabetes 2015, os 54 167 doentes diagnosticados implicaram uma despesa recorde de 1300 a 1550 milhões de euros.

obs. conteúdo meramente informativo procure seu médico
abs.
Carla
extraído:http://www.diabetenet.com.br/conteudocompleto.asp?idconteudo=9841

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vc é muito importante para mim, gostaria muito de saber quem é vc, e sua opinião sobre o meu blog,
bjs, Carla