Será Natal???

Ei, você, aonde vai com tanta pressa?
Eu sei que você tem pouco tempo...
Mas, será que poderia me dar uns minutos da sua
atenção?
Percebo que há muita gente nas ruas, correndo como você. Há uma correria generalizada...
Entendo que você tenha pouco tempo.
Percebo, também, luzes enfeitando vitrines, ruas, casas, árvores...
Mas, confesso que vejo pouco brilho nos olhares...
Poucos sorrisos afáveis, pouca paciência para uma conversa fraternal...
É bonito ver luzes, cores, fartura...
Mas seria tão belo ver sorrisos francos...
Apertos de mãos demorados...
Abraços de ternura...
Mais gratidão...
Mais carinho...
Mais compaixão...
Que familiares e pessoas que  se odeiam, sem a mínima disposição para a reconciliação se reconciliem.
Mas, porque você me emprestou uns minutos do seu precioso tempo, gostaria de lhe perguntar novamente: Para que tanta correria?
Em meio à agitação, sentado no meio-fio, um mendigo, ébrio, grita bem alto: Viva Jesus. Feliz Natal!
E os sóbrios comentam: É louco!
E a cidade se prepara... Será Natal.
Mas, para você que ainda tem tempo de meditar sobre o verdadeiro significado do Natal, ouso dizer:
O Natal não é apenas uma data festiva, é um modo de viver.
O Natal é a expressão da caridade...
Natal é fraternidade...
Mas o Natal também é união...
Que este Natal seja, para você, mais que festas e troca de presentes...
Que possa ser um marco definitivo no seu modo de viver, conforme o modelo trazido pelo notável Mestre, cuja passagem na Terra deu origem ao Natal...
E, finalmente, o Natal é pura expressão de amor...
Gratidão!!!
abs.fraternos
Carla




quinta-feira, 21 de abril de 2016

Pacientes cardíacos são mais vulneráveis às consequências da H1N1

Cardiologista do HCor alerta para os perigos subestimados da gripe; lavar as mãos com frequência e evitar lugares aglomerados são algumas das medidas preventivas

Redação Plena

Ela chegou mais cedo e ainda mais forte. A H1N1 já avançou por 15 Estados e vem causando um surto atípico, fora de época. Somente nos três primeiros meses deste ano, o número de casos e óbitos ultrapassaram os de 2015 – um aumento de 28%. A chegada antecipada do vírus influenza A e a severidade dos casos têm chamado a atenção dos médicos e preocupado toda a população. Para pacientes cardiopatas - condição que afeta cerca de 2 milhões de brasileiros -, o risco à saúde é ainda maior.
O cardiologista Edgard Ferreira, coordenador médico do PS HCor – Hospital do Coração, em São Paulo, explica que o mecanismo de defesa, em determinados pacientes cardiopatas, podem estar naturalmente deprimidos em função da própria doença. “Este grupo é mais vulnerável a qualquer doença infecciosa e inflamatória, pois apresenta piora das condições clínicas facilmente. A capacidade de o coração bombear o sangue para o corpo diminui e qualquer sobrecarga se torna perigosa”, alerta.
Sintomas e contágio
Entender os sintomas e a forma de contágio é importante para ficar longe da gripe e tratar a doença o mais rápido possível. O vírus se espalha na aglomeração e é transmitido, principalmente, pelas gotículas expelidas pela boca quando falamos ou tossimos, assim como pelas mãos – ao tocar um objeto contaminado e levá-la à boca, aos olhos ou ao nariz.
Em pessoas jovens e com a saúde em dia, por exemplo, a H1N1 é só mais uma gripe forte, que pode surgir de 3 a 5 dias após o contágio, com sintomas que se assemelham a uma gripe comum: febre alta e súbita, mal-estar, fortes dores pelo corpo e no tórax. Já em pacientes com problemas cardiológicos a atenção deve ser redobrada.
Embora seja necessário ter cautela, não há motivos para pânico. A gravidade da doença está relacionada ao grupo de maior risco, como crianças e idosos, imunodeprimidos, portadores de doenças pulmonares e crônicas, e cardiopatas, conforme explica Dr. Ferreira: “Para os cardiopatas, a gripe pode evoluir e levar à piora no sistema respiratório e circulatório, que podem causar quadros de descompensação cardíaca, arritmias, angina e infarto”.
Medidas preventivas
Lavar as mãos é uma das medidas mais importantes para evitar o contágio com o vírus da gripe. Além disso, os pacientes são orientados a adotar outras medidas, como cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir, não compartilhar objetos de uso pessoal e manter os ambientes arejados. Para que não seja pego de surpresa, confira algumas dicas:
Hidratação: aumente o consumo de líquido, como água e sucos naturais, por exemplo.
Alimentação: dê preferência às verduras, legumes e frutas, capazes de fornecer os nutrientes e as vitaminas essenciais para melhorar a defesa imunológica.
Ventilação: evite locais com muita aglomeração. Em casa, mantenha janelas e portas abertas para arejar o ambiente e evitar que o vírus se propague com mais facilidade.

obs.conteúdo meramente informativo procure seu médico
abs
Carla
extraído:http://www.portalplena.com/saude/1185-pacientes-cardiacos-sao-mais-vulneraveis-as-consequencias-da-h1n1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vc é muito importante para mim, gostaria muito de saber quem é vc, e sua opinião sobre o meu blog,
bjs, Carla