Será Natal???

Ei, você, aonde vai com tanta pressa?
Eu sei que você tem pouco tempo...
Mas, será que poderia me dar uns minutos da sua
atenção?
Percebo que há muita gente nas ruas, correndo como você. Há uma correria generalizada...
Entendo que você tenha pouco tempo.
Percebo, também, luzes enfeitando vitrines, ruas, casas, árvores...
Mas, confesso que vejo pouco brilho nos olhares...
Poucos sorrisos afáveis, pouca paciência para uma conversa fraternal...
É bonito ver luzes, cores, fartura...
Mas seria tão belo ver sorrisos francos...
Apertos de mãos demorados...
Abraços de ternura...
Mais gratidão...
Mais carinho...
Mais compaixão...
Que familiares e pessoas que  se odeiam, sem a mínima disposição para a reconciliação se reconciliem.
Mas, porque você me emprestou uns minutos do seu precioso tempo, gostaria de lhe perguntar novamente: Para que tanta correria?
Em meio à agitação, sentado no meio-fio, um mendigo, ébrio, grita bem alto: Viva Jesus. Feliz Natal!
E os sóbrios comentam: É louco!
E a cidade se prepara... Será Natal.
Mas, para você que ainda tem tempo de meditar sobre o verdadeiro significado do Natal, ouso dizer:
O Natal não é apenas uma data festiva, é um modo de viver.
O Natal é a expressão da caridade...
Natal é fraternidade...
Mas o Natal também é união...
Que este Natal seja, para você, mais que festas e troca de presentes...
Que possa ser um marco definitivo no seu modo de viver, conforme o modelo trazido pelo notável Mestre, cuja passagem na Terra deu origem ao Natal...
E, finalmente, o Natal é pura expressão de amor...
Gratidão!!!
abs.fraternos
Carla




quinta-feira, 12 de maio de 2016

DIABETES E NUTRIÇÃO: COMPREENDENDO AS GORDURAS

diabetes e o consumo de gordurasPosted by 

As gorduras são essenciais para garantir a saúde pessoal, mas a obsessão de nossa sociedade em eliminá-las completamente das comidas faz com que muitas pessoas pensem de outra forma. Na verdade, nem todas as variações deste nutriente são prejudiciais para o corpo, e muitas delas são de extrema importância para o nosso bem-estar. Neste post vamos falar sobre os três tipos de gorduras: saturadas, insaturadas e trans a fim de explicar as diferenças nutricionais entre cada uma.
gordura saturada é encontrada principalmente em fontes alimentares animais, como a carne vermelha e produtos lácteos. É conhecida por elevar os níveis de colesterol ruim LDL no corpo, que quando elevado tem sido associado ao desenvolvimento de diabetes tipo 2 e às doenças cardiovasculares. Sendo assim, é necessário limitar a quantidade de alimentos que ingerimos que contenham este tipo de gordura. Normalmente é recomendado que as gorduras saturadas constituam 10 % das calorias diárias de uma pessoa, cerca de 22 gramas, tendo-se como referência uma dieta padrão de 2.000 calorias diárias.
gordura trans, também conhecida como gordura hidrogenada, é tipicamente formada quando o óleo vegetal se endurece durante o processo de hidrogenação. É frequentemente usada como conservante de alimentos e, em alguns restaurantes nos preparos na cozinha. Gordura hidrogenada é extremamente prejudicial para a saúde, não só porque aumenta os níveis de LDL do colesterol, mas também reduz o colesterol HDL, o colesterol benéfico que previne doenças cardíacas. Não há espaço para esta gordura em uma dieta saudável, e como tal, deve ser evitada sempre que possível. A única maneira de garantir que você não está consumindo muita gordura trans é verificar o conteúdo nutricional dos alimentos em seus rótulos.
Finalmente, o tipo de gordura que queremos em nossas dietas é a gordura insaturada. Geralmente é encontrada em óleos vegetais, enquanto líquidos à temperatura ambiente, mas também está presente em fontes alimentares animais, como os peixes. Existem basicamente três tipos de gorduras insaturadas altamente benéficas: monoinsaturadas, poli-insaturadas e ômega-3. Todos estes tipos contêm propriedades que reduzem o colesterol LDL, ajudando no funcionamento do coração de muitas outras maneiras. Gorduras mono e poli-insaturadas tendem a ser encontradas em produtos vegetais, tais como azeite de oliva, óleo de amendoim e óleo de milho. Os ácidos graxos ômega 3, por outro lado, são derivados principalmente dos peixes, uma vez o corpo não consegue utilizar de forma eficiente o ômega proveniente de fontes de base vegetal que os contêm. 
Não há nenhuma recomendação alimentar a respeito do quanto dessas gorduras devemos incluir em nossa dieta. Em vez disso, devemos simplesmente tentar permanecer dentro dos limites nutricionais básicos. Em geral, deve-se ter uma ingestão total de gorduras em torno de 20 a 30 por cento de suas calorias diárias. Usando a dieta recomendada de 2000 calorias como base, isso corresponde a aproximadamente 44-78 gramas de gorduras por dia.

obs. conteúdo meramente informativo procure seu médico
abs
Carla
extraído:http://diabetvbr.wpengine.com/nutricao-para-todos-compreendendo-as-gorduras/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vc é muito importante para mim, gostaria muito de saber quem é vc, e sua opinião sobre o meu blog,
bjs, Carla