quinta-feira, 19 de maio de 2016

Pesquisa se aproxima da cura da Diabetes

Células beta (tingidas de verde) derivadas de células-tronco humanas, formando aglomerados (ilhotas) no pâncreas de camundongos. Foto: Douglas Melton


Células beta (tingidas de verde) derivadas de células-tronco humanas, formando aglomerados (ilhotas) no pâncreas de camundongos. Foto: Douglas Melton
Cientistas da Universidade Harvard anunciaram ontem os resultados de uma pesquisa com potencial para curar a diabetes tipo 1. Liderados pelo pesquisador Douglas Melton, que tem dois filhos com a doença, eles desenvolveram uma técnica capaz de transformar células-tronco humanas em células pancreáticas do tipo beta, que são as responsáveis pela produção de insulina no organismo.
Nas pessoas com diabetes tipo 1, essas células são erroneamente destruídas pelo sistema imunológico, obrigando os portadores da doença a injetar insulina regularmente na corrente sanguínea para sobreviver. É possível fazer um transplante de células beta obtidas de cadáveres, mas o procedimento é complicado e os resultados, pouco satisfatórios. A única perspectiva de cura, segundo os cientistas, seria inventar uma maneira de produzir essas células em laboratório, de forma segura e em grande quantidade.
Melton vem trabalhando nesse objetivo há mais de 20 anos, desde que seu primeiro filho foi diagnosticado com a doença. E agora ele parece, finalmente, ter chegado a uma solução, com uma técnica que induz células-tronco a se transformar em células beta totalmente funcionais, que produzem insulina ao serem expostas a glicose. Em experimentos com camundongos diabéticos, as células geradas em laboratório funcionaram perfeitamente e praticamente curaram os animais da doença. Novos testes agora estão sendo feitos em macacos para depois — se tudo continuar dando certo — iniciar os testes com seres humanos (o que deverá consumir mais vários anos de pesquisa até que uma eventual terapia possa ser, de fato, adotada como prática).
A técnica funcionou tanto com linhagens de células-tronco embrionárias quanto de pluripotência induzida (iPS).
Os resultados da pesquisa estão descritos na revista Cellhttp://goo.gl/5dMtz2
Escrito por Helton Escobar do Estado de SP
obs. conteúdo meramente informativo procure seu médico
abs
carla
extraído:http://www.diabeticos-brasil.com/pesquisa-se-aproxima-da-cura-da-diabetes/?utm_source=ReviveOldPost&utm_medium=social&utm_campaign=ReviveOldPost

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vc é muito importante para mim, gostaria muito de saber quem é vc, e sua opinião sobre o meu blog,
bjs, Carla