Será Natal???

Ei, você, aonde vai com tanta pressa?
Eu sei que você tem pouco tempo...
Mas, será que poderia me dar uns minutos da sua
atenção?
Percebo que há muita gente nas ruas, correndo como você. Há uma correria generalizada...
Entendo que você tenha pouco tempo.
Percebo, também, luzes enfeitando vitrines, ruas, casas, árvores...
Mas, confesso que vejo pouco brilho nos olhares...
Poucos sorrisos afáveis, pouca paciência para uma conversa fraternal...
É bonito ver luzes, cores, fartura...
Mas seria tão belo ver sorrisos francos...
Apertos de mãos demorados...
Abraços de ternura...
Mais gratidão...
Mais carinho...
Mais compaixão...
Que familiares e pessoas que  se odeiam, sem a mínima disposição para a reconciliação se reconciliem.
Mas, porque você me emprestou uns minutos do seu precioso tempo, gostaria de lhe perguntar novamente: Para que tanta correria?
Em meio à agitação, sentado no meio-fio, um mendigo, ébrio, grita bem alto: Viva Jesus. Feliz Natal!
E os sóbrios comentam: É louco!
E a cidade se prepara... Será Natal.
Mas, para você que ainda tem tempo de meditar sobre o verdadeiro significado do Natal, ouso dizer:
O Natal não é apenas uma data festiva, é um modo de viver.
O Natal é a expressão da caridade...
Natal é fraternidade...
Mas o Natal também é união...
Que este Natal seja, para você, mais que festas e troca de presentes...
Que possa ser um marco definitivo no seu modo de viver, conforme o modelo trazido pelo notável Mestre, cuja passagem na Terra deu origem ao Natal...
E, finalmente, o Natal é pura expressão de amor...
Gratidão!!!
abs.fraternos
Carla




sábado, 21 de maio de 2016

Teste de açúcar no sangue: 7 erros a se evitar

diabetes-sob-controle


Resultados de um estudo com mais de 5.000 pessoas que vivem com diabetes mostrou que mesmo aqueles que não tomam a medicação para diabetes, podem obter um melhor controle do nível de açúcar no sangue se eles fazem testes regularmente. Claro, a precisão de seus resultados está ligada à precisão do seu teste e ao entendimento sobre o que todos os números significam.
“O ponto mais importante para mim é que as pessoas estão aprendendo algo com os testes”, disse a educadora de diabetes certificada Sacha Uelmen, CDE, diretora do programa de educação em diabetes do ambulatório da Universidade de Michigan Health System, em Ann Arbor.
“Não basta olhar para os números, anotá-las e seguir em frente. Se você tem diabetes, deve ter um papel ativo na sua saúde.” Para que suas leituras sejam mais úteis, aprenda com estes erros comuns durante o teste para medir a glicemia, e saiba como evitá-los.

1 – Fazer o teste só nas pontas de seu dedo

“O maior erro que as pessoas fazem é testar só na ponta do dedo, onde os nervos estão localizados”, disse o endocrinologista Renee Amori, MD, professor assistente na divisão de endocrinologia da Drexel University College of Medicine, na Filadélfia. Esta ponta do dedo, é o ponto mais sensível, de modo que, ao testar lá vai doer.
Solução para um melhor controle do diabetes:
Coloque suas mãos com as palmas planas e pontas dos dedos apertados. Teste ao longo das bordas, que são agora visíveis. “Teste nas bordas vai ser menos doloroso, porque você não vai estar tocando coisas com eles”, disse Uelmen.

2 – Não limpar seus dedos corretamente

“Não use álcool em suas mãos, porque a ação da secagem do álcool pode machucar”, disse Dr. Amori. Outros erros que as pessoas fazem são lamber os dedos para tirar uma tira de teste e não limpar o dedo após. O que estava em sua boca ou o que você havia tocado, agora está em seu dedo e susceptível de ser captado pelo teste.
“Se eu apenas estava comendo uma laranja, e se eu vou testar agora – Estou testando a laranja, não o meu sangue”, explicou Uelmen. Pesquisa publicada na revista Diabetes Care mostrou que o sangue de mãos não lavadas corretamente causou uma diferença maior do que 10 por cento dos níveis de açúcar no sangue entre a primeira gota de sangue e a segunda, sendo que o erro era amplificado se as mãos dos participantes haviam recentemente tocado em frutas.
Solução para um melhor controle do diabetes:
Para o teste mais preciso de açúcar no sangue, lave as mãos com sabão e água morna e seque completamente totalmente antes do teste.

3 – Usar o mesmo dedo o tempo todo

As pessoas optam por usar o mesmo dedo e no mesmo local, em parte, porque todo mundo tem um favorito, disse Uelmen, e também porque se formam calos que, de certa forma, reduzem o desconforto. Mas variar os dedos é melhor.
Solução para um melhor controle do diabetes:
“O objetivo é usar um dedo diferente a cada dia ou a cada vez”, disse ela. Se suas leituras de açúcar no sangue são geralmente consistentes, você pode até tentar o teste em um local alternativo, como utilizar a palma da sua mão, se você quiser ficar longe de seus dedos periodicamente.

4 – Fazer mau uso de lancetas e tiras de teste

Você precisa do correto material de teste de açúcar no sangue para sentir o mínimo de dor e também para obter resultados mais precisos – lancetas, um medidor de glicose, precisas e tiras de teste recomendados pelo fabricante. Produtos genéricos não poderão lhe oferecer o resultado que você está esperando. Lancetas novas possuem pressão no começo, mas rapidamente vão perdendo a força e passam a doer se você tentar reutilizá-las, disse Amori. Além disso, usando tiras de teste expirados ou mal armazenados podem resultar em leituras imprecisas.
Soluções para melhor controle do diabetes:
Use uma nova lanceta, certifique-se de que tiras de teste estejam armazenadas em um recipiente fechado, e verifique a data de validade das tiras de teste antes de usar.

5 -Não entender como funciona seu medidor

Medidores de glicose de hoje estão mais sofisticados em sua precisão e ainda mais fácil de usar do que nunca. Mesmo assim, é preciso verificar a precisão do medidor periodicamente – siga as instruções do fabricante para fazer isso corretamente.Você também precisa conhecer os detalhes sobre como usá-lo e cuidar dele, e o que significam as mensagens de erro.
Solução para um melhor controle do diabetes:
Se você está confuso sobre os prós e contras do seu medidor, peça ajuda de seu médico, educador de diabetes ou farmacêutico.

6 – Testar logo depois de comer

Saber quando testar e por que essa informação é útil irá ajudá-lo a obter um melhor controle do diabetes. “Muitas vezes, as pessoas vão testar o açúcar no sangue de meia a uma hora depois de comer”, disse Uelmen, mas isto é mais cedo do que os especialistas recomendam.
Testando muito cedo, logo depois que você teve uma refeição ou lanche lhe dará resultados que são, provavelmente, muito altos.
Solução para um melhor controle do diabetes:
Esperar duas horas depois de comer para obter a melhor leitura.

7 – Testar sem saber a razão

Se você testar em um horário sem realmente saber o que esse resultado irá significar para você, você simplesmente estará perdendo tiras de teste. Pode ter sido recomendado para testar uma vez pela manhã, antes e depois de comer e, em seguida, antes de dormir. Estes horários realmente são bons momentos para testar, disse Uelmen, contanto que você esteja aprendendo com os resultados e você saiba entender por que você está fazendo isso. Por exemplo, os resultados de testes tomados antes de dormir e de manhã estão relacionados, mas você precisa saber como e por que, de modo que você a fazer alterações, se necessário.
Soluções para melhor controle do diabetes:
Marque um encontro com o seu educador de diabetes ou médico para falar sobre seus resultados e o que eles significam. Pense em testes como uma forma de descobrir como seu corpo responde às mudanças na medicação, dieta, atividade e sono, ao invés de apenas uma rotina que você é obrigado a seguir.

obs. conteúdo meramente informativo procure seu médico
abs
extraído:http://www.diabeticos-brasil.com/teste-de-acucar-no-sangue-7-erros-a-se-evitar/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vc é muito importante para mim, gostaria muito de saber quem é vc, e sua opinião sobre o meu blog,
bjs, Carla