Será Natal???

Ei, você, aonde vai com tanta pressa?
Eu sei que você tem pouco tempo...
Mas, será que poderia me dar uns minutos da sua
atenção?
Percebo que há muita gente nas ruas, correndo como você. Há uma correria generalizada...
Entendo que você tenha pouco tempo.
Percebo, também, luzes enfeitando vitrines, ruas, casas, árvores...
Mas, confesso que vejo pouco brilho nos olhares...
Poucos sorrisos afáveis, pouca paciência para uma conversa fraternal...
É bonito ver luzes, cores, fartura...
Mas seria tão belo ver sorrisos francos...
Apertos de mãos demorados...
Abraços de ternura...
Mais gratidão...
Mais carinho...
Mais compaixão...
Que familiares e pessoas que  se odeiam, sem a mínima disposição para a reconciliação se reconciliem.
Mas, porque você me emprestou uns minutos do seu precioso tempo, gostaria de lhe perguntar novamente: Para que tanta correria?
Em meio à agitação, sentado no meio-fio, um mendigo, ébrio, grita bem alto: Viva Jesus. Feliz Natal!
E os sóbrios comentam: É louco!
E a cidade se prepara... Será Natal.
Mas, para você que ainda tem tempo de meditar sobre o verdadeiro significado do Natal, ouso dizer:
O Natal não é apenas uma data festiva, é um modo de viver.
O Natal é a expressão da caridade...
Natal é fraternidade...
Mas o Natal também é união...
Que este Natal seja, para você, mais que festas e troca de presentes...
Que possa ser um marco definitivo no seu modo de viver, conforme o modelo trazido pelo notável Mestre, cuja passagem na Terra deu origem ao Natal...
E, finalmente, o Natal é pura expressão de amor...
Gratidão!!!
abs.fraternos
Carla




segunda-feira, 2 de maio de 2016

PESQUISA: A Demência de Alzheimer e o Familiar-Cuidador

Vamos dar nossa opinião para ver se alguém possa fazer alguma política pública em favor dos nossos entes e por nós cuidadores. abs. fraternos.

Carla


Esta pesquisa busca informações específicas sobre portadores de Alzheimer e os familiares envolvidos em seus cuidados diários. Leva cerca de 5 minutos para…
DOCS.GOOGLE.COM

4 comentários:

  1. Leg pesquisa tomara que alguém ajude

    ResponderExcluir
  2. O Alzheimer é uma doença que envolve toda a família, geralmente a responsabilidade de cuidar do doente recai sobre uma familiar. Este, por sua vez, vê sua vida virar de cabeça para o ar, pois precisa cuidar do seu ente querido e prover o seu sustento. As aposentadoria e pensões que esses idosos recebem, não tem como arcar com todo os custos do tratamento, muito menos pagar um profissional qualificado para cuidar do idoso. Sem amparo, os familiares não encontram solução adequada para essa situação, e alguns recorrem aos asilos. Não é novidade para ninguém que na grande maioria os asilos brasileiros servem apenas como depósitos de gente. Neste sentindo, é urgente que os governantes desse país criem políticas de apoio a pessoa portadora de Alzheimer e aos seus familiares.

    ResponderExcluir
  3. Glaucilaine de Oliveira, olá! Obrigada pela visita e comentário. Fiz justamente estes comentários na parte onde poderíamos deixar sugestão somente quem tem um ente com DA sabe como é difícil. Em relação aos asilos realmente são um depósitos de gente sem qualidade nenhuma de vida é uma crueldade pois, não temos a quem recorrer somente vencendo a cada com fé.
    abs, fraternos
    Carla

    ResponderExcluir
  4. Vera,obrigada pela visita e comentário! Temos que ir atrás de nossos governantes para que eles possam dar apoio aos doentes e familiares não só com DA mas, com toda doença crônica. É direito nossos termos um país Democrático de Direito coisa que nunca aconteceu se nós não unirmos e revindicar nada teremos..
    abs. fraternos

    Carla

    ResponderExcluir

Vc é muito importante para mim, gostaria muito de saber quem é vc, e sua opinião sobre o meu blog,
bjs, Carla