quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Seios densos podem ser o maior fator de risco para o Cancro da Mama

http://cdn.bancodasaude.com/press/Fonte de imagem: Women's Healt

Estudo revela que densidade da mama pode ser o principal fator de risco para o desenvolvimento da doença.

O cancro da mama continua a ser o que mais afeta as mulheres em todo o mundo e, mesmo existindo vários fatores de risco (como a alimentação, o stress e até mesmo a genética), sabe-se agora que a densidade mamária pode ser o principal responsável pelo aparecimento da doença.

Esta é a conclusão de um estudo da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, e citado pela agência Reuters. Diz a investigação que a densidade mamária assume-se como um fator de risco duas vezes maior mesmo quando comparada com o histórico familiar ou com a gravidez tardia (após os 30 anos). Além disso, a densidade mamária pode ainda tornar o cancro da mama numa assunto ainda mais sério, uma vez que o diagnóstico fica comprometido e a deteção do tumor pode ser mais complicada.

Para o estudo, publicado no passado dia dois no site da revista JAMA Oncology, participaram 18 mil mulheres com malignidades mamárias e 184 mi, sem qualquer problema do foro oncológico na mama. Todas tinham a mesma idade e foram submetidas aos mesmos exames e análises e ainda a testes sobre o histórico familiar e outros problemas de saúde.

As mulheres foram divididas em quatro grupos de acordo com o tipo de mama: maioritariamente composta por gordura, muita gordura e algum tecido denso, moderadamente densa e predominantemente densa.

Depois de terem sido cruzados todos os dados, os investigadores norte-americanos concluíram que 39% dos casos de cancro da mama antes da menopausa e 26% dos cancros depois da menopausa podem ser evitados se as mulheres apresentarem um tecido mamário menos denso, lê-se na Reuters. No que toca à quantidade de gordura, que também não é recomendada, o estudo diz que 23% dos casos de cancro da mama podem ser evitados se as mulheres conseguirem manter um peso saudável e os níveis de gordura acumulados dentro dos parâmetros recomendados.

A redução da densidade mamária não é fácil, podendo ser feita através de fármacos, contudo, os que existem portam alguns riscos para a saúde e são apenas recomendados em casos severos de risco de cancro da mama.

Autor
Notícias ao MinutoReferência
Daniela Costa Teixeira



obs. conteúdo meramente informativo procure seu médico
abs
Carla
http://www.bancodasaude.com/noticias/seios-densos-podem-ser-o-maior-fator-de-risco-para-o-cancro-da-mama/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vc é muito importante para mim, gostaria muito de saber quem é vc, e sua opinião sobre o meu blog,
bjs, Carla