Será Natal???

Ei, você, aonde vai com tanta pressa?
Eu sei que você tem pouco tempo...
Mas, será que poderia me dar uns minutos da sua
atenção?
Percebo que há muita gente nas ruas, correndo como você. Há uma correria generalizada...
Entendo que você tenha pouco tempo.
Percebo, também, luzes enfeitando vitrines, ruas, casas, árvores...
Mas, confesso que vejo pouco brilho nos olhares...
Poucos sorrisos afáveis, pouca paciência para uma conversa fraternal...
É bonito ver luzes, cores, fartura...
Mas seria tão belo ver sorrisos francos...
Apertos de mãos demorados...
Abraços de ternura...
Mais gratidão...
Mais carinho...
Mais compaixão...
Que familiares e pessoas que  se odeiam, sem a mínima disposição para a reconciliação se reconciliem.
Mas, porque você me emprestou uns minutos do seu precioso tempo, gostaria de lhe perguntar novamente: Para que tanta correria?
Em meio à agitação, sentado no meio-fio, um mendigo, ébrio, grita bem alto: Viva Jesus. Feliz Natal!
E os sóbrios comentam: É louco!
E a cidade se prepara... Será Natal.
Mas, para você que ainda tem tempo de meditar sobre o verdadeiro significado do Natal, ouso dizer:
O Natal não é apenas uma data festiva, é um modo de viver.
O Natal é a expressão da caridade...
Natal é fraternidade...
Mas o Natal também é união...
Que este Natal seja, para você, mais que festas e troca de presentes...
Que possa ser um marco definitivo no seu modo de viver, conforme o modelo trazido pelo notável Mestre, cuja passagem na Terra deu origem ao Natal...
E, finalmente, o Natal é pura expressão de amor...
Gratidão!!!
abs.fraternos
Carla




terça-feira, 4 de março de 2014

Hemorragias e Problemas de Coagulação no tratamento do câncer

O Blog Reccomecar está participante do Prêmio Top Blog 2013 e esta semana foi eleito entre os 100 Top blogs categoria saúde.

Até o dia 10 de março(10/03/2014), é o período de votação para escolher os 03finalistas!!!
Conto com seu voto!!!





O tratamento do câncer tem por finalidade a cura ou alívio dos sintomas da doença. Os tratamentos com medicamentos (quimioterapia, terapia alvo, hormonioterapia), cirúrgicos e radioterápicos podem provocar efeitos colaterais que variam de paciente para paciente dependendo de múltiplos fatores, podendo ser diferentes quanto a intensidade e duração. Alguns pacientes poderão apresentar efeitos colaterais mais severos, outros mais leves ou mesmo não apresentar qualquer efeito colateral. Em caso de você apresentar algum efeito colateral devido ao tratamento que está realizando procure imediatamente seu médico para receber as orientações necessárias para seu caso.


A coagulação normal do sangue é um processo complexo, onde as células sanguíneas e as diferentes proteínas do sangue juntas cicatrizam os vasos sanguíneos danificados e controlam o sangramento. As coagulopatias ocorrem quando os fatores de coagulação se perdem ou estão danificados, ou quando o número ou função das plaquetas está debilitado. As coagulopatias incluem distúrbios de coagulação e hemorragia. Nas hemorragias, o sangue não coagula rápido o suficiente, resultando em um sangramento contínuo ou excessivo. Nos distúrbios de coagulação, o sangue coagula muito rápido e pode resultar na formação de coágulos nas veias ou artérias.

Causas
Algumas coagulopatias são herdadas, enquanto outras se desenvolvem devido a alguma doença ou tratamento com determinados medicamentos. As causas das hemorragias incluem:
  • Doença hereditária, como a hemofilia.
  • Deficiência de vitamina K.
  • Câncer no fígado.
  • Metástases no fígado (da mama, cólon e pâncreas).
  • Outras doenças hepáticas, como hepatite e cirrose hepática.
  • Uso de antibióticos anticoagulantes a longo tempo.
  • Inibidores da angiogênese.
  • Trombocitopenia (nível baixo de plaquetas).
  • Anemia.
  • Outras doenças não relacionadas ao câncer
Causas dos Problemas de Coagulação
  • Condições herdadas.
  • Câncer incluindo os do intestino delgado, esôfago e útero.
  • Distúrbios mieloproliferativos.
  • Uso de anticoncepcionais ou tamoxifeno.
  • Cirurgia.
  • Outras doenças não relacionadas ao câncer, como lúpus.
Sintomas
Pessoas com distúrbios hemorrágicos podem apresentar sintomas como:
  • Feridas com sangramento excessivo.
  • Contusão inesperada.
  • Petéquias (pequenas manchas vermelhas ou roxas sob a pele).
  • Períodos menstruais mais longos que os habituais.
  • Vômitos com sangue.
  • Fezes com sangue ou urina avermelhada.
  • Tontura, dor de cabeça ou alteração na visão.
  • Dor nas articulações.
  • Sangramento gengival.
O sintoma mais comum das coagulopatias é a trombose, que pode ocorrer em veias superficiais, profundas ou em artérias. A trombose superficial não é perigosa, mas pode causar varizes. A trombose venosa profunda pode ser fatal se pedaços do coágulo se deslocarem até os pulmões (embolia pulmonar). A trombose profunda é a mais comum nas pernas, e os sintomas incluem dor, vermelhidão e inchaço. Os sintomas da embolia pulmonar incluem dor no peito e falta de ar. A trombose arterial é extremamente perigosa, podendo causar ataque cardíaco, derrame ou danos de órgãos.
Diagnóstico
Hemorragias e distúrbios da coagulação são diagnosticados pelo histórico clínico, exame físico e exames laboratoriais. O exame de sangue inclui hemograma completo, tempo de protrombina, tempo parcial da tromboplastina, contagem de plaquetas, tempo de coagulação e verificação de deficiências nas proteínas no sangue.
Tratamento
O tratamento das hemorragias e distúrbios da coagulação depende da causa, e quando possível incluem:

  • Reposição de vitamina K.
  • Medicamentos anticoagulantes.
  • Produtos para a coagulação ou de agentes de coagulação.
  • Transfusões de sangue, plasma ou plaquetas.
obs. conteúdo meramente informativo procure seu médico
abs,
Carla
extraído:http://www.oncoguia.org.br/conteudo/hemorragias-e-problemas-de-coagulacao/210/109/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vc é muito importante para mim, gostaria muito de saber quem é vc, e sua opinião sobre o meu blog,
bjs, Carla