domingo, 30 de março de 2014

Número de idosos com Aids cresce 4 vezes nos últimos quatro anos

Pacientes do Hospital do Servidor Público Estadual de SP com 60 anos ou mais com sífilis representam 23% dos atendimentos no ambulatório de Moléstias Infecciosas


Um levantamento realizado pelo Programa Prevenir do Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual (Iamspe) aponta que o número de idosos com Aids atendidos no ambulatório de Moléstias Infecciosas do Hospital do Servidor Público Estadual (HSPE), na capital paulista, cresceu 4 vezes nos últimos quatro anos.

Em 2009, os infectados pelo vírus HIV com 60 anos ou mais totalizavam cerca de 3% dos atendimentos (230) no setor. Já no ano passado os idosos com Aids responderam por 18% dos atendimentos (950).

Um dos fatores para o aumento registrado no levantamento é o trabalho de busca ativa por meio do Programa “Atitude Consciente”, implantado no hospital em novembro de 2011 para a realização do teste rápido de HIV, além de ações preventivas.
A vida sexual mais ativa dos idosos, aliada ao sexo sem proteção, também pode ter contribuído para o crescimento nas notificações.
O Iamspe responde pelo atendimento de 10% da população idosa no Estado de São Paulo, e cerca de 60% dos pacientes internados no HSPE têm 60 anos ou mais.

A pesquisa mostra ainda que os pacientes acima de 40 anos são responsáveis por 72% dos casos de Aids e por 70% dos casos de sífilis (doença causada por uma bactéria e também sexualmente transmissível), dos quais 23% são idosos.

O número de idosos com Aids cresceu 4 vezes nos últimos quatro anos (Foto: Divulgação)
O número de idosos com Aids cresceu 4 vezes nos últimos quatro anos (Foto: Divulgação)


Para Mirian Matsura Shirassu, especialista em medicina social e diretora do Programa Prevenir, a prevenção é muito importante em todas as faixas etárias.

“O uso da camisinha nas relações sexuais é a forma mais eficaz de evitar a Aids”, explica.

Para realizar o teste de HIV, o usuário do Iamspe não precisa de agendamento prévio. Basta procurar o ambulatório de Moléstias Infecciosas, de segunda a sexta-feira, das 8h às 11h e das 13h às 16h. O acesso ao local é pela Rua Borges Lagoa, 1.635 – 1º andar.
Iniciado em 1998, o Programa Prevenir Iamspe é reconhecido por seu trabalho na prevenção e promoção da qualidade de vida para o funcionário público atuando no controle de doenças no local de trabalho, priorizando ações educativas.

O Prevenir Iamspe vem ampliando desde 2008 sua área de atuação aprimorando o modelo de assistência à saúde oferecida aos servidores do Estado de São Paulo, investindo em campanhas de esclarecimento e ações de promoção e prevenção para evitar e controlar as doenças crônicas que mais acometem a população.
Iamspe

O Iamspe, autarquia vinculada à Secretaria de Gestão Pública, tem hoje uma das maiores redes de atendimento em saúde para funcionários públicos do país.

Além do Hospital do Servidor Público Estadual, na capital paulista, possui 17 postos de atendimento próprios no interior, os Ceamas, e disponibiliza assistência em mais de 100 hospitais e 130 laboratórios de análises clínicas e de imagem credenciados pela instituição, beneficiando 1,3 milhão de pessoas em todo o Estado.

obs. conteúdo meramente informativo procure seu médico
abs.
Carla
extraído:http://www.diariodolitoral.com.br/conteudo/26458-numero-de-idosos-com-aids-cresce-4-vezes-nos-ultimos-quatro-anos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vc é muito importante para mim, gostaria muito de saber quem é vc, e sua opinião sobre o meu blog,
bjs, Carla