Será Natal???

Ei, você, aonde vai com tanta pressa?
Eu sei que você tem pouco tempo...
Mas, será que poderia me dar uns minutos da sua
atenção?
Percebo que há muita gente nas ruas, correndo como você. Há uma correria generalizada...
Entendo que você tenha pouco tempo.
Percebo, também, luzes enfeitando vitrines, ruas, casas, árvores...
Mas, confesso que vejo pouco brilho nos olhares...
Poucos sorrisos afáveis, pouca paciência para uma conversa fraternal...
É bonito ver luzes, cores, fartura...
Mas seria tão belo ver sorrisos francos...
Apertos de mãos demorados...
Abraços de ternura...
Mais gratidão...
Mais carinho...
Mais compaixão...
Que familiares e pessoas que  se odeiam, sem a mínima disposição para a reconciliação se reconciliem.
Mas, porque você me emprestou uns minutos do seu precioso tempo, gostaria de lhe perguntar novamente: Para que tanta correria?
Em meio à agitação, sentado no meio-fio, um mendigo, ébrio, grita bem alto: Viva Jesus. Feliz Natal!
E os sóbrios comentam: É louco!
E a cidade se prepara... Será Natal.
Mas, para você que ainda tem tempo de meditar sobre o verdadeiro significado do Natal, ouso dizer:
O Natal não é apenas uma data festiva, é um modo de viver.
O Natal é a expressão da caridade...
Natal é fraternidade...
Mas o Natal também é união...
Que este Natal seja, para você, mais que festas e troca de presentes...
Que possa ser um marco definitivo no seu modo de viver, conforme o modelo trazido pelo notável Mestre, cuja passagem na Terra deu origem ao Natal...
E, finalmente, o Natal é pura expressão de amor...
Gratidão!!!
abs.fraternos
Carla




sábado, 22 de março de 2014

Tratamento Quimioterápico do Câncer de Sítio Primário Desconhecido


A quimioterapia utiliza medicamentos anticancerígenos para destruir as células tumorais. Por ser um tratamento sistêmico, a quimioterapia atinge não somente as células cancerígenas senão também as células sadias do organismo. De forma geral, a quimioterapia é administrada por via venosa, embora alguns quimioterápicos possam ser administrados por via oral.

A quimioterapia pode ser realizada em diferentes situações para o câncer de sítio primário desconhecido. Se o seu médico recomendar a quimioterapia, é importante que você entenda quais são os objetivos do seu tratamento.

A quimioterapia pode ser o principal tratamento para o câncer avançado não susceptível de ser tratado por terapias locais, como cirurgia ou radioterapia. Em alguns casos, como com os cânceres de células germinativas ou certos tipos de linfomas, pode ser muito eficaz para ajudar a reduzir o tumor. Em outros casos, a quimioterapia pode ser usada para tentar aliviar os sintomas causados pela doença.

Para os tumores que parecem ter sido completamente removidos com terapias locais, como cirurgia ou radioterapia, a quimioterapia pode ser realizada para tentar destruir as células cancerígenas remanescentes no corpo.

Os medicamentos quimioterápicos são frequentemente administrados em combinações de duas ou mais drogas para tentar aumentar a eficácia do tratamento:


  • Adenocarcinomas e cânceres pouco diferenciados - Quando o sítio primário não é evidente, recomenda-se uma combinação que inclui: uma platina (cisplatina ou carboplatina) e um taxano (paclitaxel ou docetaxel). Outras medicamentos, como a gemcitabina e o etoposido, podem também ser utilizados.
  • Câncer de células escamosas - Os medicamentos mais comumente usados são a cisplatina, 5-fluorouracil e um taxano.
  • Carcinomas neuroendócrinos pouco diferenciados - O tratamento geralmente inclui uma platina (cisplatina ou carboplatina) e etoposídeo.
  • Câncer neuroendócrino bem diferenciado - Não é, na maioria das vezes, a causa do câncer de sítio primário desconhecido, mas pode apresentar-se com metástase hepática e um primário desconhecido. Estes pacientes são tratados como pacientes com tumor carcinoide bem diferenciado.


Possíveis Efeitos Colaterais

Os medicamentos quimioterápicos atacam as células que se dividem rapidamente, razão pela qual agem sobre as células cancerígenas. Mas outras células no corpo, como as da medula óssea, revestimento da boca e dos intestinos e os folículos pilosos, também se dividem rapidamente, e são susceptíveis de serem afetadas pela quimioterapia, o que pode conduzir a efeitos colaterais.

Os efeitos colaterais da quimioterapia dependem do tipo de medicamento, da dose administrada e do tempo de tratamento. Os efeitos colaterais mais comuns incluem:


  • Perda de cabelo.
  • Feridas na boca.
  • Perda de apetite.
  • Náuseas.
  • Vômitos.
  • Diminuição das células sanguíneas.
  • Infecções.
  • Hemorragias e hematomas.
  • Fadiga.


Muitas vezes pode ser necessária a prescrição de medicamentos para ajudar aliviar os efeitos colaterais. No entanto, estes efeitos colaterais são geralmente de curto prazo e tendem a desaparecer com o término do tratamento.

obs. conteúdo meramente informativo procure seu médico
abs,
Carla
extraído:http://www.oncoguia.org.br/conteudo/tratamento-quimioterapico-do-cancer-de-sitio-primario-desconhecido/5052/680/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vc é muito importante para mim, gostaria muito de saber quem é vc, e sua opinião sobre o meu blog,
bjs, Carla