terça-feira, 18 de março de 2014

Trombocitopenia Imune Primária - PTI - cont.8


Que tipos de tratamentos existem


Estudos recentes sobre o que poderia causar a PTI têm formado a base para uma abordagem de tratamento mais biológica. Em vez de suprimir o sistema imunológico, esta terapia se concentra numa "sintonia fina" para ajudar a coordenar a resposta imunológica.
Alguns medicamentos imunomoduladores são anticorpos concentrados de doadores saudáveis de sangue ou anticorpos monoclonais. Eles competem com os anticorpos relacionados à PTI e provocam uma alteração na resposta imune. Os mecanismos exatos da ação ainda não são totalmente compreendidos.
Uma forma nova de tratamento é a estimulação da produção de plaquetas. Para isso, dois novos medicamentos estão disponíveis: eltrombopag (Revolade®), que é de uso oral e atua estimulando o aumento do número de plaquetas; romiplostim (Nplate®), que além de elevar as plaquetas no organismo, também está sendo testado em pacientes que não produzem quantidades suficientes de células sanguíneas saudáveis na medula óssea.
Muitos outros tratamentos estão associados a efeitos colaterais (Tabela 3). Embora o tratamento possa efetivamente aumentar o número de plaquetas, a maioria dos medicamentos suprime a resposta imune exacerbada na PTI, mas não tratam a causa subjacente (desconhecida) da baixa contagem de plaquetas, que pode cair novamente quando a terapia for interrompida.
A retirada do baço como intervenção terapêutica é restrita aos casos com hemorragia incontrolável em crianças.

Tabela 3: Opções de tratamento para pacientes com PTI, taxa de resposta e principais efeitos adversos.

obs. conteúdo meramente informativo procure seu médico
abs,
Carla

extraído:http://www.abrale.org.br/pagina/trombocitopenia-imune-primaria-pti

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vc é muito importante para mim, gostaria muito de saber quem é vc, e sua opinião sobre o meu blog,
bjs, Carla