Será Natal???

Ei, você, aonde vai com tanta pressa?
Eu sei que você tem pouco tempo...
Mas, será que poderia me dar uns minutos da sua
atenção?
Percebo que há muita gente nas ruas, correndo como você. Há uma correria generalizada...
Entendo que você tenha pouco tempo.
Percebo, também, luzes enfeitando vitrines, ruas, casas, árvores...
Mas, confesso que vejo pouco brilho nos olhares...
Poucos sorrisos afáveis, pouca paciência para uma conversa fraternal...
É bonito ver luzes, cores, fartura...
Mas seria tão belo ver sorrisos francos...
Apertos de mãos demorados...
Abraços de ternura...
Mais gratidão...
Mais carinho...
Mais compaixão...
Que familiares e pessoas que  se odeiam, sem a mínima disposição para a reconciliação se reconciliem.
Mas, porque você me emprestou uns minutos do seu precioso tempo, gostaria de lhe perguntar novamente: Para que tanta correria?
Em meio à agitação, sentado no meio-fio, um mendigo, ébrio, grita bem alto: Viva Jesus. Feliz Natal!
E os sóbrios comentam: É louco!
E a cidade se prepara... Será Natal.
Mas, para você que ainda tem tempo de meditar sobre o verdadeiro significado do Natal, ouso dizer:
O Natal não é apenas uma data festiva, é um modo de viver.
O Natal é a expressão da caridade...
Natal é fraternidade...
Mas o Natal também é união...
Que este Natal seja, para você, mais que festas e troca de presentes...
Que possa ser um marco definitivo no seu modo de viver, conforme o modelo trazido pelo notável Mestre, cuja passagem na Terra deu origem ao Natal...
E, finalmente, o Natal é pura expressão de amor...
Gratidão!!!
abs.fraternos
Carla




sexta-feira, 28 de março de 2014

Incontinência urinária: guia para cuidadores

O que é a incontinência urinária?
Problema bastante comum em pessoas de mais idade, a incontinência urinaria consiste na perda involuntária de urina. As causas são variáveis
Aspectos a se levar em conta na escolha e manuseio dos absorventes de incontinência urinária
Para conseguir o melhor uso possível das fraldas, além de escolhê-las segundo a forma e tamanho mais adequados, é conveniente seguir alguns pontos:
  • Revisá-las com freqüência.
  • Mudar a fralda quando for preciso, para isso as fraldas contém um indicador de umidade na parte exterior que mudam de claro a escuro, a medida que forem ficando saturadas de urina.
  • Se certificar em cada troca que não há vermelhidão ou irritação na pele, e se aparecerem, é importante que isso seja comunicado imediatamente ao serviço médico.
  • Prevenir a formação de úlceras no sacro, nádegas e órgãos genitais, hidratando bem a pele diariamente, mediante cremes protetores, e com uma boa ingestão de líquidos.
  • Manter o paciente limpo e seco. Realizar uma higiene adequada na região onde a fralda é usada. O contato prolongado da urina com a pele aumenta o risco de infecções e favorece a irritação e o aparecimento de lesões e úlceras.
  • Utilizar  uma roupa confortável, largas e fáceis de abrir e manusear.
  • Controlar a eliminação de fezes, principalmente em pacientes com incontinência fecal, utilizando fraldas de menor absorção e realizar trocas mais freqüentes.
  • Vigiar a cor e o odor da urina. Se perceber mudanças que chamem a atenção, consulte o serviço médico.
  • Evitar longos períodos de imobilidade, fazer mudanças posturais freqüentes no paciente acamado ou sentado e, sempre que for possível, animá-lo a se levantar e andar.
  • Seguir as normas de colocação das fraldas para cada situação do paciente (acamado, sentado, …), evitando as dobras e deslocamentos.
Quais os passos que devo seguir para realizar uma higiêne correta na região da fralda de um paciente sob minha responsabilidade?
A higiene é muito importante. Limpe e seque bem a região depois de cada troca, hidrate corretamente a pele, tal e como é indicado à seguir.
Higiene e limpeza da região genital:
  • Antes de lavar, retire, se for necessário, os restos de resíduos.
  • Utilizar água a temperatura ideal.
  • Sabão neutro e esponja (que deverá ser sempre sustituída freqüentemente para evitar a proliferação de gérmes).
  • Evitar correntes de ar.
  • Proteger o paciente de possíveis caídas.
  • Oferecer a comadre antes de proceder a troca de fralda.
  • Em pessoas acamadas ou naquelas que não podem se manter em pé, é preferível realizar a higiene na cama, para evitar o risco de quedas.
Procedimento de limpeza na mulher:
- Com a paciente encostada para cima, flexionar os joelhos e separar suas pernas.
- Separar os lábios vulvares com uma mão e lavar com a outra, limpando de frente para trás. Enxaguar com água abundante e secar bem sempre de frente para trás.
- Colocar a paciente de lado e limpar com um só movimento a zona que vai desde a vagina ao ânus. Enxaguar com água abundante e secar suavemente sempre na direção assinalada.
Procedimento de limpeza no homem:
- Com o paciente encostado para cima, retirar a pele que cobre a glande para  lavá-la. Enxaguar com água abundante, porém,  não secar.
- Devolver à pele a sua posição para evitar possíveis feridas ou irritações na glande.
- Limpar por cima e pelos lados os testículos. Enxaguar com água abundante e secar bem.
- Colocar o paciente de lado e limpar a parte inferior dos testículos e a região do ânus. Enxaguar com água abundante e secar bem.
- É necessário manter uma boa hidratação da pele, para a qual é necessária uma ingestão adequada de líquidos na dieta e utilizar cremes ou azeites hidratantes.
- Limpe bem o material utilizado na lavagem antes de guardá-lo.
Tenho que ter algum cuidado especial quando troco a fralda?
Em cada troca de fralda é conveniente seguir os seguintes passos:
  • Lave as mãos antes e depois de cada troca de fralda.
  • Retire a fralda pela parte de baixo do corpo do usuário.
  • Se o paciente tiver problemas de mobilidade, assegure-se de que tenha um ponto de apoio.
  • Se o paciente estiver em uma cadeira de rodas, é conveniente apoiar o respaldo contra a parede e freia-la para evitar que se movimente.
  • Realize uma higiene adequada na região da fralda.
  • Coloque a fralda pela parte da frente do corpo.
  • Assegure-se de que as costuras das malhas que prendem a fralda estão para fora, assim será evitado a fricção ou pressão sobre a pele
Com que freqüência devo trocar a fralda?
Os produtos atuais permitem espaçar as trocas de fralda, mantendo a pele seca. A freqüência da troca é variável, dependendo do tipo de alimentação e da quantidade de líquidos que ingeridos. A maioria das fraldas tem um indicador de umidade. Se trata de uma pequena banda na parte exterior que muda de cor quando é preciso trocá-la.
 Se usar fraldas elásticas, lembre-se que as tiras adesivas permitem abri-las e fechá-las repetidas vezes. Isso possibilita urinar no banho ou em um recipiente adequado, sem ter que trocar a fralda.

obs. conteúdo meramente informativo procure seu médico
abs,
Carla
extraído:http://www.reab.me/incontinencia-urinaria-guia-para-cuidadores/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vc é muito importante para mim, gostaria muito de saber quem é vc, e sua opinião sobre o meu blog,
bjs, Carla