Será Natal???

Ei, você, aonde vai com tanta pressa?
Eu sei que você tem pouco tempo...
Mas, será que poderia me dar uns minutos da sua
atenção?
Percebo que há muita gente nas ruas, correndo como você. Há uma correria generalizada...
Entendo que você tenha pouco tempo.
Percebo, também, luzes enfeitando vitrines, ruas, casas, árvores...
Mas, confesso que vejo pouco brilho nos olhares...
Poucos sorrisos afáveis, pouca paciência para uma conversa fraternal...
É bonito ver luzes, cores, fartura...
Mas seria tão belo ver sorrisos francos...
Apertos de mãos demorados...
Abraços de ternura...
Mais gratidão...
Mais carinho...
Mais compaixão...
Que familiares e pessoas que  se odeiam, sem a mínima disposição para a reconciliação se reconciliem.
Mas, porque você me emprestou uns minutos do seu precioso tempo, gostaria de lhe perguntar novamente: Para que tanta correria?
Em meio à agitação, sentado no meio-fio, um mendigo, ébrio, grita bem alto: Viva Jesus. Feliz Natal!
E os sóbrios comentam: É louco!
E a cidade se prepara... Será Natal.
Mas, para você que ainda tem tempo de meditar sobre o verdadeiro significado do Natal, ouso dizer:
O Natal não é apenas uma data festiva, é um modo de viver.
O Natal é a expressão da caridade...
Natal é fraternidade...
Mas o Natal também é união...
Que este Natal seja, para você, mais que festas e troca de presentes...
Que possa ser um marco definitivo no seu modo de viver, conforme o modelo trazido pelo notável Mestre, cuja passagem na Terra deu origem ao Natal...
E, finalmente, o Natal é pura expressão de amor...
Gratidão!!!
abs.fraternos
Carla




segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Cientistas construíram barreira sangue-cérebro em um chip para ajudar a desenvolver neurodrogas, e compreender doenças cerebrais

DECEMBER 23RD, 2016 - Na Universidade Vanderbilt pesquisadores desenvolveram um mímico da barreira hematoencefálica na forma de um dispositivo microfluídico. Para mostrar uma prova de conceito desta tecnologia "órgão-em-chip", a equipe estudou como a inflamação afeta a barreira hematoencefálica continuamente por um longo período de tempo, enquanto abordagens anteriores têm fornecido apenas instantâneos discretos do processo.

O dispositivo é chamado NeuroVascular Unit (NVU) em um chip e consiste de um pequeno espaço separado por uma membrana porosa. No topo da membrana é o lado "cérebro" e o fundo é o lado "sangue". Cada um dos lados tem entrada e saída de tubos impulsionado por microbombas que podem provar o interior e fornecer nutrientes, drogas, patógenos e qualquer outra coisa envolvida em um experimento.

Para realmente criar uma verdadeira barreira hematoencefálica, as células endoteliais humanas são introduzidas no lado do "sangue" após lançar o dispositivo. Em seguida, o fluido é bombeado através da câmara com as células. Curiosamente, as células começam a se alinhar em paralelo com a direção do fluxo, criando uma camada uniforme de células organizadas que se assemelham à estrutura da barreira hematoencefálica. Após dois dias deste, as células são alinhadas e ligadas à membrana que separa as câmaras. O dispositivo é invertido e astrócitos, pericitos e neurônios excitatórios, que também estão presentes na barreira, são então adicionados ao lado "cerebral" do dispositivo. As células recém-adicionadas movem-se lentamente através da membrana que separa as câmaras, interagindo e aderindo às células endoteliais do outro lado, resultando talvez na cópia laboratorial mais próxima da barreira hemato-encefálica.

Aqui está um vídeo Vanderbilt discutindo o novo dispositivo.



obs. conteúdo meramente informativo procure seu médico
abs

http://doencadeparkinson.blogspot.com.br/2016/12/cientistas-construiram-barreira-sangue.html?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed:+blogspot/WVYRD+(Doen%C3%A7a+de+Parkinson)
Original em inglês, tradução Google, revisão Hugo, Fonte: MedGadget.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vc é muito importante para mim, gostaria muito de saber quem é vc, e sua opinião sobre o meu blog,
bjs, Carla