quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

DIETA DEVE SER BAIXA EM CARBOIDRATOS, E NÃO SEM CARBOIDRATOS

frango-grelhadoUm novo estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Michigan descobriu que para aqueles que tem diabetes tipo 2, comer três refeições de baixo carboidrato dentro de 24 horas reduziu a resistência à insulina em mais de 30 por cento. Eles também demonstraram que as refeições de alto carboidrato sustentaram a resistência à insulina, o que é a causa da pré-diabetes e diabetes de tipo 2 .

A pesquisador Katarina Borer e equipe, avaliou o envolvimento dos carboidratos na dieta quando administrado após o exercício. Eles inscreveram 32 mulheres pós-menopáusicas com peso saudável e metabolicamente saudáveis. As mulheres foram divididas em quatro grupos e consumiram refeições de 30 ou 60 por cento de carboidratos, com ou sem exercício de intensidade moderada de antemão. 
As refeições de baixo e alto carboidrato possuíam as mesmas contagens de calorias. Os resultados mostraram que no grupo de baixo carb, houve uma redução na resistência à insulina após a terceira refeição à noite, enquanto que, no grupo de alto carb, a alta resistência à insulina foi mantida após a refeição. Segundo ela, a refeição de alto carboidrato estava de acordo com a ingestão diária de carboidratos recomendada (45-a-65 por cento) segundo orientações dietéticas nos EUA.
Este estudo mostrou haver uma redução aguda na resistência à insulina em um dia apenas, após a terceira refeição de baixo carboidrato à noite. As pessoas podem achar que este resultado foi transitório e insignificante, mas, paralelamente, haviam dois outros estudos em que os voluntários foram alimentados com refeições ricas em carboidratos por 5 e por 14 dias, e os resultados foram preocupantes.
Estes indivíduos desenvolveram um aumento da secreção de insulina em jejum e resistência à insulina, aumento da liberação de glicose pelo fígado que produziu um nível de açúcar elevado no sangue, e baixaram drasticamente a oxidação de gordura, o que contribui para a obesidade, sendo que todos estes sintomas coletivamente poderiam ser um caminho para a pré-diabetes e diabetes .
Na forma natural, os carboidratos são principalmente complexos e fibrosos, como os carboidratos encontrados em cereais integrais e leguminosas como feijão, lentilha e ervilha. Ou eles podem ser menos complexos, tais como aqueles encontrados no leite e frutas. 
Os carboidratos refinados geralmente conhecidos como carboidratos simples, são adicionados aos alimentos processados sob a forma de farinha ou açúcar. Exemplos de alimentos que contêm carboidratos simples são pães brancos e massas, biscoitos, bolos, doces, refrigerantes açucarados e bebidas. A remissão da pré-diabetes tem sido visto ocorrer quando se faz uma dieta rica em proteínas, em comparação com uma dieta rica em carboidratos, e esta estratégia pode também ser utilizada para adequar o peso e a gestão da diabetes.
A dieta indiana é predominantemente rica em carboidratos, por isso não é possível alterar o padrão de dieta por completo, mas a adição de mais fibra na forma de saladas verdes e folhas vegetais e usar carboidratos complexos, ajuda a reduzir o índice glicêmico da dieta e, portanto, leva a uma bom controle da glicemia e redução da resistência à insulina.
Os pacientes definitivamente necessitam restringir o uso de carboidratos refinados. À noite, a resistência à insulina pós-prandial foi mostrada diminuir em mais de 30% após três refeições de quem limitava a ingestão diária de carboidratos, um efeito que era independente de exercício pré-refeição.
Os pacientes com diabetes ou aqueles preocupados com a obesidade também são aconselhados a fazer as suas refeições na hora certa, para não perder nenhuma delas, e não se alimentar em qualquer hora do dia. 
Mas se você já é diabético, a mudança para dieta de baixo carboidrato não só ajuda a reduzir o peso, como também faz melhorar a sua resistência à insulina. Além disso, você deve seguir um estilo de vida ativo e tomar os medicamentos na forma prescrita pelo seu médico. Tudo isso irá tornar a sua vida mais saudável e feliz.

Referência:
  1. https://www.diabetes.co.uk/lowcarb/
Dra. Pramila Kalra, MD, MS, Professora de Endocrinologia, MS Ramaiah Medical College e Hospitais, Bengaluru.
obs. conteúdo meramente informativo procure seu médico
abs
Carla 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vc é muito importante para mim, gostaria muito de saber quem é vc, e sua opinião sobre o meu blog,
bjs, Carla