segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

5 Fatores importantes para detectar o Câncer de Mama Masculino

Fatores para detectar o câncer de mama masculinoCrédito: Reprodução

Os homens também têm glândulas mamárias – ou seja, eles também podem desenvolver câncer de mama. Apesar da baixa incidência, o câncer de mama masculino pode se manifestar e, aliás, ele carrega um alto percentual de mortalidade.

+ Exames médicos que todo homem deve fazer 

+ Coisas que todo homem precisa saber sobre o câncer de próstata 



Apesar de apenas um em cada 100 casos da doença ocorrer no sexo masculino, nos dois últimos anos, o Ministério da Saúde registrou 2,1 mil internações de homens com esse tipo de tumor. Os números são maiores na região Sudeste do Brasil, com 796 casos, sendo 318 em São Paulo e 157 no Rio de Janeiro. Em todo país, nesse período, 146 homens morreram. Normalmente, o câncer de mama masculino é descoberto de forma tardia porque muitos homens não costumam realizar a mamografia anualmente. 

O Dr. Daniel Gimenes, oncologista do Centro Paulista de Oncologia, explica: “Existe um problema muito comum que faz com que os homens não procurem um médico por questões de machismo, pois não passa pela cabeça de ninguém que o homem pode desenvolver um câncer de mama. Por isso, qualquer mudança suspeita na região mamária, é preciso procurar um especialista para que o câncer não seja descoberto tarde demais”. 

Então, para detectar qualquer alteração, é preciso que o homem realize o autoexame com frequência. Principalmente depois dos 50 anos – faixa etária com mais incidência de câncer de mama masculino! 

Veja quais são, segundo o Dr. Daniel Gimenes, os principais fatores que podem ser importantes na hora de detectar um câncer de mama no homem: 

GENÉTICA 

Fatores para detectar o câncer de mama masculinoCrédito: Reprodução

Se existir o caso de alguma mulher com câncer de mama na família, as chances do homem desenvolver aumentam um pouco, mas se a incidência estiver relacionada à mutação no gene BRCA, a probabilidade é ainda maior. 

Por isso você deve fazer uma pesquisa de mutação para saber se terá chances de desenvolver a doença. 

Além disso, também existe uma síndrome genética associada ao alto nível de estrogênio – condição que aumenta o índice câncer de mama em homem, principalmente quando existe essa mutação do gene BRCA. Se, por exemplo, um homem cuja irmão ou mãe teve câncer de mama, as chances são ainda maiores. Então, é preciso fazer um acompanhamento mais de perto mesmo se você ainda não tiver 50 anos de idade. 


HORMÔNIOS 

O principal motivo pelo qual as mulheres apresentam câncer de mama com mais frequência do que os homens são os hormônios. A mulher produz muito mais estrogênio do que o homem, e a maioria dos casos de câncer de mama feminino acontece por causa dos hormônios sensíveis. 

Como o homem tem uma baixa taxa de estrogênio no corpo e muito mais testosterona, tem menos chances de desenvolver câncer associado aos hormônios. Mas, quando acontece o hiperestrogenismo – a produção elevada de estrogênio – é importante redobrar a atenção e realizar exames de prevenção. Um dos sinais desse problema, por exemplo, é a ginecomastia, o aumento no tamanho das mamas nos homens. 



CAROÇO NA ÁREA DO TÓRAX 

o Como os homens não tem o costume de realizar exames nas mamas com frequência, é preciso que redobrem a atenção em alguns sintomas suspeitos como, por exemplo, o surgimento de um caroço na área do tórax. Notou algo parecido? Então, marque um médico! Esse é dos principais sintomas do câncer de mama masculino. O caroço também pode ser acompanhado de inchaço nos linfonodos axilares, então, fique de olho. 


RETRAÇÃO NA PELE 

Em situações mais avançados da doença, também pode acontecer uma retração do mamilo, ou seja, um inchaço grande ou distorção da pele, em alguns casos acompanhados de sangue na área. Quando esses sinais são notados, é fundamental marcar um médico com urgência.


CIRROSE, ALCOOLISMO E OBESIDADE 

Pacientes com distúrbios do fígado, como cirrose causada por alcoolismo e obesidade, têm mais chance de desenvolver câncer de mama e, quanto mais velho for o homem com esses problemas, maior a possibilidade da doença aparecer. Muitas vezes, o homem com câncer de mama procura uma orientação médica tarde demais e isso acaba dificultando o tratamento. 

Quando mais cedo o câncer é diagnosticado, maiores são as chances de cura. Por isso, já que a mamografia masculina não é recomendada como um exame de rotina, homens que têm maior probabilidade de desenvolver um câncer de mama precisam realizar o autoexame com frequência!

obs. conteúdo meramente informativo procure seu médico
abs
Carla
http://manualdohomemmoderno.com.br/comportamento/5-fatores-importantes-para-detectar-o-cancer-de-mama-masculino

https://www.youtube.com/watch?v=FLEfPHNEEiw
https://www.youtube.com/watch?v=THpLg3C2hUU

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vc é muito importante para mim, gostaria muito de saber quem é vc, e sua opinião sobre o meu blog,
bjs, Carla